A Vivência de Clarisse

A Vivência de Clarisse Isabella Danesi




Resenhas - A Vivência de Clarisse


22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Khrys Anjos 08/12/2015

Aprendendo a amar
Clarisse é uma adolescente de 16 anos que parte rumo a Inglaterra para fazer um intercâmbio estudantil e acaba vivendo um ano repleto de novas experiências.

Ela vai morar na casa da Gio em West London após a própria Gio ter passado 8 meses morando com a Clair aqui no Brasil.

Já no primeiro dia ela conhece a banda e após beber um pouquinho a mais fica com o Mark. Assim começa este romance meio conturbado.

Na escola acaba conquistando alguns amigos e uma rival por causa do Danny, primo do Mark, com quem a Clair se envolve.

Durante o período do intercâmbio a Clarisse teve uma vivência mais intensa que muitas pessoas levam a vida toda para viver.

A entrada da Gio na vida dela foi o catalizador das mudanças. Elas criaram uma amizade tão forte que se tornaram irmãs de coração.

E a ida para a Inglaterra lhe abriu a porta para uma etapa evolutiva na sua existência. Ir para um país onde a cultura é completamente diferente daquela a qual você viveu toda a sua vida já mostra a força da personalidade da pessoa. Isso demonstra o quanto ela é corajosa. Ficar longe da família, doa amigos. Mudar seus hábitos, sua rotina. Ir de encontro ao desconhecido. Poucos são capazes de aguentar.

Além da Gio e dos 4 integrantes da banda - Mark, Scott, Brian e Anthony - criou um amplo círculo de amizades com Pam, Callie, Vicky, Rose, James, Joe, Katy, Danny e Ashley.

Junto com eles passou por momentos de alegria e de tristeza. Chegou sendo uma menina e partiu transformada em mulher.

Mas o que mais chama a atenção é a maturidade demonstrada pela Clair. Em vários momentos ela passou algumas lições para o Mark mas que servem de exemplo para os leitores.

Para que a relação sexual valha realmente a pena deve ser vivenciada nas 4 bases: corpo, mente, coração e alma. Quando é apenas uma das bases usada o vazio que fica é corrosivo e com o tempo acaba com o relacionamento. Quem aprende a dar este devido valor a esta verdade encontra o amor pleno e deixa de viver apenas momentos passageiros de prazer.

Quando alguém morre para este mundo está apenas voltando para o plano astral e continuará a nos acompanhar mesmo que "distante".

Um amigo não é aquele que te acompanha cegamente em tudo o que você faz. Amigo é aquele capaz de conhecer seus defeitos, aceitá-los e quem te ajuda a enxergá-los. Mas principalmente não te julga e fica ao seu lado nos momentos difíceis.

Os aprendizados pelos quais a Clair passou durante os 12 meses que viveu na Inglaterra nos fazem refletir sobre as escolhas que fazemos na nossa vida. Quantas oportunidades deixamos passar por medo de arriscar.

Ela arriscou viver e por isto pode sentir as emoções de cada nova experiência ao máximo.

E aprendeu uma lição valiosa com o Mark: Ela não era uma pessoa comum como imaginava mas alguém especial e destinada a ser aquela que iria abrir a porta para o amor no coração do famoso Mark.

Quando duas pessoas estão predestinadas a viver uma história, pode ser de amizade ou de amor, não importa que vivam em "mundos" diferentes. No devido tempo o Destino encontra a forma certa de os aproximar e de os unir.

A Isabella escreve de uma forma tão delicada e profunda que fiquei me perguntando se realmente ela só tinha 16 anos quando escreveu este livro.

Gostaria de poder ler uma continuação para esta história e saber como a Clair e o Mark lidaram com a separação.

site: http://minhamontanharussadeemocoes.blogspot.com.br/2014/02/resenha-vivencia-de-clarisse-isabella.html
comentários(0)comente



Deise 09/05/2015

Muito clichê, repetitivo e massante!
Esperei muito mais e ofereceu muito de menos.
Por mais que eu goste e incentive o reconhecimento dos escritores brasileiros fico um tanto triste ao ver que alguns se resumem a apenas reproduzir trabalhos de escritores estrangeiros.
A história é forçada e termina da mesma forma que começou, sem nenhum objetivo!
Este livro
comentários(0)comente



Fer - Mato Por Livros 06/04/2015

Clarisse tem 17 anos e esta super ansiosa com o intercambio que fará na Inglaterra. Ela esta super ansiosa com tudo de novo que está acontecendo na sua vida e mais ansiosa ainda porque não acredita que ira conhecer os integrantes de sua banda favorita. Gio a amiga de Clarisse onde ela vai morar durante o intercambio, é namorada de um dos vocalistas da banda e Clarisse ainda não acredita que o seu maior sonho vai se realizar.

Clarisse é fã do Flight 08 desde o surgimento da banda, e até o momento em que se encontra com eles, achava que eram pessoas muito distantes de seu mundo, e ai ela conhece Mark, e seu mundo vira de ponta cabeça.

Clarisse nega a si mesma desde o começo, mas fica óbvio que ela está apaixonada. Mark é famoso, e ela uma garota comum, e além disso ele é muito mulherengo. Clarisse não vê como algo entre eles pode dar certo.

A partir daí a rotina de Clarisse é contada sobre seus dias na escola, com seus novos amigos, entre dar uma chance a si mesma e a Mark.
Relata as duvidas e conflitos de uma adolescente que luta para amadurecer e tentar sempre fazer o que é certo, e sem ferir seu coração.


Eu vou ser sincera, não gostei da história. Infelizmente não me cativou, não consegui sentir os personagens.

Não me entendam mal, a autora escreve muito bem, a escrita é simples, como se fosse mesmo uma adolescente de 17 anos escrevendo, ás vezes parece que estamos lendo um diário tal a forma clara com que ela narra em primeira pessoa.
O amadurecimento dos personagens também é acompanhado no decorrer da história. Mas mesmo assim eu não consegui sentir aquela sensação sabe? Eu não me apeguei aos personagens, infelizmente eu só li a história, mas não senti com ela, não torci, não chorei, não fiquei nervosa nem com as atitudes de Mark, nem de Clarisse.

Mas que fique claro que a história deve sim cativar muitas pessoas, principalmente o público mais jovem, mas para mim não rolou mesmo.



Mas eu já li muitas resenhas positivas sobre a história. Muitas pessoas que se sentiram extremamente tocadas com ao enredo.

