Oração para Desaparecer

Oração para Desaparecer Socorro Acioli




Resenhas - Oração para desaparecer


389 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Flávia Menezes 24/12/2023

EU SEREI BOA, POR TODAS AS VEZES QUE EU NÃO PUDE SER.
?Oração para Desaparecer? não é um livro apenas, mas uma verdadeira obra de arte escrita pelas mãos mágicas da jornalista e escritora brasileira, doutora em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (e bruxa!), Socorro Acioli.

É curioso perceber como os livros têm essa capacidade de ?nos encontrar? nos momentos em que mais necessitamos deles. E quando uma amiga querida aqui no Skoob (obrigada querida Karenzinha!) o adicionou, e a capa me chamou tanto a atenção a ponto de despertar a minha curiosidade o suficiente para ler a sinopse, eu já havia sido tocada pelo seu encanto.

Mas ainda assim (eu confesso!), hesitei em iniciar sua leitura ainda este ano, achando que sua trama seria demasiada triste para essa época de festas de fim de ano, quando me deparei com um post do Pedro Bial no Instagram falando justamente sobre este livro. Confesso que neste momento, minha curiosidade por ele aumentou ainda mais, e acabei por me render em resposta ao seu chamado.

Ouvi recentemente de alguém que me é muito caro que sou demasiadamente emotiva nas minhas leituras, e que quando uma obra não me desperta emoções, eu a descarto na velocidade da luz. Como uma verdadeira amante dos livros e aprendiz da vida sedenta em aprender coisas novas todos os dias, eu sei que preciso melhorar a minha forma de ver um livro, e me permitir ir além do desconforto para alcançar a verdadeira arte que chega apenas em palavras, mesmo que elas não contenham muitas emoções.

Eu compartilho aqui a minha vivência pessoal, apenas para lhes dizer o seguinte: este livro não é o caso! Porque este não é um livro apenas para ser lido e compreendido, mas uma verdadeira experiência sensorial e extracorpórea que te fará ir além do presente, mergulhando em cada uma das 10 trilhões de células e de cada um dos 7 octilhões de átomos que aproximadamente compõe o seu corpo, para revisitar o passado de todos aqueles que compõe a sua história de vida e formam a linhagem da qual você pertence e é por ela se constitui.

Socorro Acioli estudou com ninguém menos do que Gabriel García Marquez, sendo apontada como uma herdeira brasileira do realismo mágico, e em ?Oração para Desaparecer? conseguimos sentir com exatidão como no plano da linguagem, sua escrita vai ganhando forma até alcançar o pulsar da vida através da utilização de símbolos e metáforas que transportam esse enredo repleto de eventos mágicos que vão acontecendo com os seus personagens.

A narrativa é emotiva e bastante poética, sendo dividida em três partes, onde iniciamos e encerramos o livro ouvindo a voz suave de Joana Camelo, a protagonista desta história, a deixando apenas por um instante para na segunda parte poder ouvir a voz de dois de seus amores que nos ajudarão a compreender a Joana através dos olhos daqueles para quem ela foi muito mais do que alguém que cruzou os seus caminhos.

A primeira parte do livro é composta pelo caos, onde pequenos fragmentos de memórias e acontecimentos nos são apresentados para que assim como Joana, possamos nos permitir a confusão, abandonando totalmente a necessidade de obter respostas para compreender os efeitos profundos da desordem de quem perde a memória, e com ela, a sua própria identidade.

Já na segunda parte, depois de termos nos esvaziado de tudo o que nos compõe, ficando apenas diante desse quebra-cabeças da vida ao qual até o presente momento não iniciamos a sua montagem, mas apenas separamos suas peças, entendendo algumas das imagens desmembradas que formarão o todo, é quando (enfim!) recebemos a caixa desse quebra-cabeça, com a imagem que tanto esperávamos para iniciar a sua montagem. Nesta parte, entendemos que todos nós temos um passado, um lugar de onde viemos, e de como são todos os eventos bons e ruins que fazem de nós quem somos. Assim também é com a Joana, e como é bonito conhecer a sua história que tanto esperamos por conhecer.

