Império

Império Eduardo Mesquita Cabrini


Compartilhe


Império





Rio de Janeiro, 1942. A escravidão não terminou, e a monarquia ainda sobrevive. Os dias do reinado de Pedro III estão contados, mas o que será do Império quando ele morrer?
Isabel e Júlio são filhos do mesmo pai, mas vivem vidas muito diferentes. Ela, criada como filha legítima, nunca pôde ser verdadeiramente livre por ser mulher. Ele, filho do senhor com uma criada, nunca terá seu talento e esforço reconhecidos enquanto for um cidadão inferior.
Separados um do outro após a morte do pai, os dois irmãos descobrirão que a chave para mudar tudo isso — e ditar os rumos do Império — pode estar em suas mãos.

Ficção

Edições (1)

ver mais
Império

Similares


Resenhas para Império (0)

ver mais
Um velho, não tão velho Brasil. (@UpLiterario)
1 week, 1 day ago


O ano é 1942, mas o Brasil ainda é um império escravocrata, misógino e retrógrado. Cheio de preconceitos e atrasos morais, o reinado de D. Pedro III está chegando ao fim e, sem filhos herdeiros, a disputa pelo trono torna-se uma acirrada disputa entre primos, oligarquias e igrejas. . Isabel e Júlio são filhos do mesmo pai, e apesar de terem vidas completamente diferentes, possuem problemas e desafios semelhantes. Isabel é mulher e, portanto, precisa se casar para receber em herança ... leia mais

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 2
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

tinaventuri
cadastrou em:
04/11/2019 08:34:11