Capitães do Brasil

Capitães do Brasil Eduardo Bueno


Compartilhe


Capitães do Brasil (Coleção Brasilis #3)


A saga dos primeiros colonizadores




“Eduardo Bueno descobriu o Brasil e não foi comido pelos índios.” – Fernando Gabeira, escritor

“Ele conta história do jeito que deveria ser nas escolas: sem aquele monte de datas para decorar.” – Drauzio Varella, médico e escritor

Quem foram os primeiros colonizadores do Brasil? Por que foram designados para assumir as grandes propriedades de terras e que missão esses donatários iriam desempenhar na nova colônia?

Os doze escolhidos, nomeados capitães do Brasil, eram conquistadores que lutaram na África ou na Índia, militares, funcionários graduados – todos ligados à Coroa portuguesa do século XVI. Esses homens deixaram tudo para trás a fim de se tornarem os representantes da metrópole no extenso e longínquo território além-mar.

Suas histórias foram marcadas por incríveis aventuras – mas também por grandes tragédias. Alguns desses capitães venderam todos os seus bens para se mudar para as capitanias e acabaram perdendo tudo ao chegar aqui. Um morreu no mar. Outro foi acusado de heresia e preso por seus próprios colonos. Houve até um que foi devorado por um Tupinambá.

Este livro narra a surpreendente saga dos capitães do Brasil no período de 1530 a 1550, revelando os jogos de poder, a ambição e o projeto da Coroa portuguesa para a colônia do outro lado do Atlântico, virtualmente abandonada desde a expedição de Cabral.

Capitães do Brasil é o terceiro volume da coleção Brasilis, que alcançou a marca de 1 milhão de exemplares vendidos e inaugurou um estilo leve, crítico e divertido de contar a história de nosso país.

Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Capitães do Brasil

Similares

(12) ver mais
101 brasileiros que fizeram história
Tenentes
Brasil: Terra à Vista!
1941: O Mundo em Chamas

Resenhas para Capitães do Brasil (1)

ver mais
Capitães do Brasil
on 21/2/18


Livro Capitães do Brasil de Eduardo Bueno, editora Estação Brasil 264 pgs. Depois das capitanias serem criadas, desordens internas, lutas contra os nativos e a ameaçadora presença dos franceses acabaram com o sistema que os réus portugueses tinham optado por aplicar no Brasil. Em 1533, Pizarro tomou a capital inca Cuzco com 153 homens com 27 cavalos , ganhou uma enorme quantidade de metais preciosos obtida em troca da liberdade do imperador, no final executou Atahualpa. E todo o pr... leia mais

Estatísticas

Desejam22
Trocam1
Avaliações 4.3 / 37
5
ranking 46
46%
4
ranking 41
41%
3
ranking 14
14%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

65%

35%

Naty
cadastrou em:
03/06/2016 13:01:06
Pri Paiva
editou em:
07/06/2016 11:57:01
Pri Paiva
aprovou em:
07/06/2016 11:57:07