Velocidade

Velocidade Dean Koontz




PDF - Velocidade


Billy Wiles é um rapaz pacato e trabalhador que leva uma vida calma e comum. Mas isso está prestes a mudar. Certa noite, após o seu turno de trabalho como barman, ele encontra no limpador de pára-brisa de seu carro um bilhete datilografado:

. "Se você não levar este bilhete à polícia nem envolvê-la, vou matar uma linda professora loura em algum lugar do condado de Napa. Se levar este bilhete à polícia, matarei uma mulher idosa que faz obras de caridade. Você tem seis horas pra decidir. A escolha é sua."

Parece uma brincadeira doentia, e Lanny Olsen, um policial amigo de Billy, concorda com isso. Seu conselho a Billy era ir para casa e deixar aquilo de lado. Além do mais, os que eles poderiam fazer mesmo se levassem o bilhete a sério? Nenhum crime havia sido cometido. No entanto, menos de 24 horas depois, uma jovem e bela professora loura é encontrada morta, e Billy é o culpado: ele não convenceu a polícia a se envolver no caso. Agora ele tem um novo bilhete, um outro prazo, um outro ultimato... e duas novas vidas por um fio.





Velocidade

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Velocidade (1)

ver mais
Velocidade, de Dean Koontz | Leitor97

Velocidade, de Dean Koontz | Leitor97


Resenhas para Velocidade (24)

ver mais
Num fôlego só!


Koontz é daqueles escritores que tem "mania de Stephen King". Descartando o fato de escrevem sobre os mesmos assuntos ( Fantástico / Terror / Suspense ), os dois têm o dom de estragar a segunda metade de suas estórias. Eu diria mais, eu diria que um cara que escreve sobre um palhaço assassino bizarro-sai-pra-lá-credo-em-cruz-não-vou-dormir e no final o transforma em uma aranha gigante, só pode estar de sacanagem! Prazer, este é Stephen King. Koontz por sua vez tem Dickens na veia e t...