E na terceira parte (e a final), quando cada peça conheceu o seu devido lugar, e toda a imagem fragmentada agora pode saltar completa e absoluta diante dos nossos olhos, é que podemos compreender o todo do qual ela é feita. E que belo é perceber como um todo resulta de pequenas partes confusas que separadas nada nos dizem, mas quando unidas, formam uma imagem completa e bela que agora sim podemos admirar. Nesta parte, Joana irá nos falar sobre como todos nós temos um passado que é importante e que precisamos aceitar tudo o que ele compõe para a partir daí podemos dar um passo adiante para enfim viver o nosso futuro.

São tantas as lições e reflexões que esse livros nos faz ter, e tudo isso só é possível depois de um árduo trabalho que a autora iniciou em 2006, e que depois escreveu e reescreveu por dedicados 6 anos, nos oferecendo uma verdadeira obra de arte, que muito nos ensina sobre o poder existencial da identidade e da força de todas as vidas que nos rodeiam possuem de influenciar (tanto para o bem quanto para o mal) o destino que inevitavelmente deveremos seguir.

?(...) o que sou me aparece pelo olhar do outro e cada um tem uma opinião distinta.?

Quando li essa frase me lembrei exatamente do que disse acima. De como as pessoas nos vêem através do que vamos comunicando a elas por palavras ou gestos, e como são distintas as opiniões que cada uma têm de nós. Enquanto alguns podem amar a nossa forma emotiva de nos conectarmos às leituras, para outros, estamos mesmo é negligenciando toda a beleza daquilo que o autor escreveu que não tem a ver com conexão, mas com sua própria identidade muito mais objetiva e direta que perpassa o que sentimos para ser o que compreenderemos ao final.

E nessas contradições, ao final, ninguém está totalmente certo ou errado. Apenas esta é a forma que as tocamos nesta vida. E foi isso que Joana Camelo me ensinou neste livro.

Mas este não é o único ensinamento, pois o mergulho que Socorro nos propõe na cultura indígena é de uma beleza indescritível, que nos faz perceber o quanto os preconceitos são forças negativas que nos arrastam para um fechamento nesta vida que se assemelha ao nada da morte em vida.

Isso me fez pensar em algo que carrego dentro de mim, que o que me faz amar as pessoas são as qualidades que possuem, mas que são os seus defeitos que verdadeiramente conquistam o meu respeito. E é assim que devemos mesmo viver as nossas vidas, porque pelos diversos ângulos dela pelo qual seremos vistos, poderemos ser tanto o bem quanto o mal, o céu ou o inferno, e tudo dependerá de como aquele que nos vê, nos enxergará.

?(...) o grande erro da vida é perguntar para onde vamos. Isso não importa. O certo é decidir com quem.?

Com essa bela frase me despeço da Joana e de todos aqueles que lhes são caros, agradecendo à Socorro Acioli por esse grande presente de fim de ano. Agora é chegada a hora de iniciar a minha Oração para Desaparecer, para que uma nova Flávia possa renascer para um novo tempo que irá se iniciar com o novo ano de 2024 que se aproxima, virando a esquina.

Aproveito essa última resenha do ano para desejar a todos os que até aqui ficaram comigo um abençoado Feliz Natal e uma passagem de ano repleta de paz para que o seu 2024 chegue com muitas coisas boas, trazendo um Novo Ano cheio de alegrias, saúde e boas realizações!
Vênus_Alice 24/12/2023minha estante
Que resenha incrível, sem palavras! Me conquistou e quero ler ?


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Minha querida Alice, muito obrigada pelas palavras! E leia sim! Esse eu recomendo sem medo algum!
Feliz Natal, minha querida. E um ótimo Feliz Ano Novo! ???


