Jesse Chesnutt

Jesse Chesnutt Leonardo Faig




Resenhas - Jesse Chesnutt


27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Rita Nunes 06/08/2018

Não vou me alongar muito, até porque não aguentei chegar na metade: achei muito superficial. Muito mesmo! Parece alguém contando um filme que viu, escrita sem estilo, enfim... abandonei.
comentários(0)comente



Kymhy 29/03/2018

Jesse Chesnutt - Leonardo Faig
Que tal a combinação entre zumbis e alienígenas? Pode ser algo muito louco, mas é justamente isso que Jesse encontrará nas ruas e precisa encontrar um lugar seguro para si e seus companheiros sobreviventes!

site: https://gatoletrado.com.br/site/resenha-jesse-chesnutt-e-o-misterio-do-planeta-t12-leonardo-faig/
comentários(0)comente



Bia 24/08/2015

Não foi uma leitura feliz
(nem sei se isso pode ser chamado de resenha)
Narrativa sem nexo, coerência ou até mesmo lógica. Como assim tá todo mundo preparado pra um apocalipse zumbi????
Há muitos (MUITOS) diálogos desnecessários, erros infantis e é tudo muito confuso.
O fato da história não se passar aqui me incomodou também (sim, eu li a sinopse antes. Só achei um pouco estranho alguns personagens se comportarem como brasileiros).
A história poderia ter sido bem explorada. O protagonista é só mais um desses que a gente está acostumado a encontrar por ai (destinado e blá blá), sem nenhum real atrativo.
Personagens fracos e sem personalidade.
Enfim, foi difícil terminar. Precisava terminar.
Me decepcionou MUITO. A capa é legal e a sinopse convence... Mas a escrita e até mesmo o livro... Zzzzzzzz
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jersianny Lucena 17/01/2015

Sabe aquelas histórias dos zumbis? Esse é mais uma série sobre infecções generalizadas q invade o planeta terra fazendo com que as pessoas virem uma espécie de mortos vivos.

Leia mais: http://analfabeto0.webnode.com/news/jesse-chesnutt-e-o-misterio-do-planeta-t12/
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 04/09/2014

O mistério do planeta T12

Simplesmente amei a narrativa do autor, totalmente elétrica, cheia de ação e rápida, do tipo que você não consegue parar. Os capítulos são divididos em dias e horas, revezando-se entre o passado e o presente dos personagens. Isso faz com que tudo seja explicado para o leitor e assim possamos entender as atitudes e reações dos personagens, além de saber como seus caminhos se cruzaram.

Imagine se um dia você simplesmente acordasse e as pessoas da sua cidade estivessem contaminadas por um vírus desconhecido e fossem transformadas em zumbis??? Como vocês reagiria??? Entregaria-se ao medo e sucumbiria ou lutaria pela sua sobrevivência a todo custo, juntando-se aos não contaminados que fosse encontrando pelo caminho??? Esse livro fala basicamente sobre isso e pode até não ser um enredo inovador para quem está acostumado com o tema, mas para mim foi bem interessante e confesso que pela primeira vez consegui me imaginar vencendo o medo e lutando para viver. Claro que perder pessoas importantes de forma tão violenta e brusca seria assustador e traumatizante, mas na vida somos colocados a prova todos os dias, então sobreviver seria o foco.

Jesse, o protagonista, amadurece de forma gritante ao longo da história e a forma como os outros personagens são apresentados me fez pensar que não importa quem era vilão ou herói antes do momento em que eles se encontram. É como se a vida deles tivesse sido zerada e recomeçado, então suas escolhas e atitudes a partir dali é que seriam levadas em consideração. Muito interessante!!!

