Abril Despedaçado

Abril Despedaçado Ismail Kadaré


Compartilhe


Abril Despedaçado





É o mês de abril de algum ano da década de 1930. O cenário são os montes Malditos do norte da Albânia. Ali o século XX se manifesta apenas pela passagem esporádica de um avião. Sob os cumes nevados há um reino de bruma, um universo medieval que deita raízes em tempos homéricos.

Um código de leis não escritas, o Kanun, rege a vida e a morte dos montanheses. Seu valor supremo é a honra. Em nome dela, famílias inteiras passam gerações a se matar - a "recuperar o sangue" em rituais infindáveis de vingança. O Kanun é implacável: determina qum matará e quem será morto, especifica minuciosamente quando, onde e como.

À sombra dessa "Constituição da morte", Ismail Kadaré recorta a silhueta trágica de suas personagens e as acompanha até a fronteira da loucura.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (5)

ver mais
Abril Despedaçado
Abril Despedaçado
Abril Despedaçado
Abril Despedaçado

Similares

(2) ver mais
Concerto No Fim do Inverno
A Vida Silenciosa

Resenhas para Abril Despedaçado (27)

ver mais
Sangue Dado, Sangue Tomado
on 13/7/18


É inegável o fascínio da Albânia, especialmente para quem viveu durante a ditadura militar, pois se tratava de um país fechado e praticamente desconhecido onde o comunismo parecia ter prosperado nas mãos do ditador Enver Hoxha, que mantinha uma relação atribulada com a China e a União Soviética até o total rompimento. Apenas nos anos noventa, foram dados os primeiros passos em direção a sua democratização e confirmou-se um atraso que até hoje, é o maior desafio a ser superado. Escrito... leia mais

Estatísticas

Desejam143
Trocam7
Avaliações 4.0 / 505
5
ranking 38
38%
4
ranking 35
35%
3
ranking 21
21%
2
ranking 5
5%
1
ranking 1
1%

37%

63%

Helena
cadastrou em:
19/01/2009 10:59:43

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR