A Chama ao Vento

A Chama ao Vento T. H. White


Compartilhe


A Chama ao Vento (O Único e Eterno Rei #4)





Seria inconcebível o sucesso extraordinário de histórias como O senhor dos anéis e Harry Potter sem que, antes delas, existisse a seminal e insuperável obra de T.H. White O único e eterno rei. Esta versão definitiva da lenda arturiana, lida e amada por todas as gerações e fonte generosa de inúmeras outras obras no cinema, no teatro e na literatura, é uma influência cultural decisiva do nosso tempo. Ajudou a vestir o mito com o impacto dos modernos recursos da narrativa e a resgatar a grandeza da leitura, insuflando nas brechas da precariedade da vida provisória e descartável da sociedade industrial o sopro ancestral da História temperada pela magia.
Este quarto volume, continuação de O cavaleiro imperfeito, traz a vingança de Morgause e seus filhos - Mordred, especialmente - contra Arthur, Lancelot e Guenevere. O rei estabelece um sistema de justiça através da Inglaterra e Mordred o usa contra o próprio Arthur ao descobrir a traição de Guenevere ao flagrá-la com Lancelot. Nessa guerra desesperada de pai contra filho são apresentadas as idéias de Bem e Mal segundo a moral arturiana.
Um livro delicioso, cheio de humor e magia, que nos leva por situações de tirar o fôlego. E que, felizmente, não terminou. Ao fechar A chama ao vento, já sabemos que nosso prazer e a história continuarão para nossa felicidade como leitores, a magnífica saga do Rei Arthur prosseguirá em O livro de Merlin, quinto volume da saga O único e eterno rei.

Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
A Chama ao Vento

Similares

(12) ver mais
A Morte de Artur
A Espada na Pedra
A Rainha do Ar e das Sombras
O Cavaleiro Imperfeito

Resenhas para A Chama ao Vento (6)

ver mais
on 6/7/12


A coleção em cinco volumes O único e eterno rei, do inglês Terence Hanbury White, criada na primeira metade do século XX, se destaca das demais obras escritas anteriormente sobre as lendas arturianas por sua inovação, com uso de conceitos pouco habituais ao tema, além de denotar uma postura antibelicista e Naturalista, que é demonstrada na obra gradativamente, variando da literatura infanto-juvenil à literatura épica. Considerada por muitos como a versão definitiva da lenda do Rei Arth... leia mais

Estatísticas

Desejam384
Trocam1
Avaliações 4.3 / 146
5
ranking 51
51%
4
ranking 32
32%
3
ranking 13
13%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

35%

65%

Piarelly
cadastrou em:
10/01/2009 00:55:28