Claraboia

Claraboia José Saramago


Compartilhe


Claraboia





Primavera de 1952. Um prédio de seis apartamentos numa rua modesta de Lisboa é o cenário principal das histórias simultâneas que compõem este romance da juventude de José Saramago. Os dramas cotidianos dos moradores — donas de casa, funcionários remediados, trabalhadores manuais — tecem uma trama multifacetada, repleta de elementos do consagrado estilo da maturidade do escritor, em especial a maestria dos diálogos e o poder de observação psicológica.

As janelas, paredes e corredores do ve-lho edifício lisboeta são testemunhas pri-vilegiadas das pequenas tragédias e co-mé-dias representadas pelos personagens. As peripécias de Lídia, uma bela mulher sustentada pelo amante misterioso, e Abel, um jovem outsider à procura de um sentido para a vida, se contrapõem ao árduo cotidiano dos outros moradores. As narrativas paralelas do livro são organizadas segundo as divisões internas do prédio, do térreo ao segundo andar.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (3)

ver mais
Claraboia
Claraboia
Claraboia

Similares

(1) ver mais
Ensaio Sobre a Lucidez

Resenhas para Claraboia (44)

ver mais
"UMA JANELA MENOR?, NÃO IMPORTA."
on 18/6/15


Com um estilo sóbrio, decisivo, sem delongas e um tanto quanto intimista, Saramago retrata o cotidiano dos moradores de um pequeno prédio, com seis apartamentos; esses co-protagonistas pertencem ao rol de uma gente simples, aflita e aparentemente feliz, posto que são maciças as doses de frustração. O sapateiro Silvestre, um homem da faina, humilde e extremamente ciente até mesmo de suas limitações, se vale de seu privilegiado posto de observação para especular sobre os impulsos o... leia mais

Estatísticas

Desejam234
Trocam7
Avaliações 4.0 / 650
5
ranking 37
37%
4
ranking 38
38%
3
ranking 22
22%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

38%

62%

Helena
cadastrou em:
02/11/2011 11:56:21