Contos de Fadas em suas versões originais

Contos de Fadas em suas versões originais Hans Christian Andersen
Charles Perrault
Marina Avila




Resenhas - Contos de Fadas


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


jonatas 07/06/2020

Dá até medo
Conhecer as versões originais dos contos de fadas é assombroso!
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Mano tu tem essa edição?


jonatas 07/12/2020minha estante
Eu tenho em formato digital.




Bella 13/07/2020

Ruim, os contos dão um sono, se você tem insônia recomendo a leitura, você vai dormir na primeira página do segundo conto. Somente o primeiro é bom, os outros não.
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Você tem essa edição brochura? Se tem quer trocar?




Flavinha 11/07/2020

Muito bom a leitura da real história por trás dos contos que até hj são lidos para as crianças. Alguns são realmente assustadores. Vale a leitura!!
comentários(0)comente



Pedro 20/01/2020

Muita gente cresceu ouvindo diversas histórias infantis, dentre elas, as mais famosas: "Chapeuzinho Vermelho", "Branca de Neve", "A Pequena Sereia", "Rapunzel", e tantas outras. Contos de fadas populares que mexiam e ainda mexem bastante com o imaginário da criançada. Muitas dessas histórias ganharam as telonas dos cinemas com adaptações que só fizeram conquistar ainda mais as crianças e até os adultos que cresceram ouvindo essas narrativas fabulosas.

Confira a RESENHA COMPLETA no link abaixo (Blog do Pedro Gabriel)

site: http://www.blogpedrogabriel.com/2020/01/resenha-contos-de-fadas-em-suas-versoes-originais-1.html

Viviane @resenhasdaviviane 21/01/2020minha estante
Eu fiz a leitura desse livro ano passado Pedro, vou lá conferir sua resenha.


Pedro 21/01/2020minha estante
Gostei bastante do livro *_*
Obrigadoo




Adriana 17/01/2017

Eu esperava mais, mas ainda recomendo...
Minhas primeiras leituras ao sete anos envolviam os irmãos Grimm. Perrault e Andersen, por isso fiquei curiosíssima em ler esta edição da editora Wish. No entanto, eu confesso que fiquei um pouco decepcionada, não com a edição em si, mas com os contos. Lendo, eu descobri que já conhecia as obras em suas versões originais e elas não são tão assustadoras quanto eu gostaria que fossem. Apesar disso, para quem não conhece, eu recomendo a leitura. A edição conta com os contos: Barba Azul, A Pequena Sereia, A Branca De Neve, Pele de Asno, Rapunzel, Chapeuzinho Vermelho, A Amendoeira, A Pequena Vendedora de Fósforos, Cinderela e Sapatinho Vermelho. A leitura é fácil e flui, além da edição conter belas ilustrações.
comentários(0)comente



Mônica 30/03/2017

Livro lindo, mas simples
O livro é lindo, super bem preparado, porém eu esperava mais, achei que os contos eram realmente em suas piores versões. Quando vi "sem sensura" na capa, pensei que as versões contadas eram aquelas bem pesadas, enganei-me, pois são versões bem leves.
JoAo.Douglas 06/12/2020minha estante
Moça você ainda tem essa edição? Se sim, te interessa trocar?




Amanda 03/06/2020

Serei sincera ao dizer que acho a editora muito dedicada e criativa. Entretanto, vi vários erros gramaticais (por desatenção mesmo) tanto no volume 1, quanto no volume 2. Não que eu também não os cometa, mas não estou publicando um livro. Único que gostei foi o da Pequena Sereia e também das imagens do livro. O resto não muito.
comentários(0)comente



Guilherme A. 01/05/2014

[Resenha] Contos de Fadas - Vários Autores
Esse é o primeiro livro da série "Contos de Fadas em suas Versões Originais", e foi encantador ler todos os contos, que de uma certa forma, deixaram meu psicológico um pouco (juro que foi só um pouco, haha) com medo.
O livro conta a verdadeira história por traz dos contos fofos e com finais felizes que muitas vezes assistimos por ai.
Mesmo achando que ele destruiu um pouco a minha infância (hahahah) os contos são bem escritos e descritos, várias vezes fiquei me imaginando naquelas cenas horríveis, onde o vermelho do sangue muitas vezes aparecia para deixar o conto ainda mais emocionante de ser lido.
Terror e sofrimento são muitas vezes comuns nesse livro, que me deixou noites sem dormir para saber o que iria acontecer com as donzelas e os príncipes que nesses contos abitam.

