A redoma de vidro

A redoma de vidro Sylvia Plath


Compartilhe


A redoma de vidro





Publicado originalmente em 1963, esta edição, com tradução de Chico Mattoso, traz nova capa e desenhos da autora. Lançado semanas antes da morte de Sylvia, o livro é repleto de referências autobiográficas, e a narrativa é inspirada nos acontecimentos do verão de 1952, quando Silvia Plath tentou o suicídio e foi internada em uma clínica psiquiátrica.

Esther Greenwood é uma jovem que sai do subúrbio de Boston para trabalhar em uma prestigiosa revista de moda em Nova York. Assim como a protagonista, a autora foi uma estudante com um histórico exemplar que sofreu uma grave depressão. Muitas questões de Esther retratam as preocupações de uma geração pré-revolução sexual, em que as mulheres ainda precisavam escolher se priorizavam a profissão ou a família.

Além da elegância da prosa de Plath, o livro extrai sua força da forma corajosa como trata a depressão. Mais que um relato sobre problemas mentais, A redoma de vidro é uma narrativa singular acerca das dores do amadurecimento.

"A redoma de vidro continuará a ressoar nas pessoas ao longo dos anos e merecerá inúmeras releituras, pois fala de contradições e de problemas humanos. Um livro para refletir sobre a representação da mulher na sociedade, os desafios profissionais e a solidão nas metrópoles e sobre alguém que tinha tudo para ser feliz."
Juliana Gomes, co-criadora do projeto Leia Mulheres

Ficção / Romance

Edições (7)

ver mais
A redoma de vidro
A redoma de vidro
A Redoma de Vidro
A Redoma de Vidro

Similares

(40) ver mais
Garota, Interrompida
Regras de Cortesia
Esta valsa é minha
Ísis Americana

Resenhas para A redoma de vidro (719)

ver mais
on 26/1/10


Esther Greenwood vivia na redoma que a sociedade criara para ela, a princípio tentou moldar-se ao esperado de uma jovem tão brilhante. Mas quando não se reconhece aquele alguém refletido no espelho, e o maior pesadelo é não poder fugir dos próprios muros, a insanidade parece ser o último folego daquilo que ainda se chama, eu. Esther foi o que Plath queria salvar de si, e não salvou. "A batida do meu coração retumbou como um tambor na minha cabeça. Eu sou, eu sou, eu sou." [Sylvia Pla... leia mais

Vídeos A redoma de vidro (10)

ver mais
A REDOMA DE VIDRO - SYLVIA PLATH

A REDOMA DE VIDRO - SYLVIA PLATH

5 Motivos para ler A Redoma de Vidro | Hear the Bells

5 Motivos para ler A Redoma de Vidro | Hear t


Estatísticas

Desejam3.190
Trocam19
Avaliações 4.3 / 7.913
5
ranking 55
55%
4
ranking 33
33%
3
ranking 10
10%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

13%

87%

Maya
cadastrou em:
05/07/2021 22:31:28
Maya
editou em:
05/07/2021 22:32:43

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR