Violetas ao Vento

Violetas ao Vento Jéssica Anitelli


Compartilhe


Violetas ao Vento





Como sobreviver em um lar despedaçado?

Se você passar um dia por Violeta e a vir conversando alegre com Thamires ou lançando olhares apaixonados para Ricardo, nunca imaginará o que aquela menina doce e gentil esconde em seu coração. Pois, em casa, fora dos olhares alheios, onde lhe são arrancados os sonhos de menina e a dor lhe toma o rosto, é que a jovem perde as esperanças de que a vida melhore.
Ali, naquele ambiente hostil e violento, ninguém vê Violeta chorar ou ouve os gritos de dor da mãe… Ninguém impede que o pai continue com as agressões, nem mesmo que o irmão assista a tudo, impassível, como se tratar as mulheres da casa com desprezo e crueldade fosse algo banal, comum. Como se a feminilidade que carrega em si fosse uma doença.
É através dos poemas que Violeta procura esquecer as marcas do corpo e o medo de que, um dia, ela e a mãe não sobrevivam. A jovem encontra nos versos um esboço da dor, da transformação, do seu novo eu. Percebe que, ao se ver refletida naquelas palavras, pode enxergar também uma esperança de um futuro melhor. E, assim, ela tenta se redescobrir e, mais que sobreviver, lutar de peito aberto contra aquilo que a aprisiona, bem como sua mãe.
Nessa nova busca por se tornar a mulher que sempre desejou, Violeta fará uma jornada emocionante e dolorosa em busca de se empoderar, de amar e de se permitir, com acertos e erros, dúvidas e paixões, nem sempre correspondidas. Emocione-se com esse romance jovem, forte e poderoso, escrito pelas mãos – e pelo coração – de Jéssica Anitelli. E lembre-se de que, infelizmente, sempre pode existir uma Violeta perto de você, com uma história para contar.

Drama / Jovem adulto / Romance

Edições (2)

ver mais
Violetas ao Vento
Violetas ao Vento

Similares

(1) ver mais
País Imerso

Resenhas para Violetas ao Vento (2)

ver mais
2 weeks, 3 days ago


Violetas ao Vento está no meu Kindle a um bom tempo, mas a vontade de lê-lo não foi tanta quanto senti ao tê-lo impresso na minha frente. Então, assim que cheguei em casa da Bienal, não aguentei e já comecei a lê-lo. Acredito que tenha sido um dos melhores momentos para tal, pois consegui captar toda a alma de Violeta e senti-la com mais intensidade, pois da mesma maneira que Violeta sofreu durante o enredo, eu sofri durante uma parte da minha vida. Mas não, não vou chorar minhas pitan... leia mais

Estatísticas

Desejam9
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.4 / 13
5
ranking 69
69%
4
ranking 15
15%
3
ranking 8
8%
2
ranking 8
8%
1
ranking 0
0%

5%

95%

danilo_livros
cadastrou em:
11/07/2018 15:47:57