O Menino de Vestido

O Menino de Vestido David Walliams
David




Resenhas - O Menino de Vestido


29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


MiCandeloro 22/09/2014

Divertido e Inspirador!
Dennis era um menino de 12 anos que vivia numa casa comum, numa rua comum, numa cidade comum, com seu pai e seu irmão John, dois anos mais velho que ele. Sua mãe havia ido embora anos antes, deixando seu pai infeliz e fazendo-o sentir-se ainda mais carente e sozinho. A única coisa que os aproximava era o futebol. Os três adoravam assistir juntos aos jogos e o pai de Dennis vibrava pelas suas conquistas no esporte, já que o menino era um dos grandes craques do time do colégio.

Entretanto, a dinâmica familiar dos Sims era gélida. Não eram permitidos abraços, demonstrações de afeto ou de "fraqueza", como chorar. Tudo isso só tornava a vida de Dennis ainda mais difícil. Como ele sentia falta dos abraços da mãe, dos afagos na hora de dormir, dos almoços de final de semana, das viagens em família. Ele adoraria poder ter uma mãe por perto, assim como Darvesh, seu melhor amigo, tinha, apesar de não valorizar. A mãe de Darvesh não poupava suas demonstrações de afeto para com o filho, fazendo com que este só reclamasse, envergonhando-se, rotulando-a como doida. Engraçado que geralmente sempre queremos o que não temos.

Se isso tudo não bastasse, Dennis era um menino diferente. Ele adorava roupas de menina, principalmente vestidos. Deliciava-se admirando peças de estilistas famosos e levava muito jeito para moda, mas por causa do modo ignorante do pai, sempre teve que esconder esse seu lado mais poético e delicado. Até conhecer Lisa, uma menina mais velha que estudava no seu colégio e que sonhava em ser estilista.

Certo dia, Lisa o convenceu a sair vestido de menina com a finalidade de pregar uma peça em Raj, o dono da banca de revistas que eles sempre frequentavam. Lisa tinha certeza de que Dennis não seria reconhecido e o fantasiou como uma aluna de intercâmbio francesa. Mas a brincadeira adquiriu proporções imensuráveis quando Dennis resolveu usar um vestido para ir à aula, fingindo-se ser Denise.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

***

Desde que li Vovó Vigarista, do mesmo autor, decidi que leria qualquer coisa que David Walliams escrevesse. É impossível explicar o quanto a sua escrita é preciosa. David consegue abordar temas importantes e, por vezes polêmicos, em histórias infantis, de maneira leve e divertida.

Uma das coisas que mais gosto na escrita do autor é que, mesmo seus livros sendo narrados em terceira pessoa, conseguimos criar uma grande conexão com trama e seu interlocutor. Impossível não dar boas risadas com observações feitas pelo próprio David no decorrer da obra, bem como não se apaixonar por personagens tão humanos criados por ele.

Falando em dar boas risadas, adivinhem quem está de volta neste livro? Raj, o dono da banca de revistas que conhecemos em Vovó Vigarista. Pelo visto, os personagens de David moram no mesmo bairro. Raj retornou com um papel de maior destaque, protagonizando cenas importantes no enredo, sem esquecer-se do seu toque de humor bizarro.

Em O Menino de Vestido, a metáfora utilizada pelo autor a respeito da proibição/permissão de um menino usar vestido pode ser adaptada em qualquer aspecto da nossa vida. Por mais que o livro se trate disso, no fundo, Walliams quis nos alertar sobre a importância de aceitarmos o diferente evitando julgá-lo e rotulá-lo de maneira precipitada. Como o próprio autor diz, seria muito chato se tudo fosse igual, sempre.

Este livro é recomendado para todas as crianças que devem aprender desde cedo a seguirem os seus sonhos para não se tornarem adultos amargos e frustrados. E para quem leu Vovó Vigarista e chorou com o final, não se preocupem, aqui vocês ficarão muito felizes :) Que final lindo e emocionante!

Resenha originalmente publicada em: http://www.recantodami.com/2014/08/resenha-o-menino-de-vestido.html
comentários(0)comente



Tuca. 28/05/2014

<3
"Escreva o que achou do livro / o que aprendeu com ele"

Eu. Aprendi. A. Não. Bater. Nos. Coleguinhas. Que. Usam. Vestido.

(Sorry por isso. Só achei meio tosco o modo do Skoob indicar onde a gente escreve sobre nossas impressões.)

Li em duas horinhas. GENTE, que livro massa.

Uma mistura de Road Dahl (tá, ter ilustrações do Quentin Blake ajudaram nessa impressão) com Lemony Snicket (no sentido de não tratar crianças com condescência: o Walliams, como Snicket, sabe que elas não são idiotas).

Muito divertido. Ri horrores. Grifei horrores. De canetinha. Quase colori no final, de tanto que gostei.