E a diagramação é linda por sinal, e a capa também. A editora esta de parabéns.

Então como sempre digo, leiam, afinal cada um precisa tirar suas próprias conclusões.

Beijos

site: www.matoporlivros.com.br
Thalita 26/07/2015minha estante
Eu comecei a ler o livro, mas não consegui terminar. Vou começar de novo e dar mais uma chance. As impressões que tive em relação ao livro, foram muito parecidas com as suas, a história não me cativou.




Ana Valentina 24/02/2015

A vivência de Clarisse é narrado em 1º pessoa pela própria Clarisse (é claro!) e com uma leitura simples e fluída conseguimos adentrar na história facilmente. Sem falar que essa capa é linda, o título do livro é em alto-relevo e a capa mostra alguns pontos turísticos da Inglaterra, combinou perfeitamente com o enredo do livro.

Clarisse, uma garota de dezesseis anos, recebe em sua casa, via intercâmbio, uma estudante inglesa, Gio, e ambas se tornam muito amigas, como irmãs, e ao fim do intercâmbio de Gio Clarisse, ou Clair, volta para a Inglaterra com sua amiga/irmã para fazer o seu intercâmbio.

Já na Inglaterra Clarisse conhece inúmeras pessoas e dentre elas os meninos da banda Flight 08 — uma banda bem famosa da Inglaterra e que ela já era fã — dentre eles Mark lhe chama atenção desde o princípio e não tarda para ela perceber que gosta dele de verdade.

Mark é o tipo de garoto galinha, está sempre com uma menina diferente e parece ter medo de um relacionamento mais sério; logo no primeiro dia que se conhecem pessoalmente ele e Clair acabam ficando, só que Mark dá logo um jeitinho de deixar bem claro que foi só uma noite e nada mais. Durante todo o livro o relacionamento deles é assim, enrolado, e Clarisse não cobra nada dele, deixando ele completamente livre para se decidir.

[…] Eu olhava para aquelas menins histéricas e me dei conta de que já fora assim, antes de conhecer pessoalmente os integrantes da banda. Depois que você conhece os ídolos de perto, já não é a mesma coisa, porque deixam de ser uma fantasia. Página 67

Clarisse tem várias experiências no seu intercâmbio, que acaba durando mais tempo do que o planejado, e o legal é que ela está sempre fazendo reflexões, seja sozinha ou com Mark. E apesar do livro ser bem adolescente eu gostei, mas confesso que fiquei saturada com o relacionamento de Clair e Mark, que acabou ficando muito chato e sem graça.

Uma das coisas mais legais do livro é que ele é bem descritivo, percebemos como a cultura inglesa é diferente da nossa e teve diversas partes em que Clarisse conta um pouco da história dos lugares aonde passa, adorei isso. Outro fator é que a história foi tão bem escrita e tão verídica que as vezes pensei que de fato aconteceu.

Mas o diferencial do livro é o jeito que Isabella humanizou os ídolos (a banda), pois muitas vezes acabamos vendo os famosos com outros olhos — mesmo sabendo que eles são só pessoas — talvez até achamos que eles não enfrentam os mesmos problemas que nós, e ver como eles, como qualquer outro ser humano, estão sujeitos a erros e acertos foi bem legal; comecei até pensar em como seria passar alguns dias em companhia da banda que eu gosto, será que aquela pessoa que a mídia mostra é realmente daquele jeito por trás dos panos? Ou será que as vezes os famosos passam uma imagem errada de como são realmente? Fica ai algo para se pensar :P
comentários(0)comente



Erika 06/10/2014

Opinião:Esse livro conta a historia de Clarisse, uma jovem de 16 anos que sonha em conhecer o mundo e vai fazer um intercambio de 6 meses em Londres. Além da viajem em si, que traz muitos desafios e coisas novas para ela descobrir, ela vai ficar hospedada na casa de Gio, que namora o vocalista de uma banda da qual ela é fã, e com isso ela sabe que mais cedo ou mais tarde, vai acabar conhecendo pessoalmente a Flight 08.

E então a Clah(apelido de nossa protagonista em Londres), acaba conhecendo toda a banda e o lindo Mark, que é um dos vocalistas e então ela se apaixona. Só que Mark de inicio é um cara bem frio, fica com ela e depois a avisa que aquilo não viraria nada mais serio. Eu particularmente não gostei do Mark no inicio, achei ele muito idiota mesmo, mas depois ele vai mudando de atitude e isso muito legal de acompanhar a mudança dele.

Clah vai vivendo sua vida, fazendo novas amizades, conhecendo a magnifica Londres, aprendendo mais o idioma local com os nativos, o que melhora e muito o seu inglês. Ela até arruma um namoradinho, que por sinal é primo do Mark, o que o deixa com um pouco de ciúme. Mas nem tudo é o tão sonhado conto de fadas. Clarisse sente falta da família e amigos. O Brasil está em seu coração e sua alma e aquela cultura diferente acabou a afetando um pouco.



Sabe quando a presença de alguém ausente preenche o seu interior?


O tempo vai passando e Clarisse e Mark se aproximam e acabam se apaixonando um pelo outro. Começam a viver um romance que todas as adolescentes já sonharam, namorar seu ídolo. Para mim que já sou adulta e já passei a algum tempo pela adolescência, esse romance é uma volta ao passado. Cheguei a suspirar em vários pontos dessa linda historia de amor.



Tudo ficaria armazenado em minhas lembranças, até eu decidir contar a nossa história.



Mas voltando ao livro, muitas duvidas surgem em Clarisse, será que o amor é verdadeiro? Será que vai permanecer mesmo com a fama e a distancia entre os dois.
Esse livro é de leitura rápida e leve. Tanto adultos com adolescentes vão ler e se identificar com a protagonista, seus dramas e conflitos.




site: http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



A Garota do Livro 12/09/2014

Quero namorar um músico.
Oi gente,


vou falar hoje para você um pouco sobre um período bem comum de toda garota, só que esse tem a sua maior parte em Londres.

Vamos fazer um intercâmbio sem sair do lugar, acomodem-se em suas poltronas para conhecer A Vivência de Clarisse.


Que garota nunca se apaixonou por um cantor ?


Bem,apresento a você Clarisse uma garota como outra qualquer com dezessete anos.
Clarisse participa de um programa de intercâmbio onde passará uns dias em Londres com sua amiga Gio, que é namorada de Scott um dos integrantes da banda The Fligth 08.
Clarisse já fica super feliz só em se imaginar conhecendo os seus ídolos, principalmente Mark, o vocalista da banda. Com quem acaba ficando, só que ela deve saber diferenciar uma ficada de algo sério. Depois de muitas brigas, ela se vê com um problema, está se apaixonando por ele.