O que dizer dessa diagramação? Está perfeita! A Editora Wish realmente caprichou em seu primeiro livro, e tenho certeza, que todos os outros que serão lançados terão uma diagramação especial e serão tão bonitos quanto.

Fico aqui, na ansiedade pelo próximo volume que com toda certeza trará histórias tão aterrorizantes e destruidoras de infância (hahahaha) quanto esse.

site:

http://meninoironia.blogspot.com.br/

comentários(0)comente



Alana.Freitas 15/01/2016

Há quase um ano eu queria ler esse livro, na época que o descobri fiquei encantada com as gravuras e porque conheceria histórias que fazem parte da minha infância em suas versões originais. Sempre me perguntei o que havia sido embelezado para que pudéssemos ler e aproveitar e suspirar com os finais felizes dos filmes da Disney. A minha surpresa e assombro ao ler esse livro foi muito boa, senti que vários aspectos fizeram mais sentido e descobri outras coisas; sempre quis saber a verdade por trás dos contos de fadas.

Quando for ler essa obra você precisa ter em mente que as histórias muitas vezes eram contadas com o fim de assustar crianças, de mostrar o lado que o homem trazia e relatava com maestria a idade média. Muitas histórias são cruas e objetivas, a ponto de se espantar. Uma das coisas que a editora trouxe como nota foi isso. Muitos desses contos de fadas foram suavizados por aí ao longo dos anos, mas eles explicitam que não querem trazer isso, e sim a verdade sem censuras. Algumas histórias abordam o incesto, o canibalismo (lembrei do primeiro episódio da quinta temporada de The Walking Dead na hora), assassinato e essas coisas malvadas. A diferença é que não é tão dramático e com enfase, as histórias sempre buscam dar lições com os acontecimentos ruins.
Por exemplo, tem um conto que o autor narra e diz simplesmente assim: e cortou os pés dela. Enfiou a espada nele e caiu morto. Eu fiquei, tipo, Oi?! Eles simplesmente contam algo de maneira objetiva e crua, sem rodeios. Você só tem que assimilar.

Gente, eu sou apaixonada por História Geral então esse livro foi um prato cheio de descrições e beleza para mim. A cada estória lida eu sentia aquela sensação de estar imersa em outra época, a medieval – amo *-* –, e me sentia deslumbrada por isso. Era como se eu me encontrasse numa época de cavaleiros e suas espadas, parecia estar vendo aqueles filmes antigos, tipo, Coração de Cavaleiro. Achei a ambientação em que meti formidável.

Algumas histórias são chocantes, outras são tristes, gente, eu achei a história da pequena Sereia muito triste. Tem toda aquela questão da adaptação a que estávamos acostumados, pelo menos eu. Gosto de contos de fadas, uns mais que outros, por exemplo, eu odeio Cinderela. Acho que é a estória mais manjada que tem por aí. Mas eu amo A Bela e a Fera! *-*

Acho interessante quando o livro leva o leitor para uma dimensão diferente e consegue prender e conquistar. Alguns contos gostei mais que outros, e fiquei chocada com alguns. Li Barba Azul e gargalhei no final porque as historinhas que li por aí eram tão bonitinhas e essa... bem, não era.
A diagramação da obra é muito bem feita, as ilustrações são aquelas que faz o leitor ficar observando com cuidado para não perder nada. Achei uma experiência diferente e ótima ler esse livro. Espero que tenha instigado vocês.

site: http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/2016/01/resenha-dupla-contos-de-fadas-irmaos.html
comentários(0)comente



Poliana 30/12/2016

Maravilhoso! <3
Mas por que este livro é maravilhoso?

Simples!

Este livro trouxe alguns dos contos de fadas em suas versões originais! Contos que são bem diferentes dos contos que ouvimos quando crianças. Alguns dos contos trazem amputação de membros, torturas e até canibalismo!

Mas isso vai estragar a minha infância!

