um elefante no caos

um elefante no caos Millôr Fernandes


Compartilhe


um elefante no caos





Um elefante no caos se passa em 1955, numa ilha. A ação acontece dentro de um apartamento cujas paredes estão permanentemente quentes. O bombeiro responsável pela área já é íntimo dos moradores e freqüenta o apartamento de dona Maria, quem lhe oferece bolinhos de bacalhau e é assídua apostadora do jogo do bicho. Paulo, o filho dela, é um bon-vivant que só quer saber de curtir a praia – mas que tem uma ligação com o Partido que não é fácil de se quebrar. No carnaval, conhece uma moça pela qual se apaixona sem nem mesmo saber seu nome – e a engravida. O pai dela, Glicério,também ligado ao Partido, é um barbudo que está sendo perseguido pela polícia. A peça – que por vezes entra em clima de fantasia – mostra um contexto sócio-político premonitório aos acontecimentos que culminariam no Golpe de 1964.

Edições (1)

ver mais
um elefante no caos

Similares

(8) ver mais
Kaos
Poemas
Millôr Hai-Kais
A Viúva Imortal

Resenhas para um elefante no caos (1)

ver mais
A peça incompreendida que previu o golpe militar de 1964
on 29/6/20


Nota inicial: resenha com spoilers. “Um elefante no caos ou Jornal do Brasil ou, sobretudo, Por que me ufano do meu país”, peça de comédia, em dois atos, do dramaturgo brasileiro Millôr Fernandes. A peça, com o passar dos anos, recebeu outros dois títulos, o que explica esse nome pomposo. A obra foi publicada originalmente no ano de 1962. Na peça, a história se passa no ano de 1955, em uma ilha. Toda a ação se passa dentro de um apartamento, cujas paredes externas estão constante... leia mais

Estatísticas

Desejam2
Trocam1
Avaliações 3.5 / 41
5
ranking 14
14%
4
ranking 36
36%
3
ranking 43
43%
2
ranking 5
5%
1
ranking 2
2%

58%

42%

M.
cadastrou em:
12/01/2009 20:23:09