Jamais Fomos Modernos

Jamais Fomos Modernos Bruno Latour


Compartilhe


Jamais Fomos Modernos (Trans)


Ensaio de Antropologia Simétrica




Rios poluídos, embriões congelados, robôs, organismos geneticamente modificados - como compreender esses "objetos" estranhos que invadem cada vez mais o nosso mundo? Eles concernem à esfera da natureza ou da cultura? Até algum tempo atrás, as coisas pareciam simples: a gestão da natureza cabia aos cientistas e a gestão da sociedade, aos políticos. Mas essa partilha tradicional já se mostrou impotente para dar conta da "proliferação dos híbridos"; daí o sentimento de desconforto que estes nos causam e com o qual a filosofia contemporânea tem sido incapaz de lidar.
Em Jamais fomos modernos, Bruno Latour arrisca uma hipótese inovadora: e se tivermos errado o caminho? E se reconhecermos que nossa sociedade "moderna" nunca funcionou de acordo com a divisão que funda seus sistemas de representação, a distinção drástica entre natureza e cultura? Na prática, nunca deixamos de criar objetos híbridos, que pertencem à natureza e à cultura simultaneamente.
Publicado na França em 1991 e traduzido para dezenas de idiomas, este livro-manifesto, que defende mudanças radicais em nossas formas de compreender o mundo, tornou-se rapidamente um marco do pensamento contemporâneo e continua a abrir novos horizontes em múltiplos campos do conhecimento, da ação e da política.

Filosofia / Sociologia

Edições (1)

ver mais
Jamais Fomos Modernos

Similares

(9) ver mais
Cogitamus
Futuros Antropológicos
Por uma antropologia da mobilidade
Não-Lugares

Resenhas para Jamais Fomos Modernos (1)

ver mais
Contextualização geral do livro
on 27/8/16


Jamais Fomos Modernos é um livro de Latour escrito em 1991, a obra já foi traduzida para mais de 20 línguas e é considerada renovadora das discussões de antropologia, analisa o conceito de "moderno", que distinguiria a cultura ocidental dos demais povos que poderiam ser considerados selvagens, primitivos, basicamente não-ocidentais. No livro Latour afirma que nossa Modernidade jamais passou de um projeto e defende que tal projeto falhou. A primeira parte do livro é uma tentativa de mos... leia mais

Estatísticas

Desejam44
Trocam2
Avaliações 4.1 / 100
5
ranking 37
37%
4
ranking 39
39%
3
ranking 21
21%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

43%

57%

Lilian
cadastrou em:
04/12/2009 17:56:18
marcooscaioo
editou em:
13/11/2019 21:58:00

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR