A Mais Pura Verdade Sobre a Desonestidade

A Mais Pura Verdade Sobre a Desonestidade Dan Ariely




Resenhas - A Mais Pura Verdade Sobre a Desonestidade


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Vinicius.Maia 15/05/2018

A mais pura verdade sobre a desonestidade
O livro acontece como uma espécie de documentário. O tema central é um ataque bem estruturado a crença de que a desonestidade das pessoas é baseada numa análise racional do ator em um cenário em que pode tomar vantagem de uma determinada circunstância. O senso comum nos leva a acreditar que sempre que houver a oportunidade de tirar vantagem de uma situação, onde a chance de ser flagrado é pequena e, caso isso aconteça, a punição não seja de fato um grande problema - isto é, ainda que seja pego, o crime vale a pena.
Neste ponto, através de várias experimentos sociais, o autor consegue evidenciar que essa crença está, de fato, errada.
E dentro disso, existem outros fatores. As pessoas se sentem mais confortáveis com sua própria desonestidade quando, por exemplo, não existe contato direto com dinheiro em espécie. Isto é, entre roubar um dolar e roubar uma lata de refrigerante de um dólar, é muito mais aceitável, para autoimagem dos indivíduos, roubar a lata de refrigerante.
comentários(0)comente



Paulo Henrique 05/12/2016

Você também é um mentiroso.
Você já contou uma mentira alguma vez? Você se considera uma pessoa honesta? Provavelmente você respondeu sim para as duas questões, e isso mostra um contrassenso, afinal se você mente não pode ser considerado honesto. Sim entendo, provavelmente você deve pensar que há momentos em que a mentira é necessária e por isso você pense que isso não conta (a chamada mentira branca).
A desonestidade faz parte da irracionalidade humana de acordo com o autor e pesquisador do livro Dan Ariely. O livro traz vários experimentos realizados em vários países para mostrar que todos de alguma maneira somos desonestos e principalmente se dinheiro não estiver envolvido, aí tendemos a ser menos honesto ainda.
No Brasil tendemos a achar que todo político é corrupto (também acho), mas de acordo com o autor do livro se o político entrar honesto acaba cedendo ao grupo de forma a ser aceito e passa a entender que isso é parte do sistema, pois quando em grupo tendemos a ser mais desonestos ainda. É importante ressaltar que se considerarmos uma mentira como ato de desonestidade então ninguém entra honesto neste meio ou em qualquer outro.
A leitura do livro irá surpeender você com informações um tanto quanto decepcionantes a respeito de nossa capacidade de mentir. Irá também trazer a tona a necessidade de debatermos sobre como criar meios que impeçam que a desonestidade guie a sociedade em seus objetivos.
Se você não gosta deste tipo de leitura poderá assistir ao excelente documentário que resume todo o livro e que está disponível no Netflix, por sinal traz depoimentos de mentirosos que acabaram presos nos EUA: "(Dis)Honesty: The Truth About Lies"
comentários(0)comente



Carolina.Oliveira 23/09/2016

Livro muito impactante, mudou minha forma de ver as coisas. Mostra através de experimentos como as pessoas são desosnestas e como isso está tão presente no nosso dia a dia. Um dos melhores livros que já li
comentários(0)comente



Lud 13/09/2016

Muito interessante. Mostra o quanto praticamente todo mundo acaba trapaceando em determinados momentos, por diferentes fatores. E, ao mesmo tempo, se for ver, trapaceamos bem menos do que poderíamos rs. Gostei bastante do livro.
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4