Vênus_Alice 24/12/2023minha estante
Feliz Natal querida, adoro que voltou a postar aqui, me sinto bem ao ler seus textos. Um Feliz ano novo, desejo ótimas leituras para nós em 2024! ???


Pri.Kerche 24/12/2023minha estante
Linda resenha. Despertou vontade de ler o livro


Craotchky 24/12/2023minha estante
Mais uma resenha sensacional, Flávia. Sua analogia do quebra-cabeça é muito eficiente para dar uma ideia de cada parte da obra. Gostei da mudança de perspectiva da segunda parte.
Além disso, adoro quando você parte da obra pra tecer reflexões, dissertando em torno delas.
Como já sabe, esse livro está no meu horizonte.
Obrigado pelo texto inspirador.


Karen.V 24/12/2023minha estante
Termino de ler essa resenha com os olhos marejados?
Amiga, a alegria que sinto é imensurável por saber que essa leitura tocou a sua alma tão profundamente ?
Obrigada por nos presentear com uma resenha tão cheia de encanto e doçura. Obrigada por todo carinho. Obrigada por ser essa mulher incrível que tantas coisas lindas transmite através das palavras.
Que você tenha um Natal muito abençoado, repleto de luz, amor, paz, saúde e esperança ??


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Saiba que a recíproca é verdadeira, querida Alice! ?????


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Pri, muito obrigada pelas palavras! Leia mesmo. Esse livro foi um achado mais do que feliz para esse fim de ano.
Feliz Natal e um próspero Ano Novo! ?????


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Filipe meu querido, agradeço muito pelas suas palavras. Você tem uma precisão em analisar que é gostosa de ler. E agradeço mesmo pela vinda aqui hoje trazer essas palavras em forma de presente!
Feliz Natal e um ótimo Ano Novo! ?????


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Amiga Karenzinha!!! Que presente de Natal esse comentário!!! Me deixou muito emocionada!???
Obrigada pela companhia esse ano por aqui. Obrigada por ser tanto gentil, doce e inspiradora. Obrigada pelo carinho de sempre. Um prazer ter te conhecido e ter feitos essas trocas de dicas de leitura por aqui.
Um Natal muito abençoado e um Ano Novo repleto de alegrias!!! ?????


brunadlm 24/12/2023minha estante
Toda vez que encontro uma resenha sua, sinto que assinei o Skoob Premium! ? Obrigada por compartilhar palavras tão lindas (não só nessa resenha). Que você tenha um feliz natal e um ótimo ano novo. ??


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Bruninha, que presente de Natal o que você escreveu!! Nem sei como agradecer tanto carinho assim! ???
Minha querida, obrigada mesmo pela presença, pelas trocas que são essa parte tão gostosa desse Skoob. Tenha um Natal muito abençoado e um Ano Novo repleto de muitas bençãos! ???????


Yasmin V. 24/12/2023minha estante
Amei a resenha!! ?? Já quero ler tudo da Socorro Acioli!!

Feliz Natal, Flávia!! ???


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Yasmin querida, muito obrigada pelas palavras!! ?
Estou igual a você: quero ler tudo da Socorro Acioli. Que escrita maravilhosa!
Tenha um Feliz Natal!!! ?????


Ana Sá 24/12/2023minha estante
Que jeito bonito de desejar Feliz Ano Novo! ??

Que venham nossas metas de 2024, estarei aqui! :)


Flávia Menezes 24/12/2023minha estante
Obrigada, amiga Ana!!! ?
Que venham metas e boas trocas em 2024! Estarei contigo também. ???


Cleber 26/12/2023minha estante
Que resenha incrível! Obrigado por despertar a vontade de ler todos os livros da Aciole.


Flávia Menezes 26/12/2023minha estante
Cleber, muito obrigada!!! Esse livro da Socorro foi uma grata surpresa, e despertou com facilidade exatamente isso que você disse: a vontade de ler tudo o que ela já escreveu! ?


