Vozes Anoitecidas

Vozes Anoitecidas Mia Couto


Compartilhe


Vozes Anoitecidas





"O que mais dói na miséria é a ignorância que ela tem de si mesma. Confrontados com a ausência de tudo, os homens abstêm-se do sonho, desarmando-se do desejo de serem outros. Existe no nada essa ilusão de plenitude que faz parar a vida e anoitecer as vozes. Estas estórias desadormeceram em mim sempre a partir de qualquer coisa acontecida de verdade mas que me foi contada como se tivesse ocorrido na outra margem do mundo. Na travessia dessa fronteira de sombra escutei vozes que vazaram o sol. Outras foram asas do meu voo de escrever. A umas e a outras dedico este desejo de contar e de inventar. "

Edições (7)

ver mais
Vozes Anoitecidas
Vozes anoitecidas
Vozes Anoitecidas
Vozes Anoitecidas

Similares

(28) ver mais
islandeses
Na Berma de Nenhuma Estrada
O Fio das Missangas
A menina sem palavra

Resenhas para Vozes Anoitecidas (15)

ver mais
Um escritor com vários universos dentro de si.
on 27/7/16


. “A minha consciência tem milhares de vozes, e cada voz traz-me milhares de histórias.” (William Shakespeare) Mia Couto é um poeta, antes de qualquer coisa. E mais uma vez fiquei fascinada com a forma poética com que Mia maneja a prosa em VOZES ANOITECIDAS, seu livro de estreia na prosa. É uma coletânea de breves histórias com personagens improváveis e, ao mesmo tempo, palpáveis, de tão reais. Os relatos são, de fato, vozes que vão anoitecendo, narrativas de um país devastado... leia mais

Estatísticas

Desejam137
Trocam2
Avaliações 4.1 / 351
5
ranking 38
38%
4
ranking 38
38%
3
ranking 21
21%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

28%

72%

Helena
cadastrou em:
20/11/2013 00:54:40