Por fim achei criativo e interessante os motivos do suposto envolvimento alienígena na história. Enfim para mim valeu muito conhecer essa história criada pelo Leonardo Faig. Fica a dica de uma ótima leitura nacional!!!


site: http://leiturasvidaepaixoes.blogspot.com.br/2014/08/jesse-chesnutt-leonardo-faig.html
comentários(0)comente



Lit.em Pauta 16/08/2014

Literatura em Pauta: seu primeiro site de críticas e notícias literárias!
"Jesse Chesnutt e o mistério do planeta T12 faz parte do programa Novos Talentos da Literatura Brasileira, criado pela editora Novo Século. Esse programa visa integrar autores jovens e inexperientes no mercado editorial, representando uma excelente oportunidade para mostrar a capacidade e o potencial de que eles dispõem. A obra de Leonardo Faig, porém, evidencia pouco cuidado na edição do livro, que apresenta erros grosseiros facilmente evitáveis: bastava alguns alertas durante um processo de supervisão adequado para corrigi-los, visto que os principais atentam não contra a estrutura da história ou a seu conteúdo, mas contra o bom senso."

Prestigie o site, confeindo a crítica completa em:

site: http://literaturaempauta.com.br/Livro-detail/jesse-chesnutt-e-o-misterio-do-planeta-t12-critica/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
vit séllos 04/01/2014minha estante
Falou tudo!


Stephany 24/01/2014minha estante
Falou tudo meeeeesmo!! Pura decepção!!


Marcella 03/02/2014minha estante
Nossa Lorena rs tudo o que vc disse eu concordo. Senti a mesma coisa quando comecei a ler o livro. Os diálogos muito parados. Odiei o início do livro. Do meio para o final ficou bem chato, mas eu curtio final e fiquei curiosa com a continuação. Então eu devo ler sim o segundo livro só para ter certeza se eu vou gostar ou não dessa série.


Jaqueline 18/03/2014minha estante
Achei a história muito mal contada, com sentenças curtas que impediam a leitura de ser fluída. Quase. Como. Se. O. Autor. Estivesse. Cansado. Enquanto. A. Escrevia: literalmente. Livro extremamente mal escrito, não sei como aprovaram a publicação.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Marcella 03/02/2014

Mais ou menos
Adoro a série The Walking Dead e tudo o que for relacionado a zumbis. Fiquei muito curiosa quando li a sinopse desse livro e por se tratar de um escritor brasileiro e da mesma faixa etária que eu. Assim, eu baixei em algum site não lembro onde o primeiro capítulo. Li e gostei.
Comprei o livro em uma promoção e comecei a ler. Não sei o que aconteceu, mas a quantidade de diálogos é muito exagerada. E a narrativa rápida do autor me irritou muito. Eu ficava cansada na leitura e isso ficou muito chato. Tudo acontecendo rápido demais. Outra coisa que me irritou foi os palavrões, mas posso até relevar porque na situação em que se encontravam os personagens é bem difícil não falar mesmo rs. Achei o início muito ruim mesmo. Parecia que eu tava lendo um livro de criança. Do meio para o final eu achei chato e cansativo, mas eu queria saber como ia acabar. Melhorou para mim nas últimas 15 páginas e eu realmente queria acabar esse livro para saber o que iria acontecer no final. Curti e gostei do final. Espero que o segundo livro seja uma boa continuação e explique o que aconteceu com os personagens na última página. Também fiquei curiosa como o Leonardo vai desenvolver o planeta T12 e o que nele existir.
comentários(0)comente



Moseley 05/12/2013

Infectada.
Eu fui infectada. Não, fique tranquilo, eu não estou doente. É só que mais um livro entrou pra minha lista de favoritos.

Sabe quando você encontra um livro que contém tudo o que você mais gosta? E parece que ele foi escrito pra você? É claro que ele não foi escrito pra mim, mas foi essa a sensação que eu tive.