Mas como assim, são continentes diferentes isso não pode acontecer, esse deve ser seu pensamento, mas o amor não se escolhe não é mesmo.

Leia mais no link do blog

site: http://a-garotadolivro.blogspot.com.br/2014/09/resenha-vivencia-de-clarisse-isabelle.html
comentários(0)comente



Jess 07/09/2014

Desde que vi este livro pela primeira vez me apaixonei não somente pela capa linda, mas também pelo ambiente onde passa todo o enredo. Quem me conhece sabe o quanto sou fascinada por Londres, então me aventurar em um livro onde a autora, que já passou um tempo neste local histórico, elaborou um lindo e divertido romance me fez ficar ansiosa para ler, porém como nunca li nada escrito pela Isabella fiquei um pouco com o pé atrás principalmente após ver algumas resenhas onde as blogueiras citaram os pontos negativos.

Em algumas resenhas que li o ponto principal que todas citavam era que haviam algumas falas bobas, eu pensei que poderia ser apenas no comecinho pelo fato da autora está ainda se acostumando com seu livro, seus personagens, isto acontece com alguns escritores, mas não foi bem isto que vi, a Isabella criou uma personagem bem infantil por mais que ela tivesse dezessete anos, eu sinceramente eu esperava mais, espera uma personagem um pouco mais madura, que tivesse uma cabeça de uma garota de dezessete anos. Outro ponto que encontrei que me deixou um pouco decepcionada foi o fato de que os sentimentos da Clarisse pelo Mark surgiram tão rápido que me deixou tonta, isto tornou a cena um tanto forçada, mas pelo fato de que estou acostumada a encontrar isto em muitos romances nacionais fez com que minha decepção não fosse tão grande quanto seria se eu já não estivesse acostumada. Por fim, o terceiro e último ponto negativo é que a autora acrescentou muitos personagens de uma só vez em uma cena ou outra, isso me deixou perdida, ainda mais porque os personagens apareciam umas duas vezes e depois sumiam, o que não é agradável porque fez com que diversas vezes eu confundisse um novo personagem com um que já havia aparecido, eu tive que voltar algumas vezes para a página onde achei que vi o personagem pela primeira vez, apenas para ter certeza de quem estava na cena.

- # -

Clarisse Agnelli é uma jovem de dezessete anos que após ter, Gio, uma intercambista inglesa, em sua casa, ela decide que quando a garota voltasse para Londres a acompanharia para poder estudar inglês, ou seja, ela faria um intercambio e passaria vários meses longe de seus pais, da sua casa e de seu país. Seria um grande passo para uma adolescente. Ela estaria longe de tudo e todos que lhe é conhecido, por isto Clarisse teria que aprender a se virar sozinha, o que consequentemente faria com que amadurecesse e aprendesse a lhe dar com coisas que em casa eram seus progenitores que resolveriam.

A garota está ansiosa para colocar os pés naquele lindo lugar histórico, principalmente porque Gio é namorada do vocalista da banda Flight 08, banda esta que a garota aprendeu a amar durante a estadia de sua melhor amiga em sua casa. Para a felicidade de Clarisse no mesmo dia que chega a Londres ela é apresentada a toda a banda, porém o que era para ser um momento perfeito acaba saindo de forma inesperada, pois um dos integrantes da banda não é exatamente como Clarisse imaginava. Mark Rush é arrogante e se acha o último biscoito do pacote, atitude esta que irrita Clarisse, fazendo com que ela logo diga umas boas verdades ao rapaz, mesmo assim, depois de beber um pouco com o pessoal, a arrogância de Mark não a impediu de aceitar ficar com ele.

"- Oi, eu sou a Clarisse... - Meu coração disparou e um calor subiu ao rosto, enquanto minha voz fraquejava e não conseguia respirar direito.
- Já deve saber que eu sou o mais legal daqui. E você é a brasileira. - Ele deu uma risadinha e uma piscadela para mim."

No dia seguinte ela acorda com uma ressaca terrível e com um pouco de amnésia alcoólica, mas após um bilhete de Gio, Clarisse lembra-se de tudo o que fez, isto a principio a assustou um pouco, porém ela prometeu a si mesma de que não deixaria que Mark fizesse com ela o que fez com as outras, ou seja, ela teria que fingir que nada havia acontecido, mesmo que seu coração não gostasse de seu plano.

Naquele mesmo dia Clarisse sai com Gio para conhecer o centro de Londres lá ela também é apresentada a alguns amigos da inglesa, entre eles está Daniel que futuramente ela descobre que se trata do primo de Mark, enfim, o rapaz logo demonstra interesse e aos poucos vai investindo. Mas a felicidade da garota acaba no momento em que volta a se reunir com os amigos e dar de cara com Mark, este a puxa para um canto para conversar e deixar as coisas bem claras

"- Bom, Clair, acho que deve saber por que eu quero falar com você. Sei lá... Mas eu me sinto na obrigação de te falar que tudo o que aconteceu ontem não passou de ontem."

Isto fere a garota, mas é claro que ela não demonstraria, afinal de contas, não queria sair por baixo, por isto friamente ela diz a Mark que sabia que tudo não passara de uma ficada. Este foi o maior erro que o rapaz cometerá, pois havia afastado uma garota incrível como Clarisse dando assim espaço para que seu primo investisse, mas ainda tinha uma coisa a favor do vocalista da Flight 08: ele tinha o coração da brasileirinha, apenas ainda não sabia disto. Apesar deste dia fatídico Mark e Clarisse cria uma profunda amizade, isto é justamente a tábua de salvação para que um dia talvez os dois pudessem ter algo, enquanto isto ambos amadureciam mais e mais a cada dia que passavam juntos. Será que em algum momento Mark vai parar de ser galinha e irá ceder a brasileirinha? Será que Daniel vai ter alguma chance com ela? E se isto acontece como irá ficar a relação entre os primos? Leia para descobrir!

