Os Bons Segredos

Os Bons Segredos Sarah Dessen




Resenhas - Saint Anything


212 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


resenhasdajulia 30/06/2021

Foi meu primeiro contato com a escrita da Sarah e eu adorei!

Sydney sempre viveu à sombra de Peyton, seu irmão mais velho. Quando ele, ao dirigir bêbado, atropela um adolescente, o deixando paraplégico, as coisas mudam completamente na casa de Syd.

Ela sempre esteve em segundo plano para os pais, mas depois da prisão do irmão, isso fica ainda mais em evidência. Então ela decide que é hora de uma mudança.

Em uma nova escola, Sydney faz amizade com os irmãos Layla e Mac Chatham, e se sente muito acolhida pela família deles.

É um livro fluido, que não tem muitos altos e baixos, mas adorei acompanhar o processo de crescimento da Syd e me identifiquei com ela em diversos momentos.

Achei o final um pouco corrido, porque eu queria muito saber o que aconteceria naquele encontro. Mas me surpreendi com esse livro, não imaginava que eu fosse gostar tanto!
ivy! 30/06/2021minha estante
arrasou na resenha, Juuuu!?


ivy! 30/06/2021minha estante
ainda não li esse livro, meu primeiro e único (até agora) contato com a escritora, foi em " só escute" e adorei !!!??


resenhasdajulia 30/06/2021minha estante
Obrigadaaa ?
Quero muito ler "Só Escute"!


Margô 02/07/2021minha estante
Não conheço a autora...qual o gênero?


resenhasdajulia 02/07/2021minha estante
Jovem adulto, Margô!


Margô 02/07/2021minha estante
Ah tá! ??????




Aline Michele 11/02/2021

Eu vi você
Que livro mais sensível gente.

Aqui a gente conhece a Sidney, uma adolescente que se sente invisível pois seu irmão rouba todas as atenções em casa e tudo piora quando ele bêbado, atropela uma pessoa e acaba preso.

Ela podia ser aquela personagem chata, que reclama de cinco em cinco minutos da vida, mas ela é sensível, pé no chão, boa gente e tudo que ela fala faz sentido.

Tudo muda quando ela conhece a família Chathan. Nossa que família mais maravilhosa. Eles são unidos de um jeito tão bonito e tão natural que é uma delícia de ler.

Os amigos que ela faz na nova escola (ela acaba se transferindo para o que eu acredito ser uma escola pública) também são uns amores, super divertidos e presentes de verdade, em todos os momentos. Não só nos bons.

Mas o destaque da família e novos amigos dela é a Layla, acho que se eu fosse transportada para dentro desse livro também ficaria encantada em volta da aura iluminada que ela tem rs.

Nos comentários enquanto eu lia, eu falei da mãe da Sidney (que com uma mãe dessas ninguém precisa de madrasta), ela faz umas coisas bem idiotas, acho que age de uma forma errada muitas vezes, porém logo depois tem uma cena num hospital onde não existe exatamente um diálogo entre mãe e filha, mas é uma cena tão linda e tão cheia de significados (coisa de mãe mesmo) que eu até entendi tudo que ela fez e por quê.

Bom, o livro não tem aquele ápice sabe? É uma constante, mas é constantemente bom rs. Se alguém procura um livro bom, sensível, que aborda de uma forma muito suave assuntos delicados, leia este. É lindo.
comentários(0)comente



Lizia.Yohanna 17/07/2022

Legalzinho
Ainda que o livro acompanhe o crescimento de Sydney, a história é um pouco lenta e, para piorar, acompanhada de um romance morno. Ainda assim, a leitura é cativante e você simpatiza facilmente com os personagens, que são bem construídos. Você sofre junto com a personagem. O final é bastante aberto e você fica querendo entender melhor o que se sucedeu, mas não há previsão de continuação para a história.
O livro é tranquilo e reflexivo e uma ótima companhia para suas horas vagas, mas não espere grandes reviravoltas ou uma narrativa super cativante porque isso não tem aqui.
comentários(0)comente



SteFranconere 07/06/2020

Saint Anything
Eu realmente gosto da escrita da Sarah Dessen. É leve, fluida, mas carrega muito significado. Suas histórias são sempre envolventes para mim, não consigo parar de ler. Deve ser o sexto livro dela que leio, e o primeiro que não tem o verão como personagem principal, e gostei da mudança. A forma como ela explora o relacionamento familiar, a força e importância da amizade e a descoberta do amor (sempre muito sutil nos livros dela), me encanta. Outro favorito.
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 21/03/2017

Resenha: Os Bons Segredos
Os Bons Segredos foi meu primeiro livro da Sara Dessen. Conhecia pouco da autora, sabia apenas que ela existia porque uma amiga muito querida leu um livro dela e adorou. Sendo assim, quando tive a oportunidade de ler uma de suas obras não pensei duas vezes e me joguei.