*Rô Bernas 05/01/2016minha estante
Oi Tuca...estou começando a leitura e gostando muito...mas confesso que não entendi seu comentário que está entre parênteses ...o que vc achou tosco? rsss




Heidi Gisele Borges 06/08/2014

Primeiramente: preconceituosos podem não curtir esse livro.

O título já explica, Dennis é um menino que gosta de vestidos. Ele mora com o pai e o irmão mais velho.

Quando o pai descobre uma revista sobre roupas femininas escondida embaixo do colchão do menino briga com ele e o irmão ri.

Essa é uma história sobre amizade e preconceitos, sobre como é fácil olhar e julgar os gostos do outro e se perceber que também tem diferenças.

Ótima leitura que fiz em poucas horas. Recomendado.
comentários(0)comente



Tayná Coelho 09/07/2014

Um menino diferente, mas nem tanto assim
Ninguém gostaria de estar no lugar de Dennis: sua mãe abandonou a família, seu pai nunca a superou e seu irmão mais velho é extremamente implicante com ele. Para piorar tudo, uma regra resume bem o convívio da família – nada de abraços. O único momento em que abraços são permitidos na casa de Dennis é quando o time de futebol do pai vai bem, uma raridade.

"Tal qual um baú de tesouro de um filme antigo, a revista parecia refletir uma luz dourada no rosto dele."

Dennis é o artilheiro do time da escola, mas esconde um segredo: ele ama vestidos. Ama vestidos e também a revista Vogue. Dennis chega a comprar uma na banca local, mas seu pai a descobre e o reprime (além de contar a seu irmão, que caçoa dele).

As coisas vão realmente mal para Dennis, até que, após quebrar uma janela da escola jogando futebol, um castigo muda tudo. Na detenção, Dennis conhece Lisa, uma menina linda e popular, que ama moda. Lisa é talentosa e desenha seus próprios vestidos e acaba fazendo amizade com Dennis. Na casa de Lisa, Dennis tem a oportunidade de ver quantas Vogues quiser e acaba sendo convencido por ela a experimentar um dos vestidos.

O mais legal da história, para mim, é a quebra de conceitos pré-concebidos. Dennis joga futebol, gosta de meninas, mas gosta de moda. Porque não necessariamente uma coisa precisa estar vinculada a outra. Outro aspecto que me interessou muito, foi a relação do pai com Dennis (e da família, de forma mais geral). A regra dos abraços proibidos resume bem o quão conturbada está essa família e o quanto o afeto tem estado longe desse lar.

Falando do trabalho da editora, a diagramação está ótima, as ilustrações são muito fofas e não encontrei erros ao longo da leitura.

Foi uma delícia passar esses momentos com o Dennis e cia. A leitura não me tomou mais que duas horinhas e foi realmente preciosa.

site: http://olhandoporai.com/2014/07/01/resenha-o-menino-de-vestido-david-walliams/
comentários(0)comente



Gabbi 13/09/2015

Simplesmente adorável
O menino de vestido, de David Walliams é um standing alone curtinho com uma temática delicada de tratar em livros para crianças e eu acho que foi isso que me encantou nele. É um livro com uma mensagem simples e intensa que, depois da leitura, eu tirei alguns minutos (mais do que o habitual com outros livros) para refletir o impacto que a história causaria na cabeça de uma criança de cinco, seis anos. É um livro de quebrar preconceitos e estereótipos de gênero antes deles surgirem de uma maneira tão leve e sutil que é muito incrível. É um livro com uma base sólida e personagens relacionáveis de uma forma diferente. Apesar de ser um livro infantil, eu o recomendaria para muitos adultos, porque alguns realmente precisam da mensagem desse livro para ter uma vida melhor. Como eu disse no começo, é um livro curtinho, eu li em algumas horas, mas que me deixou pensativa o resto do dia. Eu não quero me estender aqui porque quero fazer uma resenha mais completa desse livro, é definitivamente um dos meus favoritos.
Leia mais em: dearlysandra.blogspot.com.br/2015/07/o-que-ja-li-no-kobo-ate-agora-1.html

site: https://dearlysandra.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Rodrigo Soares 21/07/2014

O Menino de Vestido
Livro interessante sobre Dennis e sua amiga Lisa. A história do vestido do inicio ao fim. Bem divertida!!
comentários(0)comente



Tatah 27/07/2017

Achei fofinho principalmente as ilustrações
comentários(0)comente



Afonso 14/01/2016

Tudo o que se espera de um pequeno grande livro!
Com uma história cativante à sua maneira, David Walliams usou de bastante criatividade pra falar de um assunto SUPER importante para todos e nos fazer refletir sobre certas atitudes que tomamos. É uma leitura super leve e engraçada, mas se você procura grandes aventuras com muito sangue e violência hahaha não vai encontrar neste livro.