- # -

Apesar dos três pontos negativos que citei logo no começo da resenha parecer que eu não tenha curtido o livro, mas eu gostei, gostei bastante, apenas fiquei um pouco decepcionada, afinal de contas, o enredo tinha tudo para ser grandioso, porém a autora, infelizmente, pecou em certas partes. O final do livro me fez desejar que houvesse um segundo... O porque disto? Leia e saberá.

site: http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/2014/09/resenha-vivencia-de-clarisse-isabella.html
comentários(0)comente



Mayla 15/08/2014

Londres <3 <3
Esse livro eu recebi de parceria com a autora Isabella, muito fofa! Eu demorei a ler esse livro por um motivo, minhas colegas ficaram loucas para lê-lo, e eu tenho um defeito eu não consigo falar não, então elas leram e todas amaram! E agora foi a minha vez de lê-lo, bom agora vamos para a resenha?

Clarisse Agnelli, tem 17 anos e vai para a Inglaterra, um intercâmbio ela vai para casa da amiga Gio, que também fez intercâmbio e ficou na casa dela, então as duas estão indo para Inglaterra, Gio namora Scott um dos integrantes da Flight 08, por qual as duas são megas fãs, então imagina que você vai conhecer seu cantor favorito, imaginou? Então que você se apaixone por ele! E descobre que ele é o maior galinha que existe! Uma decepção né! Então foi isso que Clarisse teve de enfrentar!

Chegando a Inglaterra, elas vão para casa de Gio, o seu pai é o empresário da banda, e num dia desses elas vão para a casa dos meninos e logo de cara Clarisse vê Mark (um dos vocalistas) com uma garota! Tipo todos os dias é uma garota nova!

Ela fica bêbada, e eles "ficam", mas antes de ela esperar que role algo sério, ele deixa logo claro, que aquilo só foi por uma noite, então pode tirar o cavalinho da chuva, que nada vai acontecer! Decepciona, ela enfrenta tudo com naturalidade, e começa a namorar Daniel ou Danny para os mais íntimos, que nada mais nada menos, é o primo do Mark, podemos sentir cheiro de confusão no ar?



Mas nesse vai e vem, será que Mark sentiu algo verdadeiro por Clarisse, ou ela só foi mais uma, e Clarisse será que realmente poderá viver seu amor verdadeiro, e não amor de fã! Pelo cara mais fofo que ela já conheceu? Tudo isso e muito mais nas 232 páginas de A Vivência de Clarisse! Nas bancas mais próximas ou Aqui!


Bom agora vamos ao que eu achei da leitura e do livro, num total o livro é bom, eu gostei dele desde que li Inglaterra, e depois que tinha música no meio! Eu fiquei tenho que ler esse livro, entrei em contato com a autora e ela foi super legal comigo, e cedeu esse exemplar para resenha!

A leitura foi muito rápida e fluiu, se eu pudesse leria em um dia só, mas como tenho minhas coisas para fazer tive que dar uma pausa, os personagens, eu tenho uma queda por personagens com olhos azuis então já podem ver né o desespero da garota aqui.

Só tive alguns problemas, a leitura foi muito superficial, eu queria que a autora adentrasse mais os problemas que os personagens viviam, os conflitos interiores de cada um, e a historia se passou muito rápido pra mim, eu queria mais, e achei que os diálogos poderiam ser mais complexos, ter um pouquinho mais de drama ahahah, acho que autora tinha muita coisa pra colocar no livro, que ela poderia ter aproveitado e colocado!

Mas acho que se tiver continuação (uma reviravolta espetacular) ela poderia investir com certezas nos diálogos mais complexos, mais drama na leitura muitas mais coisas! Tirando isso eu amei a leitura!

site: http://meulivromeutudo.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Priscila Yume 18/07/2014

Minhas impressões...
Oi Amigos,

Hoje tem mais uma resenha nacional!
Mas antes, vocês conferiram o novo layout do blog? Não ficou lindo? *-*
O livro de hoje é da autora Isabella Danesi e se chama "A Vivência de Clarisse". Gostaria de agradecer à autora por ter disponibilizado o livro para o blog resenhar, ela foi super fofa e enviou já há algum tempo. Com o #DesafioEuLeioNacionais resolvi por a leitura em dia e colocá-lo na lista (ele foi o terceiro). Bom, vamos conhecer um pouco da história?
Conheçam Clarisse, uma jovem de 16 anos que, após ter tido uma amiga fazendo intercâmbio na sua casa, ela vai para a Inglaterra passar oito meses. Só que sua amiga Giovana, não é qualquer garota, ela é a namorada de Scott, um dos integrantes da banda teen Flight 08 (tipo um One Direction da vida, rsrsrssrsrs). E nessa ida de Clarissa para a Inglaterra ela conhece pessoalmente Mark, de 19 anos, um dos integrantes da banda por quem ela tem uma queda. Só que ao conhecer o real Mark é um mulherengo que cada dia está com uma garota e, ao perceber isso Clarisse é totalmente hostil com ele, até que, ao ficar embriagada, acaba ficando com ele. Mas, Mark literalmente é de todas, então Clair resolve partir para outra e, ninguém melhor do que Danny, lindo, charmosos e inteligente, só que ela acaba descobrindo que se trata do primo de Mark.
Tendo que conviver em uma cultura diferente que a sua, sendo hostilizada por algumas garotas e com o coração dividido: Danny ou Mark?
Clair conta como foi sua vivência na Inglaterra e como esse tempo foi fazendo ela perceber e se conhecer melhor.

- Posso?
Fiquei sem ação na hora que Mark se aproximou do meu rosto e me beijou. Senti um cheiro que era mescla de creme pós0barba com algum perfume bom para homens. Eu me derretia toda; não queria mais sair dali. Quando nos afastamos, desviei o olhar, com vergonha de encará-lo. Preferi abraçá-lo, e falei:
- Não dá... (p. 64)

O livro, narrado em primeira pessoa e como se fosse um diário, desse tempo passado no intercâmbio pela Clarisse. Com páginas amareladas e uma linda capa, com o título em relevo, o livro apresenta uma ótima revisão, não percebi erros durante a leitura.
Achei o livro leve, tem romance, um pouco de drama, é o relato de uma jovem que está se descobrindo e descobrindo o amor, tenho que admitir que em alguns momentos me chateei um pouco com a personagem principal e sua indecisão, ela brigava com o Mark por coisas tão idiotas que eu ficava me perguntando: o que? Mas eu sempre lembrava, ela é uma adolescente, releva.
Mas gostei muito da leitura, na verdade, foi bem rápida, pois apresenta um bo enredo e a história foi bem construída, só no final que fiquei esperando (querendo saber) mais, como ficaram as coisas.
Espero que tenham gostado, pois gostei muito da leitura do livro e super recomendo!