De acordo com a própria orelha do livro Os Bons Segredos, Sara Dessen é um dos maiores destaques da literatura jovem adulta contemporânea e autora de 12 livros que juntos venderam mais de 7 milhões de exemplares. Óbvio que com um currículo desses fiquei com as expectativas nas alturas para encarar esse livro, algo que geralmente mais me atrapalha do que ajuda a gostar de uma obra.

Os Bons Segredos começa como todo bom YA: Sydney é uma adolescente que está passando por um grande drama familiar. Seu irmão mais velho, Peyton, o menino dos olhos da mãe, se envolveu em um acidente de trânsito ao dirigir alcoolizado o que culminou no atropelamento de um garoto, deixando-o paraplégico. Peyton é considerado culpado - contra fatos não há argumentos - e é preso, mas isso não é suficiente para que seus pais aceitem sua responsabilidade no ocorrido. A mãe de Sydney parece encarar o tempo de Peyton na prisão como um interlúdio, jamais admitindo a culpa do filho no acidente e fazendo de tudo para continuar a vida da mesma maneira de antes.

Sydney, por outro lado, parece ser a única da família a sentir a culpa pelo acidente do irmão e por isso não consegue se conectar com os pais. Durante toda sua vida, Sydney ficou na sombra do irmão, sendo ofuscada por sua personalidade vibrante e extrovertida, o que não muda quando Peyton vai preso. Todos os esforços de seus pais continuam sendo direcionados para o irmão, mesmo que Sydney sempre tenha sido a filha "modelo" e que não se mete em encrencas. Nesse cenário solitário, Sydney, após o final de um dia de colégio, decide entrar em uma pizzaria que até então desconhecia e lá esbarra na família Chatham, dona do lugar.

"A cada instante, havia infinitas chances de caminhos se cruzarem e vidas se chocarem, se unirem ou algo do tipo. Era incrível que fôssemos capazes de viver sabendo que tudo podia ocorrer por puro acaso. Mas qual era a alternativa?"

Primeiro entra Mac, o garoto que a anota seu pedido. Depois, Layla, a esfuziante filha do meio dos Chatham. Layla é tudo o que Sydney não é: extrovertida, divertida e aparentemente bem resolvida com a vida. Sem muitos rodeios, Layla diz aquilo que tem pra dizer, doa a quem doer. A amizade entre as duas floresce de maneira inesperada, e estar imersa na família Chatham era o que Sydney precisava para se encontrar. Essa família, até então desconhecida, acaba se transformando no porto seguro de Sydney, com suas pizzas, reuniões barulhentas e a casa sempre cheia de gente. De seu mundo sempre vazio, frio e solitário, Sydney aprende aos poucos a deixar suas barreiras caírem, a deixar Layla e Mac se aproximarem.

"Sentia que minha própria vida era entediante e triste na maior parte do tempo, então de certa forma era reconfortante mergulhar na vida de outra pessoa."

Embora o livro não tenha nenhum grande mistério ou reviravolta na trama, é uma leitura agradável. Sara Dessen sabe conduzir a narrativa de maneira a sempre te fazer virar mais uma página - mesmo quando você está morrendo de sono - só para poder acompanhar aqueles personagens um pouquinho mais. Sydney, enquanto protagonista, não é muito interessante ou diferente, mas os personagens que a rodeiam fazem a trama girar. Toda a família Chatham, com sua pizzaria e confusões, coloca um pouco de cor não somente na vida de Sydney mas como em Os Bons Segredos como um todo. Por ser uma personagem bastante introspectiva, Sydney vive muito dentro de sua cabeça - o que pode ser um pouco chato de acompanhar (e digo isso como uma pessoa introspectiva, notem) - e vê-la se conectar com os Chatham e sair de seu casulo realmente vale a pena.

Apesar do desenrolar fraco da história, Sara Dessen consegue tratar de temas como superação e amadurecimento, coisas tão próprias da adolescência, com delicadeza. Essa fase da vida, tão cheia de altos e baixos, é um dos momentos mais difíceis da nossa existência, principalmente com todas as mudanças pelas quais passamos, a sensação de não pertencimento e inadequação que por vezes nos persegue. É isso o Sydney sente na maior parte do tempo, principalmente devido a toda a questão de seu irmão e o fato de que seus pais não parecem conseguir encarar a situação da prisão com a seriedade necessária.

