Alta Sociedade

Alta Sociedade Sarah Mason
Sarah Mason




Resenhas - Alta Sociedade


24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Camila 03/12/2010

Alta Sociedade
Mais um sucesso imperdível de Sarah Mason!! Esse livro conta a história de Clemmie Colshannon, irmã de Holly (do livro Um Amor de Detetive). Ri muito com esse livro e essa leitura só serviu para reafirmar a autora como uma das minhas prediletas.

www.leitoracompulsiva.com.br
comentários(0)comente



Pandora 24/06/2013

Bem fraquinho, uma história boba que tenta ser divertida, piadinhas manjadas, nada de novo. E o finalzinho feliz de praxe.
Lu Corral 07/05/2014minha estante
história divertida e final feliz...... isso é o gênero chick lit. se a pessoa quer uma história densa e triste que fale sobre perder alguém ou algo assim, não é esse o gênero que tem que ler.


Pandora 16/05/2014minha estante
Concordo, Luiza. Só não precisa ser bobo pra ser chick lit. Marian Keys e Helen Fielding escrevem chick lits bacanas. Alta Sociedade é ruim (para mim). :)




RenataSara 14/07/2011

Adorei Alta Sociedade, mas confesso que esperava mais do livro, pq estava louca para ver o que acontecia com o James e a Holly... Tirando isso o livro é cheio de humor e super contagiante ambas marcas registradas da Sarah Mason que mais uma vez acertou com esse livro ! E o que falar da personagem Clemmie??? Essa não da pra negar que é irmã da Holly (Um amor de detetive) tão divertida quanto a primeira !!
comentários(0)comente



Thaís 22/12/2009

O livro é fofo.
O tipo de livro que vc tem certeza de que ira gostar. A história é curta e simples, portanto a leitura é facil. Quando eu estava na pagina 9 ja sabia qual era o final. O livro é bom pra passar o tempo, mas totalmente previsivel.
comentários(0)comente



Sweet-Lemmon 17/11/2010

Gostei Muito! Muito melhor do que Um Amor de Detetive: a estória (aliás, aqui *tem* uma estória algo que praticamente não ocorre em Um Amor...), as personagens, tudo!

Holly continua chatíssima mas dá pra aguentar.

Ótima diversão.
comentários(0)comente



Tati 31/07/2010

Muito bom! Eu ando numa fase em que não posso ler livros muito pesados que me acabo de chorar ou fico impressionada e não durmo, por isso acabei escolhendo este na minha estante para ver se eu medivertia um pouco... Não deu outra, quase mori de rir com astrapalhadas de Clemmie e Holly! Se a Holly de Um amor de detetive era atrapalhada, a Clemmie consegue superar ela, e com toda aquela mania dela de perseguição e um guarda-roupa pra lá de esquisito, ela me conquistou!Sam então nem se fala, assim como James Sabine, ele me deixou suspirando do início ao fim do livro!
Meninas, não gosto de contar muita coisa, mas posso dizer que é maravilhoso, e que deve ser lido sim!!!
Leiam!
Bjo
Tati e bebê
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nataly 14/02/2010

Alta sociedade, altas risadas.
“Alta Sociedade”, é tipo a continuação de “Um amor de Detetive”, e conta a história de Clammie, a irmã de Holly, que depois de ser largada pelo boyfriend e perder o emprego, cai no mundo, literalmente, e quando retorna ao seu lindo país de origem, é obrigada (por falta de grana) a morar com seus pais e a trabalhar numa lanchonete com um dono nenhum pouco amistoso, um retrocesso total, diga-se de passagem… Porém, essa monguice toda, muda quando, sem querer, ela e Holly (que está quase sendo demitida pela falta de histórias para um reportagem digna) acabam se metendo numa baita confusão para tentar ajudar uma colega de trabalho desaparecida…

Parece chamada para sessão da tarde, mas juro, o livro está longe disso!!!! O livro é suuuuuuuuuper engraçado, e o Sam é o tipo-de-homem-amigo-perfeito.


No entanto, tenho de admitir, curti bem mais “Um amor de detetive”, sei lá, acho que pelo fato de ter sido meu primeiro, assim como eu curti bem mais “Melancia” ao invés de “Férias!”, e “Sem clima para o amor” ao invés de “Sempre ao seu lado”… Definitivamente os primeiros marcam bem mais!!!!

Por isso eu tirei uma estrela dele, pois comparado a "um amor de detetive" ele meio que deixa a desejar.
comentários(0)comente



Nii. 15/02/2010

Fiqueii muito feliz quando vi que eu podia ler mais um pouco da Holly e do James(personagens de um amor de detetive) e a estória da Clemmie e do Sam não deixa a desejar... Adorei!

comentários(0)comente



Miriam Cristina 20/09/2013

Alta Sociedade
O livro é uma comédia romântica, tenho que admitir que dei algumas gargalhadas com Clemmie, mas a história é totalmente previsível, na metade do livro já sabia como iria terminar.
comentários(0)comente



Silvana 26/10/2020

Frustrante
Terceiro livro da Serie Colshannon, conta a historia da irmã da protagonista do primeiro livro "Um amor de Detetive" e é quase uma continuação deste livro sendo que até mesmo o gatilho da história é Holly do livro 1.
No entanto, não foi tão divertido e a narrativa demora a desenvolver o ritmo e o interesse do leitor. Não gostei, a mocinha sofre bullying até da propria familia, não que façam por mal mas, não a enxergam e ela não se impõe, tem uma pessima auto estima e no final arruma um namorado, como se apartir dai sua vida entrasse no eixo. Fica a impressão de que ela vai repetir o comportamento dependente do relacionamento anterior.
comentários(0)comente



Fran Vila Nova 20/07/2015

Amei
Fiquei com muita vontade de ler esse livro depois de ler "Um amor de detetive", por inúmeras razões, primeiro pela a autora (que é insuperável no quesito comédia romântica) e segundo por ser uma "quase" continuação de "Um amor de detetive" só que agora a história é da irmã da Holly, que é tão louca quanto ela, acabei não sentido falta da Holly, amei a Clemmie e todas as reviravoltas e loucuras desse livro. E mais uma vez o ponto ruim que acredito que seja coisa da autora mesmo é que: a gente só experimenta o romance no último instante (ou melhor falando última página né!) uma chateação. Fora esse (grande) detalhe, o livro é ótimo, super recomendo.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gabriela 24/01/2013

Tinha adorado o outro livro da autora "Um Amor de Detetive", por isso comprei esse. Mas achei meio forçado depois de um tempo, é engraçado sim, mas às vezes menos é mais.
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2