NÃO! Não vai não! Sabe por que? Porque era através de contos assim que as crianças aprendiam a se comportar, obedecer e lidar com as dificuldades impostas pela vida. E até onde eu sei (eu sei porque meu TCC tem como tema os contos de fadas) ninguém ficou traumatizado por causa disso.

Quando comecei a ler os contos, eu me surpreendi por encontrar TANTAS diferenças entre os contos originais e os contos que conheci na minha infância. Jamais imaginai que a Branca de Neve fosse burra o suficiente para cair no mesmo truque TRÊS VEZES (!!!!), nem que no conto da Cinderela/Gata Borralheira a fada madrinha não existisse e nem que a pequena sereia morresse.

Além de mostrar essas e outras diferenças, pude conhecer contos novo, contos que eu nunca sequer tinha ouvido falar como Pele de Asno, A Amendoeira, A Pequena Vendedora de Fósforos (me julguem, mas ninguém nunca tinha me contado essa história antes) e Sapatinhos Vermelhos.

Um livro simplesmente encantador, mesmo com todo o terror e tristezas! É simplesmente impossível desgrudar e abandonar o mundo dos contos de fadas. Este é um livro que com mil certezas, vale a pena a leitura!

site: http://pagsdaminhavidaliteraria.blogspot.com.br/2016/12/contos-de-fadas-em-suas-versoes.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Luiza 28/05/2017

É bom, mas...
O livro é bem legal. Até porque, quem não gosta de contos de fadas? Mas confesso que pelo título e introdução do livro, estava esperando as versões da tradição oral, a que dizem ser "os contos da mamãe ganso", aquelas histórias bem assustadoras contadas para os filhos dos camponeses para que eles entrassem na linha, fossem obedientes. Já li alguns artigos que contam os finais dessas histórias, mas nunca as achei completas, apenas as versões já mais leves escritas pelos irmãos Grimm e por Charles Perrault, que foi o que o livro trouxe mais uma vez.

Por exemplo, diz-se que na história da Chapeuzinho Vermelho o lobo não só come a vovozinha, mas coloca pedaços de carne num depósito e oferece à Chapeuzinho?. A versão do livro o lobo mais parece uma jibóia comendo mamíferos de corpo inteiro.

Por outro lado, conheci histórias que antes não conhecia, como A Amendoeira, A pequena Vendedora de Fósforos e Sapatinhos Vermelhos.

Passando o trauma da confusão de versões inicial, o livro é bem interessante. A diagramação é muito bonita e está cheio de ilustrações que dão um algo a mais à leitura. Ah! Os volumes 2 e 3 já estão na minha fila de leitura.
comentários(0)comente



Cris 30/08/2017

Contos de Fadas - Versões Originais
“Nunca antes ela dançara com tanta elegância. Era como se facas afiadas estivessem cortando seus delicados pés, mas ela não sentia nada, pois a ferida em seu coração era muito mais dolorosa.” Pág. 54

Este livro é uma reunião de alguns contos de fadas famosos, contados em suas versões originais. Como muitos, eu conheci os contos de fadas em versões editadas para crianças, sempre com finais bonitinhos, que são contados em animações, filmes e livros.

Sou apaixonada por contos de fadas, mas muitos aqui eu nem sequer conhecia. E eu já sabia que as histórias originais eram um pouco diferentes do que é mais conhecido popularmente, porém não fazia ideia de como seriam, e algumas me deixou bastante chocada!

O livro reúne 10 contos:

Do escritor Hans Christian Andersen temos:
A pequena Sereia, A pequena vendedora de fósforos e Sapatinhos vermelhos. Estas três histórias são bem tristes, mas eu gosto muito das três, especialmente a da Pequena Vendedora de de fósforos, que é super curtinha, mas Muito triste.

Dos Irmãos Jacob e Wilhelm Grinn: Branca de neve, Cinderela, A Amendoeira e Rapunzel.
Estas são histórias bem famosas, todas com bastante conflito entre o bem e o mal. A história da Amendoeira eu não conhecia, achei super interessante.

E do Charles Perrault: Barba Azul, Pele de Asno e Chapeuzinho Vermelho. Dessas, a única mais famosa é a do Chapeuzinho, as outras eu não conhecia, mas gostei bastante da “Pele de Asno”.