"O mais surpreendente não era o choro em si, mas o fato de eu ter chorado na frente de outras pessoas. Na verdade, só desabamos diante de quem sabemos que podem nos reconstruir."

Mesmo que eu tenha lido Os Bons Segredos em questão de dois dias, a história, de maneira geral, deixou a desejar. Enquanto Mac, Layla e os Chatham são personagens interessantes - ainda que pouco desenvolvidos - e faça o interesse na trama aumentar, o mesmo não pode ser dito sobre Sydney. Salvo toda a situação com o irmão e os pais, e sua evidente introspecção, a protagonista me deixou irritada por inúmeros momentos, principalmente por se manter calada em situações que exigiam ação. Claro que não posso obrigar uma pessoa a agir da maneira como eu agiria em certas ocasiões, mas sua passividade e letargia exageradas me deixavam angustiada.

Não posso negar: Sara Dessen escreve muito bem e trata de temas difíceis com delicadeza, mas toda a trama de Os Bons Segredos poderia ter sido melhor trabalhada e desenvolvida. A sensação que fica, ao virar as últimas páginas, é que faltou alguma coisa que tornasse o livro memorável. Os Bons Segredos é ok para passar o tempo, esvaziar a mente. Dá pra suspirar um pouquinho com o romance juvenil que surge, e até rir com as loucuras de Layla ou da banda de Mac, porém, no geral, poderia ter sido mais.
comentários(0)comente



Elly 28/04/2021

Os bons segredos
Esse livro foi meu primeiro contato com as obras da Sarah Dessen e acho que não poderia ter começado melhor.
A autora soube falar de assuntos fora do cotidiano de um jeito leve, fácil de ler. Um ponto negativo foi que gostaria de conhecer mais sobre a Sydney e foi uma coisa que não aconteceu, teria amado se ela tivesse colocado mais detalhes da vida dela no livro. Sobre os outros personagens como a família Chatham amei demais conhecer a história deles.

Apesar do ponto negativo que citei, não deixei de dar 5 estrelas e adicionar aos meus favoritos, mexeu comigo e foi um dos melhores que li esse ano.
comentários(0)comente



Evelyn182 10/04/2021

Um livro simples que deixa a gente viciado, esse livro me surpreendeu pois são cenas da vida real tratadas pela protagonista de um jeito bem íntimo, confesso que só não dei 5 estrelas por ações da protagonista e eu só queria gritar: PAREM E CONVERSEM, mas é um livro ótimo para passar o tempo e para reflexão. amei!
comentários(0)comente



Rafael 19/12/2021

"Nada estava bem havia muito tempo. E sempre que eu achava que as coisas estavam perto de se ajeitar, algo acontecia para lembrar o universo que eu não merecia, não ainda."
Sempre tive muita curiosidade pelos livros da Sarah Dessen, e fiquei muito feliz quando conclui "Os Bons Segredos", pois não poderia ter começado de forma melhor. Os personagens desse livro são muito bem construídos e todos têm um propósito na história. Mesmo que no início, Sydney pareça meio sem graça, isso vai todo sentido para a proposta da trama.  
   
A família Chatam é a melhor coisa do livro, em especial Mac e Layla. Amei os dois e a amizade que criaram com Sydney. Também gostei e torci muito pelo casal principal, porque Sarah os contrói de forma gradativa, que casa perfeitamente com a história. Aliás, todas as relações do livro são construídas assim, por isso soam muito críveis.   
  
O único ponto negativo foi a conclusão em torno do assédio. Sei que muitas vezes acaba dessa forma, mas o personagem é tão nojento, que queria vê-lo totalmente ferrado. Há algumas partes que parecem lentas também, mas, no fim, "Os Bons Segredos" foi uma ótima leitura e me deixou animado para mais obras da Sarah Dessen.
comentários(0)comente



Samuka Corrêa 19/02/2020

Uma história de conflitos jovens... para jovens!
A trama de "Os bons segredos" conta a história de Sydney, uma adolescentes, que num piscar de olhos tem sua vida modificada por uma porção de conflitos, iniciados pelo irmão, Peyton. A autora consegue representar a história de uma maneira tão verossímil, que o leitor sente na pele os anseios da protagonista, onde o leitor quer e crê que tudo pode melhorar, simplismente, porque a personagem merece.
comentários(0)comente



