Paixão simples

Paixão simples Annie Ernaux


Compartilhe


Paixão simples





Um dos livros de Annie Ernaux mais adorados pela crítica e pelo público, Paixão simples é também um dos mais ambiciosos por sua tentativa de dar conta da radicalidade da experiência de se apaixonar. Nas breves páginas deste relato profundamente humano, publicado pela primeira vez em 1992, a vencedora do prêmio Nobel de 2022 esmiúça o estado de enamoramento absoluto que experimentou quando, já divorciada e mãe de dois filhos crescidos, viveu um relacionamento com um homem casado.

Durante os meses em que se relacionou com A., toda a existência da autora foi regida por um novo signo, que ela disseca com precisão e franqueza. “Graças a ele”, afirma, “eu me aproximei do limite que me separa do outro, a ponto de às vezes imaginar que iria chegar do outro lado”. Essa proximidade do limiar, tão própria do sujeito apaixonado, assume formas variadas no relato. A primeira fronteira a ser deixada para trás é a da razão, que cede espaço ao pensamento mágico por meio do qual se manifesta a expectativa agonizante de ser correspondida. Cada evento, palavra ou pessoa ao redor só tem interesse para Ernaux na medida em que a faz pensar em A. Cada minuto longe dele é uma espera que transcorre de forma diversa do ritmo da vida real.

Tema recorrente na obra da escritora, o tempo em Paixão simples não obedece à lógica ou à História. “Para mim não havia essa cronologia em nossa relação, eu só conhecia a presença ou a ausência”, eis o aspecto radical da paixão. Uma vez terminada a relação, o tempo entra em cena novamente, desta vez como índice do rastro deixado por um acontecimento marcante: “Estava sempre calculando, há duas semanas, cinco semanas, ele foi embora, e no ano passado, nessa data, eu estava aqui, fazendo isso e aquilo” […]. Pensava que era muito estreito o limiar entre essa reconstituição e uma alucinação, entre a memória e a loucura”.

Verdadeira anatomia da alma apaixonada, este livro é também uma reflexão sobre o poder da escrita e um elogio ao luxo que é viver um grande amor.

Biografia, Autobiografia, Memórias / Literatura Estrangeira

Edições (6)

ver mais
Paixão simples
Simple Passion
Simple Passion
Paixão Simples

Similares

(16) ver mais
A vergonha
El acontecimiento
Box - Grandes escritoras da literatura francesa
O Lugar

Resenhas para Paixão simples (196)

ver mais
Paixão simples, de Annie Ernaux

Depois que li “Os anos”, Ernaux se tornou uma daquelas autoras que eu quero ler tudo! E foi só “Paixão simples” aterrisar no Brasil, que furou a fila das leituras. Com apenas 68 páginas, Ernaux compartilha conosco a experiência de se apaixonar. Aquela paixão que tira nosso chão, como um buraco negro que suga todos os nossos pensamentos e energias. E, diferentemente do que vemos em livros sobre paixão, a autora não narra a sua primeira experiência, quando ainda era jovem. Em “Paixão ... leia mais

Vídeos Paixão simples (3)

ver mais
PAIXÃO SIMPLES, de Annie Ernaux ?? (nobel de literatura) | Amanda Azevedo

PAIXÃO SIMPLES, de Annie Ernaux ?? (nobel de

PAIXÃO SIMPLES - Annie Ernaux

PAIXÃO SIMPLES - Annie Ernaux

PAIXÃO SIMPLES (Annie Ernaux) ? resenha

PAIXÃO SIMPLES (Annie Ernaux) ? resenha


Estatísticas

Desejam92
Trocam1
Avaliações 4.1 / 1.091
5
ranking 45
45%
4
ranking 41
41%
3
ranking 12
12%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

12%

88%

Jenifer
cadastrou em:
23/03/2023 11:19:27
Jenifer
editou em:
29/03/2023 23:53:54

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR