Às Avessas

Às Avessas Joris-Karl Huysmans


Compartilhe


Às Avessas





Publicado em 1884, Às Avessas se consagrou de imediato a Bíblia do Decadentismo. E seu protagonista Des Esseintes passou a figurar desde então ao lado de D. Quixote, de Madame Bovary, de Tristram Shandy na galeria dos grandes personagens de ficção. Herói visceralmente baudelairiano pelo refinamento dos seus gostos, pelo seu ódio à mediania burguesa, pelo solitário afastamento em que dela timbrava em viver, pelo esteticismo e pela hiperestesia de que fazia praça, encarnava ele, melhor ainda que o Axel de L´Isle-Adam ou o Igitur de Mallarmé, os ideais de vida e de arte da geração simbolista, geração na qual a modernidade teve os seus mestres reconhecidos.

Ficção

Edições (2)

ver mais
Às Avessas
Às Avessas

Similares

(21) ver mais
No Caminho de Swann
Oblomov
Poemas em Prosa e Salomé
Axël

Resenhas para Às Avessas (9)

ver mais
ás avessas
on 3/9/11


Há quantos anos estou as voltas com a leitura desse livro? Certamente desde meados dos anos 1980, quando José Paulo Paes traduziu a obra-prima de Joris-Karl Huysmans e o romance foi publicado. Mas aquele exemplar ficou perdido em meio a meus guardados, esquecido. Só agora, ao encontrar esta bela edição da mesma tradução pela Penguin/companhia das letras, é que me disciplinei para enfrentá-lo. Vale dizer que várias vezes neste período don André Soares cobrou-me a leitura (é esta a funçã... leia mais

Estatísticas

Desejam112
Trocam1
Avaliações 4.0 / 107
5
ranking 37
37%
4
ranking 33
33%
3
ranking 22
22%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

50%

50%

Raphael R. Almeida
cadastrou em:
28/12/2009 14:55:32
Raphael R. Almeida
editou em:
09/12/2014 19:39:43