Paletó e eu

Paletó e eu Aparecida Vilaça


Compartilhe


Paletó e eu


Memórias do meu pai indígena




Relato luminoso e nada convencional de uma antropóloga sobre a vida ao lado de Paletó, seu carismático pai indígena.

Paletó morreu aos 85 anos, depois de ter vivido por décadas na floresta em meio aos Wari'. Desde 1986, Aparecida Vilaça investiga o modo de vida do grupo e, aos poucos, construiu com Paletó uma relação de pai e filha. Este é um livro raro, em que erudição e emoção convivem em doses generosas.

Biografia, Autobiografia, Memórias

Edições (1)

ver mais
Paletó e eu

Similares


Estatísticas

Desejam17
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.7 / 7
5
ranking 86
86%
4
ranking 14
14%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

39%

61%

João gregorio
cadastrou em:
15/08/2018 00:03:54
André
editou em:
03/10/2018 18:04:13