Beijos e até a próxima!

site: http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/2014/07/resenha-vivencia-de-clarisse-isabella.html
comentários(0)comente



Carolina Durães 17/05/2014

Todos nós somos fãs de um determinado artista, seja cantor, ator, compositor, escritor e muitas vezes desenvolvemos uma grande paixonite por eles. Imaginem se um dia estivessem frente a frente com ele (a), compartilhando a mesma roda de amigos e rolasse algo mais entre vocês dois? Clarisse sabe exatamente como é isso...
Narrado em primeira pessoa e apresentando apenas a visão de Clarisse nas situações, o livro conta a história da adolescente Clarisse Agnelli, de 17 anos, que mora em São Paulo, mas que graças a um intercâmbio cultural vai para a Inglaterra, onde conhece a banda de rock Flight 08.
Giovanna é a inglesa que veio para o Brasil e morou por 8 meses com Clarisse e sua família. O pai dela era um dos empresários da gravadora da banda e a própria Gio namora com o vocalista principal Scott March.
Apesar do leitor imaginar que o livro trata exclusivamente do romance entre Clarisse e Mark, existe também o aspecto de crescimento pessoal e amadurecimento da protagonista. A Clarisse é muito insegura, tímida e chora por qualquer coisa. Estar morando com estranhos e longe dos pais e amigos é também uma situação atenuante, pois não é fácil não ter o apoio das pessoas que conhecemos e amamos de perto.
A escritora criou diálogos condizentes com o grupo jovem, mesmo que muitas vezes focando um pouquinho demais em Mark e Clarisse e não mostrando mais da nova experiência cultural da garota. O modo como eles interagem, os constrangimentos e silêncio, tudo deixou bastante "real" e possível de visualizar.
Por se tratar unicamente da visão de Clarisse, a história fica um pouco imparcial, pois não temos acesso aos sentimentos e pensamentos dos demais personagens, inclusive do restante da banda que está sempre presente. A construção da trama é boa, mas ainda precisa amadurecimento pois existem muitos momentos de "reflexão" da protagonista que parecem ser lições de vida que poderiam ser aperfeiçoados quando mesclados com as situações e não dando uma pausa entre a cena e a lição.
A história é repleta de música, paixões, triângulos amorosos e ex-namoradas possessivas. Perfeito para o público-alvo e com direito a muito brigadeiro!
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa combina com a trama.

"Tive a sensação de que eu podia ver o que todos faziam na cidade; sentia-me protegida ali, perto do sol, mesmo não podendo vê-lo, e me deu uma saudade do Brasil, do calor, dos meus amigos e da família. Mas era como se eles estivessem comigo - sabe quando a presença de alguém ausente preenche o seu interior?" (p. 35)

site: http://www.acordeicomvontadedeler.com/
comentários(0)comente



Rafaela 11/05/2014

Clarisse (Clair) vive em São Paulo com sua família e sua nova amiga, a intercambista Giovanna (Gio), que está em um intercâmbio no Brasil por 8 meses. O mais inacreditável de tudo, é que Giovanna é a namorada de Scott, um dos vocalistas da banda Flight 08, de quem Clarisse é super fã. Assim que o intercâmbio de Giovanna terminar ela irá retornar para a Inglaterra, levando Clarisse para fazer um intercâmbio pela terra da Rainha.

Para Clair, o mais fantástico de tudo será conhecer seus ídolos, a banda Flight 08. Ao mesmo tempo que se apaixona por Mark, ela conhece Daniel, o primo de Mark, por quem também nutre um sentimento, e uma relação de ''namoro'' começa. Porém, ela terá que descobrir a verdade dos seus sentimentos e tomar uma decisão.

Eu gostei muito do livro, apesar de acreditar que a autora pecou um pouco em alguns pontos. O ponto forte do livro é a trama que ele aborda, o romance impossível entre uma garota comum e seu ídolo. Esse ponto conquista de cara muitos leitores, pois quem nunca sonhou em viver uma linda história de amor com seu maior ídolo, não é?

O romance entre Clarisse e Mark é cheio de idas e vindas, assim como o esperado quando namora-se uma celebridade. Acredito que a autora soube conduzir muito bem essa parte da história, conseguindo arrancar sorrisos e lágrimas do leitor. Em relação a Clarisse, ela se sente insegura em relação à Mark, e isso é bastante compreensível, considerando o típico bad boy que ele aparenta ser. Mas além de ser insegura ela apresenta um lado emocional bastante frágil.

''Não é fácil ser criticada, principalmente por alguém que você não conhece. Ainda mais sendo eu o alvo – justo eu, que choro por qualquer coisa.''

Porém, alguns pontos tornaram a leitura bastante cansativa. Um exemplo disso é quando se aborda um assunto, como internet, bebidas e afins, a autora sempre escreve sobre o que ela pensa do assunto. É literalmente escrito uma explicação sobre aquilo e o porque de ser bom ou ruim, e isso tornou-se monótono.

A convivência que Clair tem com as amigas de Gio é um pouco estranha. Elas andam juntas como se realmente fossem amigas e se gostassem, mas algumas das garotas não gostam de Clarisse e a insultam. Essas garotas também costumam consumir muito álcool e, em alguns momentos, até drogas. Acredito ser um pouco contraditório da parte de Clarisse não acreditar que essas atitudes sejam corretas e continuar na companhia dessas garotas.

A atitude de Giovanna de andar com essas garotas e consumir álcool faz sua mãe discutir com ela em alguns momentos, mas as brigas são resolvidas com muita rapidez. Acredito que toda essa questão familiar poderia ter sido melhor desenvolvida, o que geraria mais profundidade a história.

Apesar de todos estes pontos terem me desanimado com a leitura, eu ainda assim amei o livro. A Inglaterra é um país maravilhoso que eu anseio muito por conhecer, e as referências aos lugares turísticos que a autora fez, detalhando a visitação a eles, é maravilhosa e lhe faz sentir-se como se estivéssemos visitando o país junto com Clarisse.