SarahSoberana 02/11/2020

Gostei demaaais. Senti muita aflição pela Sydney, não sei como ela não surtava o tempo inteiro, pois assim que eu agiria no lugar dela. Tem um romance bonitinho, mas o livro não é sobre isso, e sim sobre amizade e família e situações difíceis. Amei ??
comentários(0)comente



anaa 17/04/2021

Os Bons segredos - Sarah Dessen
É Sarah Dessen, a senhorita consegue acabar com minhas estruturas, toda vez.
Que história linda!
(Nunca lembro nomes de personagens, então não me julguem kkkkk).
Mas a protagonista (Sydney) é sensacional, acho ela coerente em tudo que diz, inteligente e sensível.
Amei toda a história, a amizade com Layla foi um ponto crucial, a família toda é completamente maravilhosa.
Só não dei a última estrelinha completa porque a autora parou justamente na parte que eu estava mais esperando ?.
Mas enfim, maravilhoso.
Recomendo.
comentários(0)comente



Vic 06/05/2020

Leve e reflexivo
Ao mesmo tempo que ele o livro é leve, fluído e gostoso, também é muito reflexivo e traz temas importantes. Senti muita raiva dos pais da Sidney, mas também consegui entendê-los após tudo que passaram com seu filho mais velho. E o mais impressionante é a paciência da Sidney com tudo que ela estava passando, principalmente com Ames.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bi Sagen 02/10/2020

Sarah Dessen foi uma autora que fez parte da minha adolescência. Just listen, That summer, A caminho do verão, e O que aconteceu com adeus foram leituras que tinham me encantado muito.

Fiquei um tempo sem ler nada dela, mas retornei com Canção de ninar (que acabei detestando). E por isso enrolei ainda mais para ler Os bons segredos.

Esse é o primeiro livro dela que eu leio que não se passa no verão. Mas o tema de problemas familiares e angústias adolescentes permanece.

Sydney sempre foi a boa filha, aluna exemplar e amiga excelente. Mas tudo isso só faz com que ela seja invisível. Já que seu irmão mais velho, Peyton, sempre foi o centro das atenções, com todo seu charme e coragem.

O problema é que ele entrou numa espiral de confusões. E agora foi preso por atropelar um adolescente. O que quase destrói toda sua família.

Sua mãe ignora que o filho é criminoso e age como se ele fosse a vítima. Seu pai está cada vez mais ausente. Assim, Sidney passa a carregar sozinha toda a culpa pelo acidente e angústia sobre a situação.

Ao mudar de escola, ela conhece Layla. E essa amizade passa a transformar a forma com que ela enxerga o mundo e age nele. Principalmente ao conhecer a família dela, e se sentir tão inserida naquele lugar, e pela primeira vez, vista e valorizada.

O primeiro ponto a se destacar é que eu amo a amizade das duas, e a forma saudável e consistente com que ela é construída. Além disso, o relacionamento com Mac é lindo. E mesmo assim não toma todo o espaço da narrativa, porque o foco é o desenvolvimento da protagonista. Achei isso incrível!

A relação da protagonista com Ames (amigo da família) é bem complicada. E a situação de um possível abuso, e aquele constante assédio me angustiou muito durante a leitura. (Acho que as editoras deviam colocar aviso de gatilho em alguns livros. Por mais que fosse um leve spoiler, serviria pra ajudar os leitores.)

Mais uma questão é que a história é muito lenta. Eu entendo que a autora faz isso pra tentar mostrar que a vida de Sydney era comum, e sem grandes reviravoltas. O problema é que isso era lento demais. Metade do livro tinha se passado e nada acontecido.

E por fim, não gostei de como os últimos acontecimentos foram retratados. Talvez isso seja um spoiler, mas não acreditei naquela mudança em segundos da mãe dela, nem em como tudo magicamente melhorou. Precisava ser melhor desenvolvido para ser crível.

Para quem não curte mocinhas sem muita iniciativa, já aviso que o livro não é pra você. Já que Sidney passa toda a história sofrendo pela situação com a mãe, o irmão, e Ames, e em nenhum momento age sobre isso.

Acabei ficando em dúvida se tento ler outro livro da Sarah Dessen, já que os últimos dois foram bem insatisfatórios.
comentários(0)comente



Tha 30/10/2021

É um livro nhé. Bem escritinho, bem fluido, mas não fiquei efetivamente cativada por ninguém. E ainda acho que faltou um bom bate boca com a mãe chata.
comentários(0)comente



212 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR