Teatro do êxtase

Teatro do êxtase Fernando Pessoa


Compartilhe


Teatro do êxtase





“Teatro do êxtase” reúne cinco peças de Fernando Pessoa, concebidas como poemas dramáticos e destinadas mais à leitura do que à encenação. "O marinheiro" (1915), único drama publicado em vida, foi incluído no primeiro número da revista Orpheu e figura, juntamente com "Fausto", como sua peça mais importante. Definida pelo próprio autor como um "drama estático", a obra de matriz simbolista apresenta o diálogo entre três mulheres que velam o corpo de uma donzela, sem nenhuma referência histórica. Ainda estão aqui reunidos "A morte do príncipe", que remonta a "Hamlet", de Shakespeare; "Diálogo no jardim do palácio", com referências platônicas à reflexão sobre o amor e à dicotomia entre corpo e alma; "Salomé, leituras do tema bíblico da mulher fatal"; e "Sakyamuni", representação da ascensão de Siddhartha Gautama ao estado de iluminação. Provavelmente as peças mais acabadas do autor, apresentam como eixo comum a concepção pessoana de "êxtase".

Drama / Literatura Estrangeira

Edições (2)

ver mais
Teatro do êxtase
Teatro do êxtase

Similares


Estatísticas

Desejam6
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 8
5
ranking 63
63%
4
ranking 25
25%
3
ranking 13
13%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

29%

71%

página 0
cadastrou em:
27/08/2020 11:15:38
página 0
editou em:
27/08/2020 11:17:29