Livro de Sonetos

Livro de Sonetos Vinícius de Moraes




Livro de Sonetos


(Edição de Bolso)




Os sonetos desse livro, publicado pela primeira vez em 1967, foram escritos ao longo de trinta anos, a partir do início da década de 30. Apesar do vasto espaço de tempo que os separa, eles guardam uma semelhança que vai muito além da submissão ao formato clássico: para Vinicius de Moraes, os sonetos eram uma via de acesso ao sublime, mesmo quando essa elevação se processava por meio da linguagem prosaica do cotidiano aparentemente banal.

Este é um atributo que sempre acompanhou o poeta: o poder de vislumbrar transcendência nas pequenas coisas. Nas mãos de Vinicius, os sonetos tornam-se um instrumento exigente e delicado, manejado com firmeza para sensibilizar a crista de banalidade que envolve o mundo real. Tornam-se ainda um recurso sofisticado que permite ao poeta contactar, com mais eficácia, a alma de outros artistas que tinha em alta conta, como Katherine Mansfield, Otávio de Faria, Cândido Portinari e Sergei Eisenstein.

Esta edição do Livro de sonetos reúne também nove sonetos inéditos, pescados no baú de raridades que Vinicius de Moraes deixou com a família e que hoje está sob a guarda competente do Museu de Literatura da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro. Se o autor os relegou à sombra das gavetas, eles agora ajudam a compor, com mais nitidez, o pano de fundo, a trama secreta que animou o espírito do poeta.

É justo falar em espírito, pois os sonetos de Vinicius de Moraes estão, em grande parte, imersos em dilemas metafísicos e impasses místicos. E naquele terreno pantanoso e fértil em que espírito e carne se confundem, conhecido por amor. Mesmo quando escreve a quatro mãos, com Paulo Mendes Campos, ou homenageia um amigo próximo como Rubem Braga, Vinicius não permite que seus sonetos percam de vista a face imutável do homem.

A leitura deste livro provoca dois tipos de prazer: o que vem da perfeição da forma, exercitada com elegância, e o que se produz na sua ultrapassagem, momento em que a forma é mero condutor para o enobrecimento da realidade.

Poemas, poesias

Edições (8)

ver mais
Livro de Sonetos
Livro de Sonetos
Livro de Sonetos
Livro de Sonetos

Similares

(22) ver mais
Palavras...
Poesias
Cem sonetos de amor
Antologia Poética

Resenhas para Livro de Sonetos (10)

ver mais
on 13/5/10


Há um quê na poesia de Vinicius de Moraes que ultrapassa qualquer tipo de cisma que tenha eu por esse tipo de escrita. É impossível não se emocionar com os poemas dele. Já tinha lido esse livro há algum tempo e, quando me deparei com ele na loja de novo, tive que comprar. Alguns sonetos merecem destaque. Alguns eu já conhecia, como "Soneto da Separação" (p. 15) e "Soneto de Fidelidade" (p. 31). Outros, foram para mim uma deliciosa descoberta: "Soneto a Quatro Mãos" (p.82), "Soneto de V... leia mais

Estatísticas

Desejam111
Trocam22
Avaliações 4.3 / 1.068
5
ranking 50
50%
4
ranking 32
32%
3
ranking 15
15%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

29%

71%

Cah
cadastrou em:
06/01/2009 23:48:02