O Mundo como Vontade e como Representação

O Mundo como Vontade e como Representação Arthur Schopenhauer


Compartilhe


O Mundo como Vontade e como Representação





A mais completa edição em língua portuguesa do grande clássico da filosofia alemã, “O Mundo Como Vontade e como Representação”, traduzido por Jair Barboza. É imprescindível para o vislumbre do horizonte em que se movem as chamadas filosofia do impulso com sua reflexão sobre o irracional e o inconsciente, bem como uma crítica a esse irracional que também passa por uma crítica da razão. A obra se subdivide em quatro livros. Dois elegem o tema da Representação e dois, o tema da Vontade e cada livro assume um ponto de vista diferente da consideração.

Filosofia

Edições (6)

ver mais
O mundo como vontade e como representação
O Mundo como Vontade e Representação
O Mundo como Vontade e como Representação
O Mundo como Vontade e como Representação

Similares

(15) ver mais
Eu e Outras Poesias
A crítica da razão pura
Metafísica do Amor / Metafísica da Morte
Compreender Schopenhauer

Resenhas para O Mundo como Vontade e como Representação (6)

ver mais
O mundo de Schopenhauer
on 26/9/13


Assim como acontece na natureza de todo pensador obcecado pela verdade, Schopenhauer parte de uma íntima intuição para descrever a fiação do mundo como nos é apresentado, e que acredita ser com toda certeza o mapa da existência: o mundo é irracional, alógico e destituído de Providência. É certo que o filósofo nunca conseguiu divorciar totalmente seu sistema de sua figura; ao deparar-se com a biografia de um sujeito cujas inclinações pessimistas o perseguiam desde a tenra infância, dota... leia mais

Estatísticas

Desejam284
Trocam1
Avaliações 4.5 / 286
5
ranking 64
64%
4
ranking 24
24%
3
ranking 10
10%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

61%

39%

Jeg
cadastrou em:
06/01/2009 17:55:31
Nelson Rodrigues
editou em:
20/09/2016 15:07:31