Irmandade dos Sem Futuro

Irmandade dos Sem Futuro Nia França




PDF - Irmandade dos Sem Futuro


Um livro indicado para: Rebeldes sem causa, deprimidos, alcoólatras, pervertidos, e nerds fanáticos por teorias mirabolantes e finais de explodir a cabeça! Aviso legal, não use substâncias ilícitas durante a leitura, o livro por si só já é uma droga.
Um jovem ladrão que aos 19 anos precisa cuidar da mãe doente comete pequenos delitos pelas ruas noturnas da clássica e sombria Londres de 1977, tudo isso com a ajuda de uma figura mítica e misteriosa que o acompanha desde a infância: Elaykan, cujo nome é angelical e o humor demoníaco. Mas sua estranha rotina de roubos, altas doses de café e LSD, podem se tornar ainda mais estranhas com a chegada de Nina: uma garota que jura precisar de Pitter para se comunicar com alguém de outra dimensão.
Em meio a todo esse tecido de eventos caóticos, Pitter, o único que misteriosamente consegue se conectar com outros planos da realidade, se vê cada vez mais perdido dentro das próprias paranoias, sem saber ao certo o que é real ou em quem deve confiar. Ao lado de Nina, terá de enfrentar o pior dos desafios de sua vida: combater O Mal Oculto, O Dono do Caos, O Grande Manipulador de Histórias, Senhor do Tempo e de todas as coisas.
E de preferência, voltar à tempo de pedir um café expresso na Rock'ey.

• 1° lugar ficção científica Prêmio Ônix
• Melhor final/ Plot Twist: voto popular
• 1° lugar terror psicológico: ranking online de livros independentes





Irmandade dos Sem Futuro

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Irmandade dos Sem Futuro (37)

ver mais
Niente è vero, tutto è permesso

Quão bom é saber que duas histórias podem sair do mesmo ponto de partida, tratar dos mesmos assuntos de maneiras tão distintas e mesmo assim encantarem? Como se a mesma fagulha de criatividade tivesse abordado a Nia França, passeado por vários lugares do mundo e depois de um tempo, também me cutucado. (Deixo aqui um auto-elogio, admito ao citar Yamesh — afinal amo minha história), mas também me apaixonei pela história do Pitter. A Irmandade dos sem futuro conta a história de pitter...