Calibre 22

Calibre 22 Rubem Fonseca


Compartilhe


Calibre 22





Neste novo livro de contos, Rubem Fonseca traz de volta um personagem marcante de sua trajetória literária, o detetive Mandrake, contratado para desvendar quem está por trás de uma série de assassinatos envolvendo o editor de uma famosa revista feminina. Além dessa, a coletânea reúne outras narrativas mais curtas, em que temas caros ao autor voltam à cena, entre eles a desigualdade social e suas consequências muitas vezes trágicas; a violência motivada por racismo, misoginia, homofobia e outros preconceitos; a crítica velada ou escancarada a dogmas religiosos; as atitudes imprevisíveis de mentes psicopatas. Tiros certeiros de um autor do mais alto calibre.

Ficção / Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Calibre 22

Similares

(11) ver mais
os cem melhores contos brasileiros do século
Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século
Os melhores contos brasileiros de todos os tempos
Maravilhas do conto brasileiro

Resenhas para Calibre 22 (3)

ver mais
Nonagenário genial
on 16/9/17


Genial. O cara definitivamente não parece ter 92 anos. A escrita é quase juvenil. A violência em Rubem Fonseca é quase divertida e o humor absurdamente agressivo. A fixação dos personagens é hilária (rãs, rabadas, anões...). Os temas estão sempre atuais (homofobia, por exemplo). Matadores são decentes. Loucos são razoáveis. Heróis são fesceninos. Enfim, são ótimos contos sobre a infinita fauna humana. E o gran finale, o que dá nome ao livro, tem o antológico Mandrake e suas peripécias.... leia mais

Estatísticas

Desejam59
Trocam2
Avaliações 3.7 / 91
5
ranking 25
25%
4
ranking 43
43%
3
ranking 25
25%
2
ranking 5
5%
1
ranking 1
1%

36%

64%

Daiane
cadastrou em:
30/03/2017 11:38:31
Pri Paiva
editou em:
24/04/2017 15:33:57
Pri Paiva
aprovou em:
24/04/2017 15:34:22