Jlaion 31/12/2023minha estante
Exatamente tudo que vc disse é o que sentimos ao ler esse livro/presente como gosto de chamar


Flávia Menezes 31/12/2023minha estante
Verdade, José! Socorro foi uma escritora primorosa em nos oferecer esse presente!




taisbellini 21/09/2023

Envolvente, profundo, rico
Que livro! Li em exatos 2 dias, simplesmente não consegui parar de ler. Uma ficção muito bem construída, riquíssima em pesquisa e cultura, com uma narrativa extremamente envolvente. Socorro Acioli entrega muita dedicação e isso é visível em cada palavra do livro. Recomendo muito!
comentários(0)comente



helodoll 04/05/2024

Gratidão Paulo Ratz por indicar essa obra prima em seu canal
Socorro Acioli, nos presenteia com uma verdadeira obra de arte em "Oração para Desaparecer". A narrativa poética e envolvente se desdobra em três partes, mergulhando na vida de Joana Camelo e seus amores. O livro não é apenas para ser lido; é uma experiência sensorial e extracorpórea que nos faz refletir sobre identidade e pertencimento, entrelaçando realismo mágico com símbolos e metáforas que transmitem eventos mágicos. A autora nos arrebata com seu realismo mágico luso-cearense e constrói uma trama de renda rica em emoções, nos conectando de forma vertiginosa com temas como memória, identidade e amor.

Acioli habilmente tece uma história que ecoa influências de Gabriel García Marquez e outros mestres do realismo mágico, enquanto mergulha na cultura indígena e nas relações entre Brasil e Portugal. A jornada de Aparecida, uma mulher misteriosa, nos conduz por um caminho intrigante, revelando segredos e mistérios ao longo do enredo. A narrativa celebra ancestralidade e pertencimento, entrelaçando oralidades cearenses e lusitanas em uma prosa ritmada. "Oração para Desaparecer" é uma leitura envolvente que nos desafia a refletir sobre as escolhas que moldam nossas vidas e a importância de aceitar nossa história para seguir em frente.
comentários(0)comente



Larissa Verena 17/12/2023

Me apaixonei pela escrita da Socorro com A Cabeça do Santo e esse livro só confirmou o quanto ela é maravilhosa.
O livro é poético do título à última página.
Temas como identidade, imigração, pertencimento, invisibilidade de tradições e cultura de um povo e duas belas histórias de amor são tratados de forma profunda e sensível, conectando o leitor com a história de forma arrebatadora.
Achei a oração, mesmo não sendo a verdadeira, linda e emocionante.
Quem conhece a autora sabe da sua conexão com Gabo e seu realismo mágico, mas fica claro a referência a outros autores fantástico com Saramago e Agualusa.
Ansiosa por mais obras de Socorro Acioli.
comentários(0)comente



Marcos774 25/02/2024

Só posso fazer uma coisa agora: renascer mais uma vez
A trama nos apresenta Cida, uma mulher misteriosa que surge de maneira intrigante em Portugal. À medida que ela busca desvendar seu passado, somos levados a uma jornada para descobrir mais sobre quem ela é e como sua história se desenrola. O enigma que envolve Cida promete capturar a atenção dos leitores, revelando segredos e reviravoltas ao longo do caminho.

O livro me envolveu completamente, especialmente ao descobrir que muitas das histórias compartilhadas por Socorro são baseadas em fatos reais. A imersão nos mistérios dos Tremembés e na devoção a Nossa Senhora da Conceição oferece uma aprendizagem fascinante. A parte 1 e 2 são habilmente desenvolvidas, mas confesso que senti o final um tanto apressado, talvez beneficiado por algumas páginas extras para uma conclusão mais elaborada.
Mama_ 25/02/2024minha estante
Esse livro é esplêndido!




