A paixão segundo G.H.

A paixão segundo G.H. Clarice Lispector


Compartilhe


A paixão segundo G.H.





Considerado por muitos o grande livro de Clarice Lispector, A paixão segundo G.H. tem um enredo banal. Depois de despedir a empregada, uma mulher vai fazer uma faxina no quarto de serviço. Mal começa a limpeza, depara com uma barata. Tomada pelo nojo, ela esmaga o inseto contra a porta de um armário. Depois, numa espécie bárbara de ascese, decide provar da barata morta. Ao esmagar a barata, e depois degustar seu interior branco, operou-se em G.H. uma revelação. O inseto a apanhou em meio a sua rotina "civilizada", entre os filhos, afazeres domésticos e contas a pagar, e a lançou para fora do humano, deixando-a na borda do coração selvagem da vida. Esse desejo de encontrar o que resta do homem quando a linguagem se esgota move, desde o início, a literatura de Clarice. Mesmo sem ser um livro de inspiração religiosa, G.H. tem, ainda, um aspecto epifânico. Ao degustar a pasta branca que escorre da barata morta, a protagonista comunga com o real e ali o divino - a força impessoal que nos move - se manifesta. E só depois desse ato, que desarruma toda a visão civilizada, G.H. pode enfim se reconstruir. O escritor argentino Ricardo Piglia disse certa vez que toda a literatura pode ser reduzida a dois gêneros fundamentais: as narrativas de amor e as narrativas de mistério. Em G.H., essas duas claves básicas da ficção se entrelaçam. Pois é justamente a mistura letal de amor e mistério que chamamos de paixão. José Castello - jornalista, escritor e mestre em Comunicação

Ficção / Literatura Brasileira / Romance

Edições (16)

ver mais
A paixão segundo G. H.
A paixão segundo G.H.
A Paixão Segundo G.H.
A Paixão Segundo G.H.

Similares

(5) ver mais
Viagem ao país do futuro
As palavras e o tempo
Caixa especial Clarice Lispector - 18 Livros
Rien ne va plus

Resenhas para A paixão segundo G.H. (578)

ver mais
on 29/5/09


Na última entrevista que clarice deu a cultura no ano de sua morte, ela diz que um professor não conseguiu absorver a mensagem de seu livro, e que ironica e contraditoriamente uma garota de 17 anos o tinha como livro de cabeceira! Clarice não é uma questão de ser intelígivel, é sensorial! ... leia mais

Vídeos A paixão segundo G.H. (7)

ver mais
Resenha de A PAIXÃO SEGUNDO G.H., de Clarice Lispector

Resenha de A PAIXÃO SEGUNDO G.H., de Clarice

Resenha: A paixão segundo G.H., de Clarice Lispector (Projeto Ferrante Indica)

Resenha: A paixão segundo G.H., de Clarice Li

A Paixão segundo G H, de Clarice Lispector

A Paixão segundo G H, de Clarice Lispector

RESENHA | A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector #Clarice100

RESENHA | A Paixão Segundo G.H., de Clarice L


Estatísticas

Desejam1.576
Trocam27
Avaliações 4.2 / 7.736
5
ranking 52
52%
4
ranking 28
28%
3
ranking 14
14%
2
ranking 4
4%
1
ranking 2
2%

23%

77%

Alê | @alexandrejjr
editou em:
15/12/2021 14:00:11

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR