Mal-Entendido em Moscou

Mal-Entendido em Moscou Simone de Beauvoir




PDF - Mal-Entendido em Moscou


Um livro inédito de Simone de Beauvoir, publicado pela primeira vez na França em 1992.

André e Nicole, dois professores universitários aposentados que sentem o peso da idade, viajam para a União Soviética pela segunda vez na vida. Lá, encontram a filha do primeiro casamento de André, Macha, uma mulher decidida que vive na grande experiência do socialismo do século XX. Assim, inicia-se uma série de mal-entendidos relacionados a questões individuais e coletivas - a não comunicação, a ideia de envelhecer, o amor de longa data, o papel e a identidade da mulher, as expectativas políticas etc.

Mal-entendido em Moscou, que se vale das experiências de Simone de Beauvoir e de seu marido, Jean-Paul Sartre, em viagem à União Soviética, é um tocante relato sobre decepções políticas e sentimentais que lançam uma luz sobre a singularidade de nossa existência.

"Neste texto inédito, Simone de Beauvoir narra a crise existencial suprema. "
Le Figaro

- Diversos livros da autora figuram entre os livros mais importantes do século XX.
- O texto de orelha do livro é assinado por Rinaldo Gama.





Mal-Entendido em Moscou

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Mal-Entendido em Moscou (1)

ver mais
Mal-entendido em Moscou (Simone de Beauvoir) | Isabella Candido

Mal-entendido em Moscou (Simone de Beauvoir) | Isa


Resenhas para Mal-Entendido em Moscou (40)

ver mais


Meu primeiro da Simone de Beauvoir, e estou encantada! Nunca vi ninguém misturar dois pontos de vista tão bem quanto ela fez em « Mal-Entendido em Moscou ». É uma leitura extremamente interessante e agradável! Além disso, a autora foi super feliz em suas provocações. A falta de comunicação, a postura pessimista diante do fim da vida e a baixa autoestima dos personagens são hiper frustrantes, e as críticas políticas e sociais super pertinentes, como era de se esperar....