Thaís Bueno Serafim 30/01/2024

Esse foi o livro de Setembro da Tag Curadoria de 2023 e meu primeiro contato com a escrita da Socorro Acioli. O livro tem intertextualidade com as obras de José Eduardo Agualusa e de José Saramago, com linguagem bem poética é resultado de mais de 10 anos de pesquisa.

Foi uma leitura que me cativou bastante. Repleta de elementos fantásticos ligados à nossa cultura é um resgate de nossa história.

Dividido em três partes, o livro se passa entre Brasil e Portugal. Partindo do "renascimento/ressurreição" da protagonista recupera questões ligadas à nossa colonização pelos portugueses (entre elas destaca-se a imposição da religião católica/cristã e a criminalização das religiões de matriz africana.

Como sempre a edição está um primor e adorei como ao longo da leitura entendemos a escolha das imagens que compõem a capa.

Citações
"Viver é sempre isso, fazer o que se pode." (p. 69)

"(...) os tolos ainda acham que é possivel um amor completo, que nos complete, e sempre falta tanto. (...) Acredito que as pessoas seriam mais felizes no amor se aceitassem as renúncias que ele impõe e bem todo mundo aceita." (p. 73)

"Os olhos não alcançam tudo, há uma parte da vida que só as almas podem ver." (p. 87)

"Entender o próprio país é uma das coisas mais importantes para entender o resto do mundo." (p. 88)

"- Então a partir de agora serei uma invenção?
- Todos nós somos a invenção de alguém." (p. 89)

"(...) Eu tenho o direito de saber.
-Mas não vais saber, menina. A vida é isso, não sabemos nunca e mesmo assim vivemos, percebes? Ainda não percebeste que é assim que funcionam as coisas?" (p. 110)

"A vida é feita de palavras, elas explicam e fazem nascer e morrer." (p. 111)

"Nunca se entende tudo de uma vida, muito menos de uma travessia." (p. 171)

"Não há como controlar a vida quando o que tem que ser vem com força.
- E o que você acha que tinha que ser?
- Aprender que sou forte. Esquecer que sofri. Ter coragem. Entender que às vezes a única coisa que podemos fazer é o melhor possível, mesmo que pouco, dentro do dia que estamos vivendo." (p. 191)

site: https://www.instagram.com/p/C2n1YifLqXJ/
comentários(0)comente



dai bugatti 20/04/2024

?O amor é maior que o mar inteiro?
Poético, sensível e lúdico na medida certa. Muito bem escrito, meu primeiro contato com uma obra da Socorro Acioli e já estou ansiosa pelas próximas. Frases de impacto. Ótimo poder acompanhar Cida e, em sua outra vida, Joana.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Marcelo 29/01/2024

Resenha publicada no Booksgram @cellobooks ?
Novo livro de Socorro Acioli, o livro começa nos apresentando uma protagonista que emerge de uma cova em terras estrangeiras, em um estado de desconforto e confusão. Mais uma vez a autora nos envolve e nos encanta em uma trama intrincada que se desdobra entre o realismo mágico, a religiosidade e a busca pela identidade.

A história desenrola-se em Portugal, onde uma mulher brasileira é resgatada por Fernando e Florice, um casal que há décadas lida com os chamados "ressurrectos" ? indivíduos que escaparam por um triz da morte e ressurgiram em um local distinto. A protagonista, sem lembranças de seu passado, é apresentada a um mundo onde as feridas são tratadas, o passado é revelado por meio de sonhos e a busca por uma nova identidade é conduzida com base nas orientações transmitidas por gerações passadas.

A inspiração da autora na notícia real sobre uma igreja no Ceará que ficou soterrada por 45 anos, adiciona uma camada de autenticidade à história, conectando passado e presente de maneira habilidosa.

Uma historia envolvente e curiosa, que mais uma vez nos leva para um mundo de misticismo e magia, sem abrir mão das raízes brasileiras.
comentários(0)comente



Ramon 02/09/2023

Impecável!
Impressionante como esse livro é bom, desde a(s) narrativa(s) em forma de entrevista até o desenrolar do enredo que te prende desde o início e faz querer mais! Muito impecável, muito gostoso de ler, muito envolvente. Um realismo mágico carregado de religiosidade de uma maneira muito preciosa e colocando o holofote brilhantemente nos povos originários. Viva a literatura brasileira!