No final, com todos os prós e contras, eu recomendo o livro para todos os amantes de romance e, acima de tudo, quem sonha em conhecer seu ídolo e viver uma linda história de amor.

site: http://eterna-leitora.blogspot.com.br/2014/05/a-vivencia-de-clarisse-isabella-danesi.html
comentários(0)comente



Simeia Silva 16/04/2014


" Um simples intercâmbio pode ser o encontro com o seu ídolo, e então, sua vida jamais será a mesma... "

Para quem gosta de uma leitura leve, descontraída e que te faça voltar aos seus 16 anos: super recomendo.
Quando vi a capa desse livro me apaixonei, quando li a sinopse então mais ainda. Me fez relembrar e voltar á minha época de colégio quando amava ler livros que eram como diários de adolescentes que viviam em seus mundos confusos assim como o meu estava sendo, cheios de novidades, desilusões amorosas mas com muitos amores sinceros também. Brigas com os pais, amigas verdadeiras, amigas chatas e outras nem tão amigas por serem invejosas e preconceituosas. Amores frustados, traições, perdas, amadurecimento precoce,mas que era preciso para uma vida melhor.

O livro mostrou pontos da adolescência, que hoje como mãe consigo enxergar e pensar com mais clareza a verdade daquilo tudo: os sermões dos meus pais, a preocupação deles quanto a sexo, medo da distância, amadurecimento com a perda, ter coragem e lutar por um ideal que você acredita.

Clair é uma menina de 16 anos que recebe em sua casa a filha de um amigo(produtor musical) de seu tio para um intercâmbio no Brasil, e assim se tornam grandes amigas inseparáveis. Gio que viera da Inglaterra, ficou por 8 meses na casa de Clair e no final do intercâmbio foi a vez de Clair ir para a casa de Gio na Inglaterra para um intercâmbio no sentido de aperfeiçoar seu inglês, conhecer novas culturas e pessoas. Mas o que Clair não sabia, era que sua vida mudaria para sempre, coisas ruins aconteceriam, mas que no final seria um aprendizado para uma felicidade gostosa .

Gio namora um integrante de uma banda famosa em seu país, banda essa que Clair e outras meninas do Brasil são apaixonadas, e só a possibilidade de conhecer de perto seus ídolos já deixava Clair com medo e apreensiva, mas com uma enorme euforia por dentro, com um misto de curiosidade e felicidade.

Clair conhece Mark, integrante da banda que o namorado de Gio tocava : A The Flight 08.
No começo ela se encantou, mas depois foi vendo coisas em Mark que tiraram o encanto de ídolo, sabe aquela desilusão amorosa de quando você conhece aquele cantor favorito, seu ídolo e percebe que ele não é nada daquilo que você idealizou? Pois bem, foi bem assim que Clair se sentiu quando o conheceu.

Clair é uma menina doce, romântica, mas muito madura para a pouca idade que tem. Por outro lado, Mark era um galinha, imaturo e que não se importava com o sentimento alheio, trocando de namoradas, ou melhor de ficantes o tempo todo.

Mas será que ele era isso mesmo? Será que essa primeira impressão que Clair teve dele era verdadeira? Ou será que ele sofreu uma mal maior e por isso ficou frio e com medo de amar?

O livro da muitas reviravoltas, que te faz pensar : " Gente, muito legal, agora entendi porque ele ou ela agia assim". Mas preciso confessar também que senti muita raiva de Clair em algumas partes do livro, como ela podia ser tão cega? Como podia ser tão madura em alguns momentos e tão imatura e burra em outros? Mas esse é o dilema da adolescência, e que precisa ser vivido para entender e aprender o sentido de tudo, o porque que tudo acontece daquele jeito e o que poderia fazer para mudar seu destino, para melhor, claro!

Aprendi muitas coisas com o livro também, quando a autora narra com riquezas de detalhes os vários pontos turísticos e lindos da Inglaterra. O livro é narrado em primeira pessoa o que me fez ver com os olhos de Clair várias situações que ela vivia. Sério! A autora te da a total liberdade de você imaginar o personagem todinho quando descreve com requinte de detalhes a fisionomia e a essência de cada um.

Li o livro em apenas uma noite e super indico, é uma leitura leve, que me fez rir muito em alguns capítulos e também me passou a emoção de cada personagem , principalmente na perda de Clair de sua prima de 19.

O que o destino te reserva no futuro? O que será que virá em seguida? Como você resolverá cada problema e frustração que acontecerá? Será madura o suficiente ou terá que pedir ajuda a seus pais?

Super recomendo a leitura ( não é porque é de parceria, afinal só faço parceria com um autor que o livro valerá muito a pena a leitura ), e claro, pode dar de presente para uma adolescente da família sem medo, garanto que ela irá amar.

Super beijos, espero que tenha suprido suas expectativas assim como supriu as minhas quanto a história em si, e bem que poderia ter um segundo livro né Isabella Danesi? Fiquei muito curiosa se ela voltaria para a Inglaterra e qual seria o destino dela e de Mark com toda essa distância, rs.



''Nada é para sempre como nos filmes. Porém, mesmo em momentos difíceis, devemos ter a capacidade de enxergar a vida de um jeito mais amplo.''


Bjkas

site: http://ateliedoslivros.blogspot.com.br
comentários(0)comente



José 08/04/2014

"- O QUE SIGNIFICA A MÚSICA PARA VOCÊ?
- BEM, A MÚSICA É UMA COISA QUE NÃO DÁ PARA EXPLICAR... É COMO A AMOR."

Clarisse Agnelli é uma adolescente brasileira de 17 anos. Ela conhece uma garota chamada Gio pela internet, logo as duas se tornam amigas e decidem fazer m intercâmbio entre elas. Primeiro Gio veio para o Brasil e se hospedou na casa de Clarisse, agora é a vez dela ir para o país de Gio, a Inglaterra.

Clarisse fica muito animada com sua viagem, pois Gio é namorada de Scott, um dos integrantes do Flight 08, banda da qual ela é fã. Ela está louca para conhecê-los, em especial Mark Rush, o vocalista da banda. Entretanto, ela acaba se decepcionando com o Mark, pois ele tem uma grande fama de galinha.

Com o passar dos dias, Clarisse vai conhecendo outro lado de Mark, um lado diferente daquele que ele demostra no dia a dia, e a partir de sua convivência eles passam a nutrir uma boa amizade. Mas Clarisse também conhece o primo do Mark, Daniel Rush, por quem ela começa a iniciar um relacionamento, e isso, ao mesmo tempo em que também começa a sentir uma paixão por Mark. Ela então se vê em um turbilhão de sentimentos confusos, onde ela não sabe quem deve escolher.

E assim a história vai se desenrolando em volta da convivência de Clarisse neste novo ambiente...

"A VIDA É GRANDE, POR ISSO NÃO SE ATOLE EM PEQUENOS PROBLEMAS E VIVA CADA MINUTO, MESMO QUE TUDO ESTEJA ERRADO, PORQUE CADA DESAFIO É UMA MISSÃO CUMPRIDA."

