As pequenas virtudes

As pequenas virtudes Natalia Ginzburg


Compartilhe


As pequenas virtudes





Escritos entre 1944 e 1962, situados entre o ensaio e a autobiografia, os onze relatos de As pequenas virtudes são um marco da escrita memorialística do século XX.

Sem idealizações nem sentimentalismos, As pequenas virtudes é fruto de uma prosa límpida, aliada ao vigor típico dos escritores que, ao falar de coisas simples, revelam as questões humanas mais profundas. Nestes onze textos, a escritora italiana Natalia Ginzburg não faz delimitações entre as dimensões social e histórica, construindo uma obra singular e de raro afeto.

O livro é dividido em duas partes. A primeira se atém a deslocamentos ― como o período em que a autora morou em Londres ― e a retratos de duas figuras centrais em sua vida: o poeta Cesare Pavese, de quem ela foi amiga, e Gabriele Baldini, seu segundo marido. Na segunda, figuram ensaios poderosos, como O filho do homem, uma avaliação das sequelas da guerra recém-terminada; O meu ofício, em que Ginzburg explora as relações entre escrita e verdade íntima; e o texto que dá título a este volume, um elogio extraordinário às verdadeiras grandezas humanas.

Breve e imenso, simples e original, As pequenas virtudes é um livro inesquecível. Ao retratar uma vida marcada por perdas, desterros e humildes alegrias, Natalia Ginzburg constrói uma obra luminosa, cheia de carinho e de genuíno amor às pessoas e às palavras.

Uma lição de literatura. ― Italo Calvino

Com lucidez e uma valentia a toda prova, Natalia Ginzburg nos mostra seus personagens quando não eram heróis nem vítimas; quando eram falíveis, quando era possível amá-los menos. E por isso os amamos mais. ― Alejandro Zambra

Ginzburg é inconfundível. Suas observações são rápidas e exatas, geralmente irradiadas através de humor indisciplinado e satírico. Sua voz é pura, fascinante, elegantemente moldada pela autoridade de uma inteligência poderosa. ― The New York Review of Books

Biografia, Autobiografia, Memórias / Ensaios / Literatura Estrangeira

Edições (2)

ver mais
As pequenas virtudes
As pequenas virtudes

Similares

(33) ver mais
Meus Documentos
Bonsai
Sua voz dentro de mim
Mudança

Resenhas para As pequenas virtudes (14)

ver mais
Pequeno e poderoso
on 15/6/20


As Pequenas Virtudes é uma coletânea de artigos escritos por Ginzburg entre 1944 e 1960, e publicados em jornais e revistas de grande prestígio. Os assuntos são bem variados e vão desde memórias familiares (assunto sempre presente em suas obras) a conselhos de como criar os filhos. Todos escritos com uma linguagem elegante e ao mesmo tempo acessível, outro ponto comum nos livros da escritora. Poucas páginas são suficientes para envolver o leitor e quando você se dá conta o livro já aca... leia mais

Vídeos As pequenas virtudes (2)

ver mais
As Pequenas Virtudes (Natalia Ginzburg)

As Pequenas Virtudes (Natalia Ginzburg)

AS PEQUENAS VIRTUDES (NATALIA GINZBURG) | Mês da mulher

AS PEQUENAS VIRTUDES (NATALIA GINZBURG) | Mês


Estatísticas

Desejam226
Trocam4
Avaliações 4.3 / 342
5
ranking 50
50%
4
ranking 38
38%
3
ranking 12
12%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

20%

80%

Jenifer
cadastrou em:
11/12/2019 13:54:16