Poemas de Álvaro de Campos

Poemas de Álvaro de Campos Fernando Pessoa




Poemas de Álvaro de Campos


Obra poetica IV




O que faz de Alvaro de Campos, o heteronimo da modernidade, um excepcional e inquietante poeta é o fato de ser o homem da emocao. É o proprio Fernando Pessoa quem diz na famosa carta a Adolfo Casais Monteiro: Pus em Alvaro de Campos toda a emocao que nao dou nem a mim nem a vida.

Pode-se falar em 3 momentos distintos na poesia de Alvaro de Campos. Alias, Campos é o unico heteronimo de Fernando Pessoa que apresenta diferentes fases:

1- Campos pre-Caeiro

2- Campos euforico

3- Campos disforico

Alguns dos poemas encontrados neste exemplar: Opiario, Ode Triunfal, Tabacaria, Bicarbonato de Soda, Poema em linha reta, Passagem das horas, etc.

Literatura Estrangeira / Poemas, poesias

Edições (9)

ver mais
Poemas de Alvaro de Campos
Poemas de Álvaro de Campos
Poemas de Alvaro de Campos
Poemas de Alvaro de Campos

Similares

(4) ver mais
Navegar é preciso
A poesia completa de Álvaro de Campos
Poemas completos de Alberto Caeiro
Livro do Desassossego

Resenhas para Poemas de Álvaro de Campos (11)

ver mais
"Tenho febre e escrevo"
on 22/7/12


Álvaro de Campos é tudo aquilo que Fernando Pessoa não tinha coragem de ser, não por medo simplesmente por ele ser simples, culto e educado. As poesias do seu maior heterônimo eram escritos ao vômito, a febre, eram versos escritos de uma só vez, sem revisão ou reflexão. Era desabafo, tédio, era punk no sentido anarquista da palavra. É muito comum lermos sobre a influencia Walt Whitman com escritos longos e "barulhentos", ela existe, mas acredito que Álvaro de Campos era mais realista e... leia mais

Estatísticas

Desejam33
Trocam50
Avaliações 4.4 / 668
5
ranking 59
59%
4
ranking 24
24%
3
ranking 14
14%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

34%

66%