Porta Aberta

Porta Aberta Cassio Figueira


Compartilhe


Porta Aberta





Voltar a escrever 20 anos depois. Redescobrir-se poeta na maturidade. Voltar a ver o mundo com curiosidade de criança atenta. Que experiência maravilhosa essa! Uma viagem cheia de surpresas, (in)certezas e aprendizados.
Poetar é ignorar o medo de expor-se sem controle. É deixar as portas abertas, abandonar-se à vertigem da queda. É permitir-se, feliz, ser dono de nada...
O poema arrasta consigo quem o escreve, mas se mostra diferente a quem o lê. Torna-se alguém somente quando voa pelo mundo.
O poema nos torna outros...

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Porta Aberta

Similares

(2) ver mais
A Bordo do Mundo
Além da Terra, Além do Céu

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 2
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

MãeLiteratura
cadastrou em:
31/05/2018 17:04:32
Cassio.Figueira
editou em:
04/06/2018 15:04:16