A Morte é uma festa

A Morte é uma festa João José Reis


Compartilhe


A Morte é uma festa





Em 1836, uma multidão destruiu o cemitério do Campo Santo em Salvador. Inaugurado três dias antes, ele fora construído por uma empresa que obtivera do governo o monopólio dos enterros na cidade. Até aquela data, as pessoas eram enterradas nas igrejas, costume considerado essencial para a salvação das almas. A revolta contra o cemitério foi feita por centenas de manifestantes em defesa de uma vida melhor no outro mundo. Para entender tão extraordinário episódio - que ficou conhecido como revolta da Cemiterada - o historiador João José Reis realizou uma primorosa pesquisa, que revela, com riqueza de detalhes e acurada sensibilidade intelectual, as atitudes de nossos antepassados em relação à morte a aos mortos.

História do Brasil

Edições (1)

ver mais
A Morte é uma festa

Similares

(13) ver mais
A Construção da Ordem / Teatro de Sombras
Encruzilhadas da liberdade
1789
Machado de Assis, historiador

Resenhas para A Morte é uma festa (7)

ver mais
Uma Obra historiográfica excelente.
on 4/9/20


O livro é muito bem embasado. É uma obra muito bem escrita e rica em detalhes. Recomendo a todos que gostam ou têm interesse em História do Nordeste, ler essa magnífica obra que é tão importante para conhecer nosso passado e refletir sobre nosso mundo atual.... leia mais

Vídeos A Morte é uma festa (1)

ver mais
VELANDO OS MORTOS - EDUARDO BUENO

VELANDO OS MORTOS - EDUARDO BUENO


Estatísticas

Desejam57
Trocam1
Avaliações 4.7 / 64
5
ranking 77
77%
4
ranking 17
17%
3
ranking 6
6%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

33%

67%

Lilia Carvalho
cadastrou em:
04/02/2009 14:49:24
Élida Kassia
editou em:
27/06/2020 13:57:38

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR