Pequeno tratado da intolerância

Pequeno tratado da intolerância Charb


Compartilhe


Pequeno tratado da intolerância


Crônicas e Desenhos do Diretor do Charlie Hebdo




Você não perde uma chance de exaltar o passado, lamentando que não se fazem mais programas de TV nem comerciais como no seu tempo? Defende com vigor o conceito de “voto útil” nas eleições? Compra sempre as armações de óculos que estão na moda? Acha uma gracinha decorar sua mesa do trabalho com um desenho que seu filho fez para a escola? Se sua resposta para qualquer dessas perguntas aparentemente inofensivas for “sim”, você já esteve na mira de Charb. Essas pequenas paixões da vida cotidiana sempre trouxeram à tona os piores instintos do cartunista e jornalista francês, que neste volume distribui sem pudor, em crônicas afiadas e divertidas, suas próprias sentenças de morte. Cartunista e jornalista, Stéphane Charbonnier foi diretor da Charlie Hebdo de 2009 até 2015, quando morreu, durante uma reunião de pauta, no atentado terrorista à revista satírica francesa. “Eu prefiro morrer em pé a viver de joelhos”

Crônicas / Humor, Comédia / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Pequeno tratado da intolerância

Similares

(1) ver mais
Carta aos Escroques da Islamofobia Que Fazem o Jogo dos Racistas

Resenhas para Pequeno tratado da intolerância (1)

ver mais
charb
on 27/1/16


O caricaturista e jornalista francês Stéphane Charbonnier (ou Charb, como assinava) foi assassinado no atentado terrorista de 07 de janeiro do ano passado, em Paris (só leia os detalhes do massacre do Charb Hebdo, onde morreram pelo menos outras onze pessoas, se você estiver de bom humor). Charb passou a receber ameaças de morte em 2013 após ter publicado caricaturas do profeta Maomé no jornal satírico francês Charb Hebdo, do qual foi diretor entre 2009 e 2015. Mas antes de receber sua... leia mais

Estatísticas

Desejam12
Trocam2
Avaliações 3.3 / 23
5
ranking 13
13%
4
ranking 17
17%
3
ranking 65
65%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

58%

42%

Bruno
cadastrou em:
02/01/2016 23:43:52
Beatriz Soares
editou em:
12/07/2017 11:49:49
Beatriz Soares
aprovou em:
12/07/2017 11:50:02