O livro já começa com ação, quando Jesse acorda e descobre que sua família não está em casa. Mas ele não está sozinho. Há alguém... Ou alguma coisa lá. Um ser humano com coloração esverdeada. A coisa tenta atacá-lo, mas Jesse consegue fugir. E então, descobre que esse mal parece estar assolando toda a cidade.
Jesse está sozinho, sem saber o que fazer ou para onde ir. É então que ele conhece Brian e Kevin, dois sobreviventes, como ele. Acaba por se unir a eles, que estão acompanhados de mais três sobreviventes (Carolyn, Ned e Yan). Descobre que as pessoas foram infectadas por algum tipo de vírus, transmitido por mordidas ou arranhões, que as deixam sedentas por sangue e carne humana. São como zumbis, de pele esverdeada ou amarelada. Tudo o que Jesse deseja é sobreviver, e encontrar sua família. Mas isso pode não ser nada fácil.
Ele e seus aliados pretendem encontrar uma cura, porém as coisas só pioram a cada dia que passa. Ainda mais quando eles conhecem Jónsi.
Jónsi, o passado de Kevin e o planeta T12 são só alguns dos mistérios que encontrei nesse livro. Foi maravilhoso descobrir, pouco a pouco, cada detalhe da história.

Desde a diagramação até o desenvolvimento da história e dos personagens, tudo no livro é ótimo. É uma leitura rápida, apenas 200 páginas, mas repleta de ação e mistério. Realmente te prende e te deixa com aquele já conhecido gostinho de "quero mais".


site: http://gotas-de-fogo.blogspot.com.br/2013/12/resenha-jesse-chesnutt-e-o-misterio-do.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



MauMau 11/07/2013

Olá pessoal, tudo bem? Eu estava com muito pouco tempo para leitura ultimamente. Aí sentei e comecei a ler Jesse Chesnutt. E não larguei mais. Fazia muito que não lia nada com essa premissa e por isso estava muito ansioso com várias expectativas. Não me decepcionei nem um pouco e a história me agradou muito. Eu consegui esmiuçar várias partes do livro, mas não tão profundamente. Apenas em alguns momentos que na minha opinião fizeram toda a diferença dentro do conjunto. Pra vocês a resenha do livro que conseguiu me fazer ter um pesadelo...


Estamos em Milton, na Flórida. É abril de 2012 quando um vírus desconhecido se alastra de forma desconhecida na população, matando e depois transformando as pessoas em uma espécie de zumbis cadavéricos esverdeados. Eles invadem casas, mercados, e andam por todo o lugar em busca de outras vítimas. Jesse é um garoto que mora com sua família, até sua casa ser invadida pelos infectados. Jesse consegue escapar deles e fica escondido, mas logo terá de sair às ruas para conseguir sobreviver. É aí que ele se encontra com Kevin e Brian. Eles possuem uma ferrari e acabam ajudando Jesse, levando-o para o esconderijo. Lá ele conhece os outros sobreviventes do grupo: Yan, Carolyn, e Ned.Eles também não tem muitas informações sobre o que estaria acontecendo no mundo. Kevin é o líder do grupo, e tem um passado misterioso. Além do fato de que estava preso, até alguns infectados invadirem a cadeia. Todos os passados dos personagens são desvendados e mostrados aos poucos no decorrer da história.

O que Jesse não sabia era que seu pai Klaus estava vivo. Ele consegue sobreviver com o auxilio de um facão. Logo Klaus encontra um outro grupo de sobreviventes que vive em uma grande casa. Eles lhe recebem muito bem, e vão ajudá-lo na busca por seu filho. Klaus já sabe que sua esposa e sua filha estão mortas. Em quanto isso um personagem muito estranho surge nas vidas do outro grupo. Jónsi. Eles o abrigam no esconderijo, mas logo alguns sentem que ele não é o que parece ser. E é quando Kevin e Jesse saem por um momento do esconderijo, é que Jónsi mostra ser quem realmente é. Todos os fatos que vão acontecendo no livro são o que intermedia a ligação precisa para como por exemplo, Jesse encontrar seu pai.

Diversos outros personagens entram na história, como vários saem dela também. Isso acontece algumas vezes. Quando começava a gostar mais de algum personagem ele morria. Mesmo que se passasse alguns cápitulos ele morria. Mas isso não faz de nenhuma maneira a história perder sua cadência. Isso não nos lembra um certo alguém?
A forma dos diálogos diferenciados de acordo com cada personagem é um detalhe que pra mim faz a diferença. Uma médica não tem a mesma linguagem de um adolescente ou uma outra pessoa qualquer. Isso tudo dentro, no contexto de forma harmoniosa.

