Assassinatos na Rua Morgue

Assassinatos na Rua Morgue Edgar Allan Poe
Edgar Allan Poe




Resenhas - Assassinatos na Rua Morgue: e Outras Histórias


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Pepê 07/03/2020

Para quem gosta de suspense
Gostei, o livro é bem interessante, alguns contos até me impressionaram. Vale a pena a leitura.
comentários(0)comente



Thaís 17/05/2015

Assassinatos na rua morgue e outras histórias.
O livros foi lançado em 2006 pela editora Saraiva, como 272 páginas. É composto por diversos contos de Edgar Allan Poe, escritor americano. Nasceu em 19 de janeiro de 1809. Como suas obras cheias de enigmas, também foi a sua morte. Morreu no dia 7 de outubro de 1849, aos 40 anos e não se sabe até hoje o motivo de sua morte. Muitos falam que, a existência de Edgar Allan Poe poderia ser o enredo de um de seus contos de mistério.
O conto Assassinatos na rua Morgue foi publicado pela primeira vez em 1841 no periódico Graham's Magazine. Fala de um crime cometido contra mãe e filha na rua Morgue, Paris. Os homicídios parecem sem solução, rotulado pela polícia como "um crime perfeito". Mas não é isso que o detetive Dupin pensa sobre o assunto. Ele investiga o caso e vê coisas na cena do crime jamais percebidas pela polícia. Imaginando como foi executado o ato de profunda maldade. Juga o depoimento das testemunhas de maneira impressionante , deixando o leito cada vez mais interessado pela história. Acredito que como eu, muitos não imaginou o desfeche desse caso e se impressionou com o "assassino" e muito mais de como ele consegui desvendar o mistério que até outrora era insolúvel.
Outra conto presente nesse livro a chamar minha atenção, foi O gato preto, publicado pela primeira vez em 1843. O conto foi adaptado para o cinema muitas vezes. Conta a história de homem aparentemente bom e calmo. O mesmo é dono de um gato chamado plutão, animal muito amado pelo dono. Ou não ? Isso depende do ponto de vista de cada leitor. O Gato é morto pelo dono de maneira extremamente cruel. Mas a culpa não o deixou em paz por um longo período de tempo, fazendo ele se transformar em uma pessoa assustada e ao mesmo tempo corajosa, fria e cruel. Tais sentimentos junto fizeram como que ele matasse sua própria mulher. E agora? Qual sentimento ele carregaria como ele, depois de cometer tal crime? Será que culpa? Medo? Já adianto, não!
comentários(0)comente



Michel 30/04/2013

sem muito oque dizer, fantastico...
comentários(0)comente



Lima Júnior 08/02/2011

No começo eu achei que o livro não iria me causar tanta afinidade, devido à linguagem inicial do conto principal. Porém, com o tempo, fui sentindo como se minha alma atravessasse as folhas e entrasse nos contos. A forma como Allan Poe escreve é magnífica, quase indescritível. Sua magia está na forma psicológica em que trata os contos. A loucura e a possessão reinam em suas histórias. Destaco aqui os contos "O gato preto", "A queda da casa dos Usher" e o "O poço e o pêndulo".
comentários(0)comente



itsfunkim 03/07/2010

um livro tão "comum", mas que me chamou a atenção, pois relata os fatos com cada detalhe e, isso me impressiona e me prende a leitura.
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5