O mais legal é que os desfechos não são clichês...

Poderia apontar alguns defeitos aqui, mas na verdade não seriam defeitos, simplesmente são elementos que faltam, mas provavelmente foram deixados de lado de propósito, por causa da natureza do livro.

No mais, Leiam!
comentários(0)comente



Hayanne Deise 30/07/2016

O menino de vestido
Li esse livro mais por curiosidade do que por qualquer outro motivo. A verdade é que esse tem sido um assunto da atualidade, o questionamento do porque ter roupas femininas e masculinas. A minha motivação para ler essa obra foi o fato de que esse é um livro apresentado para crianças e adolescentes, como uma doutrinação.

Obviamente meu posicionamento vai contra o que é dito aqui. Falo não para suscitar polêmicas e tal, mas uma resenha deve apresentar seu ponto de vista sincero, certo?

A escrita é muito maravilhosa, disso não tenho dúvidas, já li outros do escritor, e é espetacular seu jeito mais despojado de escrita. Mas ficou a dever nesse assunto.
comentários(0)comente



Leo Lee 14/01/2016

Perfomance de genêro para crianças
Dennis vive com seu pai e seu irmão numa casa onde afeto, como um simples abraço, é visto com maus olhos. Ele sente saudades de sua mãe, porém isso é um assunto proibido na família.
Na escola Dennis é conhecido como o melhor jogador do time, ele adora futebol, mas o que ninguém sabe é que ele também gosta muito de ver vestidos em revistas de moda...
Num dia em que Dennis pega uma detenção, por ter quebrado a janela do diretor com uma bolada acidental, ele conhece Lisa, a garota mais popular da escola, e assim como ele, aficcionada por moda. A partir desse momento a vida de Dennis vai mudar completamente!
Um ótimo livro para abordar a questão de performance de gênero para crianças!!!!
comentários(0)comente



Natália 28/09/2018

Dennis ama vestidos, e daí?
Ganhei esse livro de presente de um amigo que sabe que sou apaixonada por livros mas acabei ,por algum motivo, deixando largado na estante por um ano, como recentemente voltei com o hábito de leituras resolvi pegar para ler e achei interessante!!!

"Dennis era diferente. Quando se olhava no espelho, ele via um menino de doze anos comum. Mas dennis se sentia diferente. Seus pensamentos eram cheios de cor e poesia, apesar de sua vida ser muito chata."

A gente tem como protagonista principal um menino muito fofo chamado Dennis de apenas 12 anos, a mãe foi embora de casa e ele vive apenas com o pai e irmão mais velho, é um garoto comum, gosta de jogar futebol, tem vários amigos, vai bem na escola, porém ele tem uma paixão por vestidos, mais que isso, ele ama muito moda. É um menino normal que gosta de vestidos, eae? Qual é o problema? Bom, pro Dennis isso é um problemão, porque ele sabe que as pessoas não vão aceitar. Então ele passa a esconder esse secreto, mas isso vai por água a baixo quando ele conhece uma menina mais velha que é apaixonadissíma por moda.

O livro aborda um tema muito sério de uma maneira bem leve e descontraída até porque é um livro é infatojuvenil, é ótimo para ser trabalhado em sala de aula pras pessoas pararem com essa coisa de pré conceitos já utrapassados. O livro mostra que você não vai deixar de ser quem é pelo que veste ou pelos gostos pessoais.
comentários(0)comente



*Rô Bernas 14/01/2016

Dispa-se de preconceitos!
No início não tinha conseguido captar a essência do livro, mas a medida que a história avançava, ia clareando e...amei!
Este é um livro infanto-juvenil, mas não sei dizer como os pais reagiriam ao ver seus filhos tomando a mesma atitude de Dennis, afinal o preconceito ainda está muito arraigado na nossa cultura...muitos pais não deixam que seus filhos usem nada na cor rosa, quanto mais...
Apesar de ser um livro classificado como infanto-infantil, muitos adultos deveriam ler, quem sabe assim teriam uma vida menos preconceitusa, né?
Andrea 15/01/2016minha estante
Fiquei curiosa pra ler. Estou super na onda desses livros "diferentes"! :)


*Rô Bernas 17/01/2016minha estante
Então leia...é bem legal!!!




Maria 15/08/2019

O menino de vestido
Esse livro é da editora David Wallians, publicado em 2008, Editora Intrúseca
Fala de um menino chamado Dennis, com uma vida difícil, foi abandonado pela mãe, não se dá bem com o irmão, e seu pai é deprimido. Na sua casa eles não dão abraços um no outro
Ele gosta de jogar futebol e ver vestidos, num dia ele conheceu Lisa uma menina bonita e popular, bem estilosa. Eles começam a ser amigos e ele ia na casa dela, até que um dia ele foi convencido a ir de vestido para escola por Lisa, a partir desse dia sua vida ficou divertida e legal...

