A Balada do Velho Marinheiro

A Balada do Velho Marinheiro Coleridge


Compartilhe


A Balada do Velho Marinheiro





A Balada do Velho Marinheiro é o mais longo e emblemático poema do inglês Samuel Taylor Coleridge que, junto com seu conterrâneo William Wordsworth, é fundador do Romantismo. O olhar apurado para a natureza externa, ao mesmo tempo centrado numa visãointerna do artista como criador individual supremo nos oferece imagens poéticas em que a pintura verbal é mais psíquica que visual. A imagem é muito mais fruto da imaginação. Experimentam-se, nesta fase inicial do Romantismo, inovações tanto de conteúdo quanto de estilo e percebe-se uma preocupação com o místico, o subconsciente e o sobrenatural. Além de professor de inglês, o tradutor é estudioso da obra do psicanalista Carl Jung. Pela fusão do conhecimento linguístico aliado a uma intimidadecom o conteúdo onírico das imagens de Coleridge, esta tradução é um ganho em relação às anteriormente publicadas no Brasil.

Literatura Estrangeira / Poemas, poesias

Edições (2)

ver mais
A Balada do Velho Marinheiro
A Balada do Velho Marinheiro

Similares


Resenhas para A Balada do Velho Marinheiro (8)

ver mais
The Rime of the Ancient Mariner
on 9/3/09


Segundo alguns estudiosos, este foi o livro que abriu o romantismo na Inglaterra. Publicado pela Ateliê Editorial com edição bilíngue, inlustrações de Gustave Doré e em capa dura, a tradução não fica atrás. De tão primorosa ganhou o prêmio Jabuti. Mais um atrativo vai por conta do fato de a banda inglesa Iron Maiden ter gravado uma música de título homômimo totalmente inspirada neste romance. Lançada no álbum Powerslave, The Rime of the Ancient Mariner já virou um clássico na voz de Br... leia mais

Estatísticas

Desejam53
Trocam1
Avaliações 4.3 / 137
5
ranking 51
51%
4
ranking 30
30%
3
ranking 17
17%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

60%

40%