O Mundo de Sofia

O Mundo de Sofia Jostein Gaarder




Resenhas - O Mundo de Sofia


716 encontrados | exibindo 451 a 466
31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 |


Alice 31/01/2013

Filosofia, ficção e mistério. Essas três palavras fazem uma síntese do que se encontra em cada página da magnífica obra de Jostein Gaarder: O Mundo de Sofia. Sofia é uma garota que começa a receber cartas de um professor anônimo de filosofia que intenta lhe passar ensinamentos sobre esse campo do pensamento e da existência humana. O livro trás a história da filosofia desde seus mais remotos primórdios até os mais recentes pensadores, com uma cronologia descomunal. O autor expõe, paulatinamente, cada um dos principais filósofos que revolucionaram o modo de pensar da época em que viveram e deram novas diretrizes às gerações futuras de pensadores; os quais, por sua vez, redirecionaram esse pensamento exercendo outras influências para novos filósofos. Seguindo essa linha, inicia-se o trilhar do enredo do livro para além da apresentação da história da filosofia. Passa-se então a envolver mistérios, sempre trazendo exemplos e maneiras pelas quais os pensamentos excessivamente teóricos de algumas segmentos da filosofia, sejam aplicados à realidade.

É uma trama densa. Se assemelha no início a livros didáticos de filosofia. Não obstante, faz-nos pensar e refletir, analisar e, sobretudo, gostar de filosofia e atribuir real importância a ela. É um jogo fascinante de apresentação de teorias, seguidas de contra teorias e mais teorias. Questões chaves que levaram centenas de milhares de anos sendo discutidas são apresentadas sucintamente e acabamos por refletir de modo profundo sobre elas. É inescapável.

A obra nos faz viajar não só no momento da leitura, mas também em outros momentos quando nos lembramos de certa possibilidade que foi sugerida por um filosofo. A filosofia tem esse poder, e eu o descobri lendo O Mundo de Sofia. Por várias vezes me peguei imersa em pensamento, inteiramente absorta. A depender de nossa própria vontade, o livro tem capacidade de afiar nosso senso crítico fazendo-o ser mais incisivo e audaz, principalmente quando se refere a temas que aludem questões filosóficas.

Para quem ainda não leu, fica minha indicação.
comentários(0)comente



Fernanda 22/08/2011

Minha opinião sobre o livro
A visão do filósofo era realmente interessante, porém achei o livro muito cansativo. Sim, a linguagem era simples e facilmente entendida, mas era realmente muito cansativo. Não consegui ler até o final. Ficava com dor de cabeça depois de ler 10 páginas. Essa é a minha opinião. Eu respeito a opinião de todos, então não julgo quem gostou (até porque várias pessoas que eu conheço gostaram do livro).
Obrigada por esse espaço aqui! Realmente precisava me expressar sobre este livro.
comentários(0)comente



Joca 15/05/2009

Um livro obrigatório para a vida
A obra introduz o universo do pensamento humano. Sem ter conhecimento do que, de forma extremamente simples, é passado nesse livro, acho que nenhum ser humano pode ser completo.

Leitura obrigatória!

Tem gente que não suporta a parte da Filosofia. Tem gente, como eu, que não aguentava a parte da ficção. Mas a partir do meio, ambos ficam interessantes. Mas o que é imprescindível é a compreensão do "curso de filosofia" embutido nesse romance originalíssimo. Obra genial.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



sjmarcel 29/08/2010

Espetacular
Um livro que mereceria uma nota acima de 5 estrelas, essa seria uma obra que ganharia esse conceito. O livro é espetacular, uma didática ímpar com um conteúdo singular. Indispensável para a biblioteca de qualquer estudante de filosofia. Indubitavelmente o melhor!
comentários(0)comente



Angélica 18/02/2013

Dava para ser um livro sem reclamações, mas...
A história é bonita, rica e instigadora. Você realmente se interessa no começo, e sendo otimista, no meio do livro. Você é transportado para o mundo encantador de Sofia, com suas informações inteligentes e divertidas. Acontece que no meio disso tudo você se perde, "literalmente". Ele começa a voltar no inicio da história, mistura um monte de coisas e a dor de cabeça toma conta. Uma pena! Já que no principio me empolguei de verdade (Até me convenci -Na época- de que se algum dia tivesse uma filha, ela se chamaria Sofia).
De qualquer forma, me recusei em dar uma avaliação menor que três estrelas. Simplesmente porque a história se contada de uma maneira mais objetiva me deixaria satisfeita e feliz.
comentários(0)comente



Adriana 12/01/2011

"O Mundo de Sofia" de Jostein Gaarder conta a história de Sofia Amundsen que às vésperas de seu aniversário de quinze anos, começa a receber bilhetes e cartões-postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem ela é e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para uma tal de Hilde Knag, jovem que Sofia igualmente desconhece.

O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida desse romance sobre a história da filosofia ocidental - dos pré-socráticos aos pós-modernos.