"[...] dizem que as palavras determinam o fado, sem ideia de quem as escreve, de quem decide, ou se nós decidimos, até que ponto há ilusão na ideia de controle da vida."
Rimylles.Silva 08/09/2023minha estante
Estou na metade! Amando a leitura!




spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gabriel.Milli 13/04/2024

Maravilhosoo
Comecei totalmente confuso com essa leitura, mas devagar as coisas foram clareando e foi me apegando e me apaixonando por essa história belíssima que trás a reflexão que nós podemos sempre recomeçar em meios aos tumultos da vida, msm sem querer recomeçamos.
Recomendadissimo
comentários(0)comente



henriqueacastro 26/04/2024

Resenha
Este livro é simplesmente incrível, cativante do início ao fim.

A autora com uma sensibilidade impressionante, evoca um desejo ardente de explorar mais sobre os lugares e personagens apresentados.

Deixa uma marca duradoura em nossas mentes e corações.

Altamente recomendado.
comentários(0)comente



alineaimee 04/04/2024

Realismo mágico luso-cearense
?O barco de cada um está em seu próprio peito?. (provérbio macua)

?O sonho é o olho das almas?. (p.189)

?Oração para desaparecer? é o segundo romance de ficção literária da escritora cearense Socorro Acioli (a autora publicou diversos livros infantis). Lançado em 2023, este romance conta a estória de Cida, uma mulher que, de certo modo, revive misteriosamente noutro continente.

Retornando ao realismo mágico que caracterizou seu livro anterior, ?A cabeça do Santo?, Acioli trama uma narrativa deliciosa, reunindo elementos folclóricos e lendários do nordeste brasileiro e portugueses: encantados, igrejas soterradas, santas disputadas, cultura tremebé. Consciente das relações profundas entre Brasil e Portugal, a autora é capaz de fazer soar a melodiosa voz que une esses dois mundos ? de Nossa Senhora da Conceição à Umbanda ? que torna as noções de pertencimento e ancestralidade tão nuançadas.

Não é à toa que falo de voz: se orações, tradicionalmente, são entoadas em voz alta, Acioli também procura recriar uma espécie de poesia, de ritmo, que conjugue as oralidades cearense e lusitana aos cantos rituais Tremembé.

?Saí de um buraco na terra de Almofala, em Portugal. Estava nua e careca, só usava um colar de búzios. Não sei meu nome. Fui salva por um casal de idosos. Tenho cortes e marcas de violência no corpo. Sou brasileira. Consigo ver os mortos. Não lembro de nada. Acredito em Deus.? (p. 34)

Com ecos de outras estórias fantásticas, como ?Pedro Páramo?, do mexicano Juan Rulfo, e ?O vendedor de Passados?, do angolano José Eduardo Agualusa, Acioli vai costurando sua produção a ramos genealógicos: tudo em seu livro evoca passado, influências, histórias, tradições. Talvez por isso o romance se torne um tantinho mais didático na parte final. Senti o apego da escritora ao que ela precisava revelar.
Felizmente, isso não chegou a abalar o prazer da leitura. Fui envolvida pelas imagens dos sonhos de Cida, pela cooperação das trigêmeas Marias, pelas paisagens que desafiam a razão. E ainda mais pela agência da protagonista, que consegue respeitar seus elos e raízes sem se deixar determinar por eles. Afinal, se ?Nunca se entende tudo de uma vida, muito menos de uma travessia?, como nos explica a pajé Tremembé Malba, será que adianta se torturar diante das escolhas que precisam ser feitas?

*resenha publicada originalmente no Instagram @alineaimee
comentários(0)comente



389 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR