Prelúdio in blue

Prelúdio in blue Rafaella Britto


Compartilhe


Prelúdio in blue





[...] Autenticidade é o que permeia todas as páginas de “Prelúdio in Blue”. As referências e inspirações para os 33 poemas deste livro são as mais ricas e variadas possíveis: da música ao cinema, de Miles Davis à fala icônica de Bette Davis em “A Estranha Passageira”, de Louis Armstrong a Marilyn Monroe, de Dizzy Gillespie à sedução prateada do cinema mudo. [...] Prestando homenagem às mulheres sem medo como Marlene Dietrich, Maya Angelou, Lena Horne, Billie Holiday, à injustamente esquecida autora Dinah Silveira de Queiroz e às pouco celebradas harpistas do jazz, Rafaella Britto se deixa inspirar pelas mestras mas nunca as copia: usa-as para criar arte original, visceral e pessoal. Na leitura, é importante observar a cadência dos versos dos poemas, em ressonância com a cadência de diferentes gêneros e composições. Poesia é também música, por vezes a 24 quadros por segundo, nem sempre impressa na folha de papel, é a lembrança doce da avó, é o redescobrir da alegria que parecia soterrada em dor, após ouvir uma melodia enquanto se cumpre uma tarefa cotidiana. A poesia está aí, escondida em cada canto da vida, e Rafaella nos lembra de que também podemos reencontrar a poesia nas nossas vidas: basta olhar e ouvir além. [Letícia Magalhães]:

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Prelúdio in blue

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 2
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

20%

80%

tonho frança
cadastrou em:
24/03/2020 16:04:33