Eu gostei do livro pois mostra que não é porque ele usa roupa ''feminina'' que ele é gay. Recomendo MUITO o livro
comentários(0)comente



Renata (@renatac.arruda) 10/11/2014

Altamente inclusivo e fora da zona de conforto
"Um dia, jogando futebol no pátio da escola, o menino quebra a vidraça do diretor Braveza e vai parar na detenção, onde faz amizade com Lisa, a menina mais bonita e por quem ele tem uma quedinha. Lisa sonha em ser estilista e compra regularmente a Vogue e é em uma das visitas que faz à casa da amiga que Dennis passa a se vestir se mulher pela primeira vez. E gosta.

A partir daqui o livro tem alguns problemas. Perdendo a oportunidade de desenvolver melhor o gosto de Dennis pelo crossdressing e fazer da descoberta uma chave para o autoconhecimento, Walliams cria uma situação que se equilibra numa linha tênue entre o convencimento e o comportamento abusivo..."

Leia mais no Prosa Espontânea:

site: http://mardemarmore.blogspot.com.br/2014/11/o-menino-de-vestido-david-walliams.html
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 24/01/2018

Resenha da Dani
Pense num infantojuvenil divertido?!

Dennis é um garoto sensível de doze anos, o abandono da mãe ainda dói muito, especialmente quando era a única a lhe dar carinho. Agora ele vive com o pai e o irmão, que são o estereótipo dos machões. Nada de abraços, nada de palavras melosas.

Dennis adora jogar futebol, ele é o craque do time, embora não seja o suficiente para ser parte da turma popular. E ele tem um segredo: uma revista escondida debaixo do colchão! E, posso garantir, que você não imagina o que é.

O fato é que Dennis acaba indo parar na detenção e lá conhece Lisa, quer dizer, começa a falar, já que ela é a garota popular e linda da escola; e o garoto a admira.

Numa tirada de sorte, ele descobre que Lisa adora desenhar vestidos e consegue um convite para a casa da garota.

E, gente... esses dois juntos, farão cada uma.

David Wlliams tem uma escrita envolvente, ele nos joga dentro da história e nos deixa bem confortáveis, as emoção são bem descritas, sem exageros e com muita habilidade.

Ele nos mostra o que passa pela mente de Dennis, as lembranças, os desejos, algumas questões que o deixam confuso. Questões como 'será que um menino pode usar um vestido?' Ou 'Lisa é completamente maluca?'

"- Que injusto! Sabe, roupas de garotos são muito sem graça.
- Bem, eu odeio essas regras chatas que dizem o que as pessoas devem ou não vestir. Com certeza todo mundo deveria poder usar o que tivesse vontade, não?

Darvesh é o melhor amigo de Dennis e tem uma mãe que está sempre por perto lhe fazendo "passar vergonha" com demonstrações de afeto. Meninos. As conversas entre eles são muito legais e bem sinceras. Numa delas ocorre um leve empurrão para nosso protagonista seguir suas vontades.

E a ideia do autor narrar o livro como se estivesse conversando conosco é maravilhosa, eu adoro esse tipo de narrativa, acaba me envolvendo mais, tornando mais real a minha viagem pela leitura.

"É preciso algum tempo para se acostumar a andar de salto alto. Não que eu saiba disso, leitor. Só ouvi falar."

E este outro exemplo:

- Você é um &**%$#% completo!
Ops, me desculpem. Sei que, apesar de crianças de verdade falarem palavrão, não se pode escrever palavrões em livros infantis. Por favor, me perdoem é a &**%$#% da regra!

O Menino de Vestido nos faz pensar nas regras impostas pela sociedade, no real valor de um amigo, nas coisas que damos valor ou não.

Adorei o Dennis com seu talento para esporte, seu desejo secreto, sua amizade pelo Darvesh, o amor que ainda nutre pelo irmão implicante, e acompanhar algumas de suas lembranças me deixou com o coração apertado.

Lisa é espevitada e seu talento para moda é latente, ela acaba sendo uma boa amiga para o protagonista. E nos faz lembrar que embora a vida não pareça das melhores, nossos sonhos nos dão gás para correr atrás.

E até mesmo o pai e o irmão de Dennis nos deixam uma lição importante: embora alguns não saibam como expressar seus sentimentos, não significa que não nos amem.

E você, já leu este ou algum outro título do autor? Na minha fila de espera está Vovó Vigarista!

Recomendo para você ler e se distrair; e para dar de presente às crianças.

site: http://www.minhavelhaestante.com.br/2017/10/lendo-com-dani-o-menino-de-vestido.html
comentários(0)comente



29 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2