Como curar um fanático

Como curar um fanático Amós Oz


Compartilhe


Como curar um fanático





[Também publicado pela mesma editora sob o título "Contra o fanatismo"]
Com a autoridade de quem nasceu e vive em um país conflagrado como a África do Sul, Nadine Gordimer afirma no prefácio deste livro que Amós Oz "é a voz da sanidade que ultrapassa a confusão, a mentira, a baboseira histérica e a retórica existente no mundo sobre os conflitos atuais". Mais do que elogio, a definição da escritora premiada com o Nobel de Literatura de 1991 dá a exata dimensão de "Contra o fanatismo", resultado de três conferências proferidas pelo autor em 2002, na Alemanha.
Para Amós Oz, o fanatismo que vivemos hoje é uma das consequências da infantilização da espécie humana, que cada vez mais se mostra "ferozmente egoísta, hedonista e voltada para aparatos mecânicos". E que se manifesta não apenas em homens-bomba, invasões militares ou multidões enfurcidas, mas também em antitabagistas ou vegetarianos radicais, por exemplo. "Tenham muito cuidado, pois o fanatismo é extremamente pegajoso, mais contagioso do que qualquer vírus", adverte.

Ensaios / Biografia, Autobiografia, Memórias / Não-ficção / História

Edições (1)

ver mais
Como curar um fanático

Similares

(1) ver mais
Mais de Uma Luz

Estatísticas

Desejam7
Trocam1
Avaliações 2.7 / 3
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 67
67%
2
ranking 33
33%
1
ranking 0
0%

52%

48%

Karla Lima
cadastrou em:
01/07/2015 17:31:20