Eu e o silêncio do meu pai

Eu e o silêncio do meu pai Caio Riter


Compartilhe


Eu e o silêncio do meu pai





Transformar-se em gente não é tarefa fácil. O Menino muito sofreu, muito chorou. Olhava o Pai e não entendia por que seu pai não era como os outros tantos pais: homens de palavras, homens de carinhos, homens de festa.

Não. Seu Pai era silencioso, triste. Seu olhar era distante,seu passo era trôpego, seu carinho era vago. Assim, o Menino teria que aprender a amar esse Pai. Teria que aprender a conversar com esse Pai.

Edições (1)

ver mais
Eu e o silêncio do meu pai

Similares


Resenhas para Eu e o silêncio do meu pai (6)

ver mais
Comovente

"O que via meu pai - se é que via, se é que me via - por trás daqueles olhos azuis cheios de álcool?" p. 13 "Eu e o Silêncio do Meu Pai"é um livro tocante! Na primeira página, vem uma frase linda de Kafka para o pai (Livro Carta A Meu Pai), que diz: "Rogo-te, pai, compreende-me bem." Para quem não sabe, Kafka teve sérios problemas com o pai, tendo uma vida conturbada pela presença autoritária e massacrante de seu pai, o que ele retrata muito bem em suas obras. O autor de "Eu ... leia mais

Estatísticas

Desejam28
Trocam4
Avaliações 3.9 / 103
5
ranking 33
33%
4
ranking 41
41%
3
ranking 19
19%
2
ranking 6
6%
1
ranking 1
1%

18%

82%

Bárbara
cadastrou em:
18/03/2012 18:34:29