Quando Jónsi ataca o grupo, Carolyn consegue fugir. Demora um tempo até que ela seja encontrada pelo outro grupo ao qual pertece Klaus, pai de Jesse. Aí seria a forma usada pelo autor para o encontro posterior, dos dois grupos. Neste tempo de fuga ela acaba tendo de comer carne de ratos para não morrer de fome. Este ponto do livro em questão dá a obra, na minha opinião, um peso diferencial. Além de que o autor soube usar todos os elementos possíveis e aproveitar todos os fatos para o desenvolvimento da história. Sem falar nas novas informações que surgem no decorrer. Uma forma refulgente de escrever .

Continue lendo em...
http://www.sonhosresenhas.blogspot.com.br/2013/06/ola-pessoal-tudo-bem-eu-estava-com.html#more
comentários(0)comente



thaugusto 11/07/2013

Li as críticas realizadas neste espaço e só queria fazer um pequeno comentário para os leitores.

Vocês estão confundindo muito a literatura fantástica com literatura de fantasia. Embora aparentam ser iguais pelo mesmo nome, são completamente diferentes.

Procurem saber porque isso acaba tirando a força de eventuais críticas.
comentários(0)comente



Meus Livros, Meu Mundo 03/07/2013

Risco de Contágio!
Jesse é um jovem como outro qualquer, vive com sua família na cidade de Milton, na Flórida. A história é contada em tempos atuais, em uma tarde comum, o garoto chega da faculdade e decide dormir um pouco antes do Jantar que aconteceria em sua casa, porém quando Jesse acorda descobre que nada jamais será como antes. Sua casa foi invadida e ele está trancado em seu quarto, quando ele descobre o motivo de ter sido trancado, percebe que não pode mais ficar ali e foge.

Quando chega as ruas Jesse percebe que estão desertas, encontra diversas pessoas caídas ao longo do caminho e os únicos que vagam, são seres, mas não mais humanos. São infectados, eles babam uma gosma verde assim como a cor de seus olhos, a pele é amarelada e eles comem as pessoas que encontram pelo caminho. Desesperado, Jesse tenta escapar para sobreviver, sem saber o que aconteceu com sua família, onde estarão seus pais e sua irmã?

Nessa fuga descontrolada Jesse encontra Brian e Kevin, e descobre que não é o único sobrevivente, agora com armas e uma Ferrari vermelha, eles decidem encontrar uma cura para tudo isso e salvar sua cidade. Eles contam ainda com a ajuda de Carolyn e Ned. A principio eles tentam contato com outros países e cidades, até que um dia recebem uma mensagem em outra língua, nunca antes vista.
Decidem rastrear de onde veio à mensagem e ir atrás, mas mal sabiam o que estava esperando por eles.

A história é repleta de adrenalina e surpresas desde a primeira página. Não tem como você começar a ler e largar a leitura. Você precisa correr com a leitura assim como os personagens correm pela sobrevivência.
A narrativa é em terceira pessoa o que nos permite ter uma noção mais ampla de tudo que ocorre. No início, os capítulos vão dando saltos entre o presente e o antes de tudo começar quando a vida ainda era normal, só para explicar como cada personagem vivia. Depois segue só no presente.

A escrita do Leonardo é simples e corrida, deixa a leitura muito gostosa e tranquila. É uma história e tanto. Porém, o mistério do planeta T12 não é totalmente desvendado nesse primeiro livro, no final descobrimos que vai haver outro volume onde será explorado mais e detalhadamente a historia desse planeta. Sendo assim, esse primeiro livro é mais introdutório, pra gente conhecer os personagens e saber como tudo “começou”.

É uma leitura super recomendada, tem muita ação, adrenalina e suspense.
Pra quem gosta do gênero ficção é um prato cheio. Eu adorei a leitura e espero ter o próximo volume logo.

site: http://www.meulivromeumundo.com/
comentários(0)comente



27 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2