Adorei a edição da Editora Wish, o livro é simples, mas conta com ilustrações muito legais. Estou ansiosa pra ler os próximos volume e descobrir mais sobre essas histórias incríveis.

“(...) O amor impetuoso pouco se importa à prata e ao ouro, desde que possa satisfazer-se.” Pág. 83

site: https://www.instagram.com/li_numlivro/
Natália Tomazeli 31/08/2017minha estante
Aaah, adoro esses continhos meio "desconhecidos" como o da Menina e os Fósforos, "Pele de Asno" e "Barba Azul", lia eles quando era criança e mais um tantão de outros que sempre me questiono, "como que não ficaram tão famosos?" pois são ótimos. Me interessei muito por este livro, amo contos de fadas


Cris 31/08/2017minha estante
A menina e os fósforos é muito triste. Eu gostei muito do livro, quero ler os volumes 2 e 3 :)


Natália Tomazeli 31/08/2017minha estante
É tristíssimo!




Jaque @blogmalucadoslivros 26/11/2018

Resenha: Contos de Fadas em suas versões originais
Adoro contos de fadas, e principalmente versões originais destes contos que crescemos ouvindo. Sendo assim, não espere um livro cheio de contos do jeito que a Disney conta; Neste livro conhecemos o lado sombrio de alguns contos de fadas. Neste livro conhecemos a versões originais, sem censura dos contos: Barba Azul, A pequena sereia, Branca de Neve, Pele de Asno, Rapunzel, Chapeuzinho vermelho, A amendoeira, A pequena vendedora de fósforos, Cinderela e Sapatinhos vermelhos.

Alguns destes contos são bem famosos, outros nem tanto, mas não deixam de ser contos importantes. Aqui conhecemos o lado mais terrível, medonho e sangrento destes contos; partes que foram deixadas de fora em suas versões “fofinhas”. Como são ao todo dez contos, contarei um pouco sobre aqueles que mais me impressionaram:

A pequena sereia: O conto vai contar a história de uma jovem sereia, a mais nova de cinco irmãs, que não vê a hora de completar quinze anos para poder subir na superfície do mar e conhecer um pouco mais do mundo. Porém, quando este momento tão sonhado chega, ela acaba se apaixonando por um príncipe, um humano. E para poder vê-lo novamente ela decide falar com uma feiticeira do mar, que lhe pede sua voz para poder realizar o feitiço, e lhe avisa que sua calda será substituída por pernas, porém, sempre que andar ela sentirá dor. E que se ele não se apaixonasse por ela, a pequena Sereia viraria espuma do mar.

*(Quote) “Nunca antes ela dançara com tanta elegância. Era como se facas afiadas estivessem cortando seus delicados pés, mas ela não sentia nada, pois a ferida em seu coração era muito mais dolorosa.”

A Amendoeira: Para mim este foi o conto mais macabro de todos neste livro. Neste conto conhecemos uma mulher que deseja muito ter um filho, e faz este pedido a uma amendoeira no quintal de sua casa, e come os frutos. Seu pedido é realizado e assim que o bebê nasce ela morre. Seu marido se casa novamente, e esta mulher, por não gostar do seu enteado o decapita e cozinha o menino (eu disse que era macabro, haha). Mas, esta mulher não ficará impune, pois a amendoeira tem um papel importante na vingança deste ato tão cruel.

É claro que outros contos também me impressionaram bastante, e as ilustrações que contém nos livros, se misturam aos contos de uma forma incrível e bem elaborada. Ao todo são dez contos, todos narrados em terceira pessoa, e todos eles possuem uma narrativa fluida, eu devorei este livro de uma vez só, e quando terminei já queria ter o segundo volume em mãos, afinal, são três volumes, todos eles com a mesma proposta, porém com contos diferentes.

Se você assim como eu adora contos de fadas, seja em sua versão original, ou nas versões clássicas (mas que tem vontade de conhecer estas versões sinistras) eu recomendo muito esta coletânea de contos!


site: http://www.malucadoslivros.com/2018/11/resenha-contos-de-fadas-em-suas-versoes.html
comentários(0)comente



Waleria.Araujo 07/11/2020

Muito legal ver detalhar das histórias que eu não conhecia. Vou procurar o outro volume. Adorei.
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2