Esse livro foi uma salvação pra mim, sério, eu estava muito estressado esses dias, e este livro me acalmou. É que eu tenho lido muitos livros de ação e estava precisando de um belo romance para dar uma amenizada. Mas bem, vamos deixar de enrolar.

Eu adorei o livro!! A leitura fluiu levemente e eu consegui lê-lo em 2 dias. Os personagens são muito bem construídos, a autora soube se aproveitar de cada um, principalmente a Clarisse, e adorei acompanhar seu crescimento no decorrer da história, apesar dela ser uma personagem bem emotiva, ela é determinada e não desisti dos seus objetivos, ela está sempre de cabeça erguida para seguir em frente.

A personagem Gio também me chamou a atenção, ela é uma típica inglesa e ela também é o ponto de foco em muitas reflexões feitas pela autora no decorrer do livro, como possessividade, insegurança, etc.

Achei interessante a autora, de certa forma, ter relatado como é a rotina de uma pessoa em um país do qual não desconhece, onde os costumes e a forma das pessoas lhe tratarem é totalmente diferente. Também foi apresentado no livro o universo dos jovens ingleses, com festas, bebidas e cigarros, que para eles é bem normal, mas para nós seria uma atitude imatura (se minha me pega com um copo de bebida, ai ai, eu ia dormir de couro quente).

A diagramação do livro, como é de costume da Novo Século, está linda, folhas amareladas e com detalhes em forma de violão e guitarra. E a capa está muito diva!

Minha nota é um 5 mais que merecido. Recomendo demais A Vivência de Clarisse, ele se tornou um dos meus livro favoritos.

site: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/2014/03/24-resenha-vivencia-de-clarisse.html
comentários(0)comente



silvanasartori 28/03/2014

Clarisse Agnelli é uma adolescente de 17 anos que mora com os pais e o irmão na cidade de São Paulo e tem uma oportunidade grandiosa de fazer um intercâmbio na Inglaterra, mas antes de ter esse sonho realizado, ela precisava primeiramente hospedar a menina da família onde ela ficaria. O nome dela era Giovanna e passaria alguns meses ali com ela para poder conhecer o Brasil.
Só que com o passar dos dias, as duas ficam bastante amigas e conversam bastante, até que Clair fica sabendo por Gio que é namorada do Vocalista Scott March, o vocalista da sua banda favorita. E que também seu pai é empresário da Banda FLIGHT 8.

Surpresa, Clarisse fica sem acreditar no que acabara de ouvir, mas ao mesmo tempo fica animada porque poderia ter a chance de conhecer todos os integrantes da banda pessoalmente assim que tivesse a chance de estar na Inglaterra ao lado de sua amiga.

‘’O melhor de tudo foi descobrir que Giovanna conhecia pessoalmente o FLIGHT 8 – seu pai era um dos empresários da gravadora deles, a Island World Record, e ela namorava o vocalista principal da banda. Scott March, de dezenove anos – um namoro firme de 3 anos.’’

‘’Nos Oito Meses que Giovanna passou em casa, desde o inicio, pirou a cabeça de todas as minhas amigas ao mencionar o Flight 8 e o gato de namorar um dos integrantes. Ficou muito conhecida por fãs brasileiras, chegando a dar várias entrevistas para o site oficial deles aqui no Brasil’’

Quando chega o grande dia, Clarisse estava ansiosa para que chegasse logo para conhecer a Inglaterra e passear pelos lugares que ela ainda não conhecia e ainda ter a chance de conhecer todos da banda FLIGHT 8 (ScothMarch – Brian Polow – Anthony Ruver e Brian). Mas um em especial: Mark Rush.

Mas apesar de todas essas novidades, ela também teria bastante dificuldade em relação ao se relacionar com as pessoas, porque logo de inicio percebera que elas eram bastante diferentes e não eram do tipo que chegavam e davam as boas vindas.

Só que depois que começou a frequentar a escola, ela começou a ter a iniciativa de se aproximar das pessoas para tentar fazer amizades, mas as coisas não davam muito certo. Sem contar que havia algumas garotas de sala que não iam muito com sua cara, mas ela não se importava, porque sabia que tinha sua amiga Giovanna para lhe ajudar em tudo que fosse preciso e também procurava tentar tirar tudo como experiência, porque isso poderia mesmo acontecer em qualquer lugar que ela fosse visitar.


‘’Minha classe tinha 35 alunos, mas a maioria não falava comigo. Isso me obrigou a arrumar coragem para falar com eles, o que não foi fácil, mas depois de um tempo estava acostumada com todos.’’


Percebemos então, que de fato, um intercâmbio não é nada fácil e Clair apesar das dificuldades que passava em seu dia-a-dia, não deixou se abater e passou por tudo com a cabeça erguida levando tudo numa boa para poder tirar o melhor proveito dos meses que passaria lá.
E o mais bacana na história é que a convivência que sua amiga Giovanna tinha com o seu namorado Scott, fazia com que Clair tivesse a possibilidade de conhecer não só o dia-a-dia de seus ídolos, mas também de passar mais tempo perto do seu ídolo Mark Rush.

Só que ao conhecer Mark a primeira vista, ela já havia se decepcionado, pois ela já ficara sabendo pelos outros integrantes da banda e pela sua amiga que ele era um cara muito galinha e que a cada dia estava ficando com uma garota diferente.

Era uma coisa que Clarisse não esperava. Imaginava que ele fosse uma pessoa completamente diferente.

‘’Um pouco antes, eu achava que ele, pessoalmente, era melhor do que o Mark da minha fantasia, mas naquele momento conclui que, pelo menos na fantasia, não tinha galinhagem... ’’

‘’Eu sentia meu rosto queimar e estava muito decepcionada com ele. Primeiro por acha-lo perfeito – o que ele não era; era, sim, igual aos outros. ’’

Mas ninguém é perfeito nessa vida e por isso, com o passar dos dias ela teve que tirar suas próprias conclusões e ser na verdade um pouco indiferente aos seus encantos para não ser mais uma das garotas que ele pegava.
Então passado os dias e os meses, as coisas foram mudando de figura, pois a convivência entre eles acaba que ficando bem diferente e então começa a surgir uma amizade inesperada e também um sentimento bastante forte entre ambos.
O problema é que Clair acaba também conhecendo o primo de Mark, Daniel Rush. Nesse outro lado da história ela começa a ter um relacionamento meio que sem compromisso, mas que na verdade acaba criando uma grande confusão de sentimentos em seu coração.

