A hora da estrela

A hora da estrela Clarice Lispector




Resenhas - A Hora da Estrela


5783 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Leleco03 27/05/2024

"A vida é um soco no estômago"
Um livro bem diferente dos que eu estou acostumado a ler. Fiquei um pouco receoso de achar um leitura difícil, mas foi bem diferente do que eu pensei. Apesar de curto, a história é muito bem contada e me fez sentir triste pela protagonista, que não enxerga a vida sofrida que tem.
comentários(0)comente



Sabrina758 27/05/2024

Vida vazia
Meu primeiro contato com Clarice.

Diferente de todos que estou acostumada a ler. É um livro curto e poético.

Fiquei com muita dó de Macabéa o livro inteiro, porém acho que existem muitas Macabéa nos dias de hoje.

Macabéa é uma mulher que apenas existe, mas que vê beleza nas pequenas coisas, é feliz na simplicidade.

3 estrelas porque a história tem a sua beleza, mas o estilo da escrita não me cativou muito
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



pinkhasovna 26/05/2024

Clarice Lispector nem sempre é sobre entender, mas sentir. Eu li A Hora Da Estrela no meu ensino médio e achei ser uma leitura cansativa e chata, eu estava enganada.

Macabéa é uma moça curiosa, porém sem acesso ao que dizem ser cultura, reforçando e a limitando a conhecimentos superficiais que são passados através das mídias. As pessoas ao redor debocham quando ela diz querer ser uma estrela de cinema, uma pessoa famosa, mas isso é só uma forma de dizer que ela quer ser alguém. Por favor, que alguém perceba que eu também existo.

Mais do que a situação da personagem, o que me deixou com um sentimento ruim foi a forma como esse narrador a descreve. A Macabéa quer ser alguém, só não sabe quem, ninguém nunca a enxergou para que ela pudesse se enxergar. Tenho medo de que muitos de nós sejamos como o narrador diante das muitas Macabéas que existem ao nosso redor, que não são vazias como a forma que ele conta, mas é só isso que ele consegue enxergar. E nós, o que enxergamos?
comentários(0)comente



hhiinana 26/05/2024

Me apaixonei por Macabéa <3
Foi aqui que Clarice capturou muita gente.
Macabéa é apaixonante, e pensar nela após ler este livro é de aquecer o peito, é de balançar o coração, pois existe você antes e após esta personagem e este livro, isto é indiscutível!
O devorei e quando acabei quis nunca ter o lido, quis devora-lo sem o saber novamente, me senti vazia e estranhamente esperançosa, estranhamente morta e renascida.
Agora não vou mais esquecer que é tempo de morangos.
comentários(0)comente



Flay 26/05/2024

Foi minha primeira leitura da Clarice. No início fiquei: ?será que vou conseguir entender essa escrita??, mas, com o decorrer da narrativa, fui captando a rica mensagem reproduzida pela autora. Sem dúvidas, ela foi simplesmente genial em apresentar uma perspectiva da vida focalizando nas minorias e na população marginalizada, trabalhando como recurso a sensação gerada no leitor com tal abordagem. ?A hora da estrela? é para aqueles que enxergam a realidade em toda a sua dimensão, não apenas externamente.
comentários(0)comente



Ketlen Canha 26/05/2024

Qual o sentido da minha existência?
Clarice Lispector narra a história de Macabéa, uma jovem nordestina pobre que vive na cidade do Rio de Janeiro. Macabéa é uma mulher ingênua, com sua simplicidade e aparente falta de perspectiva, que carrega em si uma representação da invisibilidade social e existencial, que trabalha como datilógrafa e enfrenta uma série de desafios em sua vida cotidiana.

A narrativa é conduzida pelo escritor Rodrigo S.M., que é um alter ego literário da Lispector que observa e reflete sobre a existência de Macabéa e sua própria existência. Essa metanarrativa cria uma camada adicional de profundidade, fazendo o leitor questionar a relação entre o autor, a obra e o personagem.

Se utiliza de uma linguagem poética e filosófica, repleta de reflexões sobre a vida, a morte, e a busca por identidade e significado na vida. A obra é curta, mas densa, cada palavra cuidadosamente escolhida para transmitir emoções e pensamentos que ressoam profundamente.

É uma leitura de uma certa forma desafiadora, mas extremamente recompensadora. Através da figura de Macabéa, Clarice Lispector nos faz confrontar nossas próprias fragilidades e a dificuldade da existência humana. É uma obra que permanece com o leitor muito depois da última página, provocando uma reflexão contínua sobre o sentido da vida e a nossa posição no mundo.
comentários(0)comente



Diullia.Machado 26/05/2024

Gostei muito da leitura, macaéba é divaaaaaaaa demais adorei cada parte do livro, clarice sensacional
comentários(0)comente



ivystrs 26/05/2024

O livro é simplesmente ótimo, e a escrita é supreendente, a maneira que aborda a história e usa as palavras é linda e te atinge como uma faca, faz mergulhar de cabeça nos sentimentos que a narrativa traz. Incrível
comentários(0)comente



fernanda1789 26/05/2024

Simplesmente minhas partes favoritas.
pensar é um ato. sentir é um fato.

quem já não se perguntou: sou um monstro ou isso é ser uma pessoa?

?cada dia é um dia roubado da morte?

as coisas estavam de algum modo tão boas que podiam se tornar muito ruins porque o que amadurece plenamente pode apodrecer.

vivemos exclusivamente no presente pois sempre e eternamente é o dia de hoje e o dia de amanhã será um hoje, a eternidade é o estado das coisas neste momento.

Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse a sempre novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui.

às vezes também penso que eu não sou eu, pareço pertencer a uma galáxia longínqua de tão estranho que sou de mim. Sou eu? Espanto-me com o meu encontro.

E eu? de mim só se sabe que respiro.

que se há de fazer com a verdade de que todo mundo é um pouco triste e um pouco só.
comentários(0)comente



Araújo 26/05/2024

Meu senhor q livro viu, a maca é a própria romantização da vida dela, d vdd, como pode ser tão triste e achar a vida uma felicidade, como pode ser tão ingênua e tão inteligente sobre a própria alegria. óbvio q ela nn tinha mta noção do mundo, mas sabia q estava conseguindo ser feliz do próprio jeito, até levar um murro no estômago, pq a vida é um murro no estômago. se a cartomante nn tivesse a alertado sobre como a vida dela era tão melancólica e difícil, ela continuaria romantizando suas ações e sentimentos.
comentários(0)comente



Flavna07 26/05/2024

"Vou sentir tanta saudade de mim quando eu morrer"
Visceral. O autor se introduzindo na história quase qual um dos personagens e a forma de pensar da Macaeba são os pontos mais interessantes. Ok que a Clarice demora muito para introduzir a história mas quando ela começa a contar... a escolha de palavras e o modo como a autora põe as informações me fez refletir muitas vezes durante a leitura. Livro excelente.
comentários(0)comente



Gabriel1994 26/05/2024

Um dos melhores livros que já li.
Esse livro me atingiu como uma faca cortando todas as minhas articulações, não conseguia parar de ler e ao mesmo tempo não conseguia terminar, acho que um dos melhores livros que já li na minha vida.
comentários(0)comente



lelepdias 26/05/2024

Uma vibe
Então eu até curti bastante essa coisa do narrador ser praticamente um personagem do livro, mas sei lá, a história em si não me abraçou tanto não.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



5783 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR