Todos Iguais, Poucos Diferentes

Todos Iguais, Poucos Diferentes Morais de Carvalho




Todos Iguais, Poucos Diferentes





Agora, neste preciso momento, esqueça o que está ao seu redor. Pare e sente-se comigo neste banco de jardim. Observe todas estas pessoas que correm, que sobrevivem, que morrem. Sinta o seu cheiro a desespero, veja a sua luta diária para pertencer à sociedade. Repare agora nos pormenores: a vizinha que me acolhe nos seus braços e me vem dizer um «olá», uma mulher que foge de mim por ter medo de se tornar num ser louco como eu e um gato que se esfrega nas minhas pernas. Venha, sente-se comigo no meu banco de jardim e no final poderá decidir se quer ser afinal como todos os outros, levantar-se e ir a correr atrás de todos nós, à procura de coisa nenhuma, ou se por outro lado prefere sentar-se neste banco e caminhar os seus próprios pensamentos. Sente-se, vou contar-lhe a minha estória, a minha loucura.

Drama / Ficção

Edições (1)

ver mais
Todos Iguais, Poucos Diferentes

Similares


Resenhas para Todos Iguais, Poucos Diferentes (2)

ver mais
TODOS IGUAIS, POUCOS DIFERENTES (Morais de Carvalho)
14 hours, 48 minutes ago


Hoje trago pra vocês a resenha de Todos Iguais, Poucos Diferentes da autora portuguesa Morais de Carvalho. Fiquei muito honrada quando recebi via e-mail a proposta de parceria da autora, e como logo me senti atraída pela premissa do livro imediatamente aceitei a parceria, e apesar de ter realizado a leitura cheia de expectativas, o livro conseguiu suprir todas elas e não exagero quando digo que a leitura foi uma das melhores que já realizei!E para melhorar ainda mais a autora conseg... leia mais

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.1 / 8
5
ranking 38
38%
4
ranking 38
38%
3
ranking 25
25%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

Gaby
cadastrou em:
09/11/2016 01:47:22