Bem, faz alguns anos que eu queria ler esse livro, desde que eu li "O Dia do Coringa", mas só agora tive a oportunidade, pensei muito antes de escrever essa resenha, afinal se trata de um livro de Jostein Gaarder, e muitas pessoas consideram esse seu trabalho principal, eu na verdade prefiro "O Dia do Coringa", e como eu tenho uma opinião bem contraditória sobre o livro vou dividi-lo em duas partes e dar a minha opinião sobre elas seperadamente.
Restante da resenha no blog: http://hobbyecletico.blogspot.com/2011/01/o-mundo-de-sofia-jostein-gaarder.html
comentários(0)comente



Dani Vieira 13/01/2009

o inicio do livro é bom, mas depois ele se torna muito cansativo!é legal pra quem gosta de filosofia, socrátes, enfim...
eu li pra escola e nao gostei muito! me deu sonoo =O
comentários(0)comente

Luciana Mara 14/01/2009minha estante
Concordo com você.

Só quem gosta de filosofia consegue terminar de ler. Eu que não gosto não consegui.




Mari 23/11/2010

Li "O Mundo de Sofia" dos 13 para os 14 anos, lembro que demorei de novembro a fevereiro para lê-lo, consigolembrar desses detalhes pois foi um livro que me marcou muito: foi meu primeiro livro sem figura, e o primeiro com mais de 200 paginas, e alem disso me abriu para um mundo de possibilidades, acho que poucos são os autores que conseguem esse efeito nas pessoas. Para mim, este livro foi minha introdução a leitura, recomendo a todas as idade, mas para adolecentes pode ser algo transformador...ou não!
comentários(0)comente



Thainá 29/07/2011

Comecei amando, mas depois me deu tédio. Não sei se foi porque coloquei muita expectativa em cima do livro, que há muito tempo eu pretendia ler. Escolhi ele pra ser o primeiro livro das férias, e acabou sendo o único, já que me esforçava pra ler, mas não conseguia.
O livro em si, não é tão ruim. Dá pra aprender muito sobre filosofia, mas a história por trás não é muito boa, na minha opinião.
Recomendo se você quer saber mais sobre filosofia e acho que um dia vou tentar ler de novo.
comentários(0)comente



Pax 20/02/2009

Releio...
Pela 3ª vez.

rsrsrsrsr

Excelente.
comentários(0)comente



raquellruiz 21/04/2009

Enfadonho
Abandonei 3 vezes a leitura. Os filósofos são apresentados de maneira entediante.
comentários(0)comente



Sólon 25/02/2009

Livro de iniciação
Ótimo livro para despertar o interesse no fascinante mundo da filosofia. Certamente seria um dos primeiros livros que aconselharia qualquer criança e adolescentes a começar a ler, para os adultos é uma formula para tratar de assuntos tantas vezes complexos.
comentários(0)comente



Lucas Nog 11/02/2010

União entre romance e filosofia
"O Mundo de Sofia" é um livro que pode ser visto, basicamente, sob dois aspectos: uma introdução para o interessado no pensamento filosófico, ou um conhecimento sobre as linhas gerais da história da filosofia.

Normalmente o interesse pela leitura surge por meio dos contos e romances que lemos. Nestes escritos o leitor entra em um mundo mágico que o envolve e dá a ele a possibilidade de "viver" experiências que ele nunca tivera ou que - sendo fantástica - nunca terá.

A leitura filosófica já é envolta de problemas, de discursos pesados, onde se utiliza uma literatura complexa, frases que muitos consideram ininteligíveis.

O mundo de sofia serve àqueles que querem se aventurar na literatura filosófica, pois já o prepara para o que ele lerá posteriormente, é uma introdução à história da filosofia. A mistura que Jostein Gaarder faz de romance com filosofia ajuda muito nesse aspecto, pois facilita a leitura, dá um aspecto de compeensibilidade maior à filosofia.

O livro também serve àquele que não busca se aprimorar no conhecimento filosófico, mas que busca saber, mesmo que superficialmente, aquilo que foi e que é tema da filosofia, ver certas visões e interpretações sem a dureza dos grandes clássicos da filosofia.

Enfim, livro indicado àqueles que gostam de ler tanto literatura quanto filosofia. No entanto deixo uma advertência: não consiredem este livro como uma obra que contém todos os pensadores da história e nem pensem que sabem demasiado o que é filosofia por apenas ter lido este livro.

Boa leitura.
comentários(0)comente



Raquel T Moura 24/10/2009

Li pela primeira vez com treze anos e não tinha nenhuma noção do que é filosofia e de quais são as principais características dos filósofos mais importantes. Nesse sentido o livro foi completo. Por ser um romance e não um tratado filosófico ou um livro didático, a leitura e o aprendizado ficaram bem mais interessantes.
AMEI o livro e devo a ele o início do meu interesse pela filosofia.
comentários(0)comente



716 encontrados | exibindo 451 a 466
31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 |