A dúvida era: Com quem Clair deveria ficar? Com Daniel, o garoto certinho e carinhoso que todas as garotas sonham em ter? Ou Mark, um cara famoso e galinha que nunca queria compromisso com nenhuma garota?

No desenrolar das páginas vão acontecendo muitas coisas entre os personagens Clarisse, Daniel e Mark e com isso a autora faz com que fiquemos presos à história para saber tudo que irá acontecer no dia seguinte. Uma história deliciosa que reúne um bom Romance e também muito diversão com todos os outros personagens da história.

É um livro mais do que RECOMENDADO e que todos deveriam dar a chance de fazer essa leitura! Aproveitem, pois é uma história que te conquista do começo ao fim!


Em minha opinião esse livro foi mais um que entrou no meu TOP de LIVROS NACIONAIS, porque sinceramente fiquei surpresa com a construção que autora fez com sua história e principalmente com todos os seus personagens, ela não poupou nenhum. Ela soube usar todos de uma maneira muito bacana na história. Cada um com o seu papel e sua personalidade diferente. Achei isso realmente impressionante.
Confesso que estou APAIXONADA por esse livro depois de tantas emoções que senti ao ler, pois a Autora Isabella Danesi além de criar personagens cativantes, também me fez sorrir e até mesmo suspirar em algumas páginas. Eu simplesmente AMEI TUDO no Livro.

Em especial falando dos personagens, tenho que citar que AMEI o desenvolvimento da protagonista – CLARISSE, pois apesar de ser sensível, eu a achei bastante determinada, pois se eu estivesse no lugar dela, acho que não faria nem a metade do que ela teve coragem de fazer para enfrentar os problemas em outro lugar e com pessoas desconhecidas. Uma personagem bastante trabalhada no meu ponto de vista.

Mark e Daniel também tiveram um ótimo desenvolvimento na história, pois a autora não deixou pontas soltas em nenhum momento. Gostei muito. Apaixonei-me por cada um deles pela personalidade diferente de cada um, embora às vezes, Mark me tirava um pouco do sério por ser convencido e devagar demais em relação aos seus sentimentos.

E outro personagem que também não posso deixar de citar aqui de forma alguma é BRIAN, porque eu me diverti bastante com o seu bom humor e também pelas indiretas que ele fazia para Clarisse na história de vez em quando (risos). Mas ele é um fofo também!

A autora em relação aos personagens está de PARABÉNS. Todos realmente ÓTIMOS!

Quanto à Diagramação tenho que dizer que a Editora Novo Século caprichou, além da capa ser linda e ter tudo haver com a história, eu também achei que os detalhes no livro deram um toque especial com o desenho do violão. Achei muito legal.

A obra contém páginas amareladas, fonte boa para ter uma ótima leitura.
Não me deparei com erros ortográficos no livro, pelo menos eu não percebi ao ler. Mas se tiver, foi algo assim que passou despercebido e que para mim foi ótimo.
Resumindo está tudo IMPECÁVEL!

A minha NOTA para tudo é 5 Corações+FAVORITO+TOP!




Agora para finalizar, gostaria de dizer que eu queria que esse livro tivesse até mais páginas, porque eu queria acompanhar mais tempo os personagens dessa história MARAVILHOSA.


Enfim...

Agradeço então a autora Isabella Danesi pelo carinho e pela atenção com o meu blog I LOVE MY BOOKS e também por ter cedido sua obra para que eu pudesse ter a oportunidade de conhecer esses personagens maravilhosos. Muito obrigada!
Fico feliz de tê-lo em minha estante. MUITO SUCESSO e pode contar com as minhas DIVULGAÇÕES, porque é um livro mais do que merecido =]


site: http://lovereadmybooks.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Thaís Santos 14/03/2014

Uma viagem surpreendente!
Quem me conhece sabe que meu sonho, desde que eu me conheço por gente, é ir para a Inglaterra. Graças a Isabella Danesi, essa vontade só aumentou. Afinal, o que seria melhor do que ir para o país dos seus sonhos e encontrar o amor da sua vida de uma única vez? Nada!

Clarisse é uma adolescente sortuda: está embarcando com sua amiga Gio para um intercâmbio na Inglaterra, o lugar para onde sempre sonhou ir. É claro que ela não poderia estar mais empolgada e, quando desembarcam do avião e dão de cara com Scott, o namorado de Gio (que é nada mais nada menos do que o líder da Flight 8), ela tem a certeza de que sua viagem será mais surpreendente do que ela sequer imaginou!

Assim que chegam na Inglaterra, Gio a apresenta para os outros integrantes da banda. E é aí que Claire conhece Mark, um dos vocalistas que tem a maior pose de badboy. Mark é a personificação de tudo que Clarisse odeia, mas seus conceitos estão prestes a mudar. Enquanto isso, ela acaba conhecendo também a realidade de estudar num país completamente diferente do seu, longe de sua família e amigos, e ainda por cima tendo que lidar com boatos e rumores que se espalham feito fogo. Será que ela está realmente pronta para se abrir para todas as possibilidades?

A Vivência de Clarisse é um daqueles livros fofos, que dá pra ler em um dia, sem problema nenhum. A narrativa é rápida e nos dá uma noção boa de todos os sentimentos de Claire durante a leitura. Outra coisa que me chamou a atenção foram os cuidados com os detalhes físicos dos lugares em que os personagens passavam. É fácil se imaginar lá também, e houve momentos em que eu gostaria muito de estar no lugar da protagonista (principalmente com o Danny, ai ai...).

Confesso que tive raiva da Clarisse algumas vezes, uma hora ela era super impulsiva, na outra tinha medo de tudo! É o tipo de protagonista que ou você vai amar, ou odiar. E, apesar de o Mark ser aquele tipo de badboy que é impossível de resistir, eu torci bastante pelo primo dele (Danny), que foi um dos meus queridinhos na leitura! A escrita da Isabella é super gostosa, em vários momentos me fez lembrar os livros da Meg e me peguei com um sorriso bobo em alguns trechos. Também adorei com todas as minhas forças a diagramação do livro, com violões no título dos capítulos e a capa, linda *-*

Mais um nacional ganhando espaço na minha estante! Super recomendo para dias leves, onde o que só se quer é descansar na companhia de um bom livro :)

Leia mais em:

site: http://www.missthay.com
comentários(0)comente



22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2