Diário de um Adolescente Apaixonado

Diário de um Adolescente Apaixonado Rafael Moreira




Resenhas - Diário Adolescente de um Apaixonado


45 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


_azriel 21/06/2020

Na época, eu amei
Não vou falar mal desse livro porque quando eu li, ele realmente foi legal. A verdade é que para o publico de idade 11\12 anos, ele é bom, porque a escrita é fácil e também conta varias coisinhas que ajudam em um relacionamento.

Lembro que quando eu comprei na bienal, meus amigos que namoravam na época, queriam ler porque o Rafael falava como ser uma pessoa boa e produtiva em um namoro, e principalmente, ser ROMÂNTICO.

A história não é uma das melhores, mas como eu gostava muito do youtuber e também achava ele uma pessoa muito encantadora, eu aproveitei bem a minha paixão de criança.
comentários(0)comente



Robson 13/02/2015

Uma decepção esperada! 2.5
Desventuras amorosas, confissões e assuntos familiares. Tudo isso, junto e misturado, se encontras nas poucas 128 páginas de “Diário de um Adolescente Apaixonado”, estreia do blogueiro Rafael Moreira no mundo literário.

Assim como Ique Carvalho fez em “Faça Amor, Não Faça Jogo”, Rafael mescla auto-ajuda à cronicas autobiográficas. A diferença se encontra na execução, que me desculpem os fãs, não foi nada boa e agradável!

Entendam que é quase impossível não comparar as duas obras. Ambas falam sobre amores não conrespondidos, o valor da família e experiências na vida jovem. As coisas ficam um pouco diferentes quando tratamos a linguagem utilizada nas narrativas de cada obra. Rafael moreira usa de uma linguágem mais jovem, descontraída e até mesmo de girias, enquanto Ique é mais maduro e direto.

Comparações a parte, quero dizer que “Diário de um Adolescente Apaixonado” não é de todo ruim, há alguns textos que realmente valem a pena, que fazem com que pensemos em nossas ações e tudo mais.

O problema do livro se encontra, realmente, no excesso de “frases de efeito ala John Green”.

Senti que o Rafael se espelhou bem nisso, nessa necessidade de impactar a vida dos leitores com frases bonitinhas e bem planjedas. Isso é legal, sim, mas chega uma hora que elas cansam. Você se pergunta: “Poxa, será que as coisas não podem fluir naturalmente nesse livro? Será mesmo que precisa de tanta lição de moral pra ser uma boa leitura?”.

Querido Rafael, sua escrita é bem bacada, devo confessar, mas as coisas ficam um pouco sobrecarregadas com tantas “quotes”, parece que de certa forma você depende disso. E, como leitor, posso dizer que seu livro não precisava ser tão impactante assim. Jovens, como eu e você, gostam de descontrair nesses casos, não de poetizar excessivamente a perda ou conquista de um amor. Simplesmente me sobrecarreguei ao ler grande parte de seus textos, me senti sufocado.

Agora, para finalizar a coisa, tenho uma pergunta exclusivamente direcionada à Novo Conceito: Por que não lançar um álbum de fotos com frases bonitinhas?

A diagramação e o projeto gráfico do livro estão muito bonitos, sério, mas realmente existia a necessidade de tantas fotos convertidas em desenho?

Pode ser que as “menininhas” fãs do moço queiram isso – mas daí voltamos ao caso de lançar um álbum de fotos com frases bonitas. -, mas tenho certeza de que muitos garotos (e até mesmo garotas que não conhecem o trabalho dele) vão encontrar o livro em uma livraria, comprar pelo título chamativo e acabar se decepcionando ao encontrar um “livro para colorir”.

Problemas a parte, frases deslocadas e sem sentido algum, “Diário de um Adolescente Apaixonado” é o tipo de leitura ideal para quem não quer compromisso com um livro mais complexo e sim passar o tempo.

Não indico, muito menos repudio a leitura do livro!

site: wp.me/p4ebQV-No
Pedro 14/02/2015minha estante
Por que não publicar o livro do Robson?


Robson 15/02/2015minha estante
oi???


Pedro 15/02/2015minha estante
Esquece. kkk


Pedro 15/02/2015minha estante
Acho que fui mal interpretado, quis dizer que eles poderiam publicar o seu livro. :(
Desculpe-me se lhe ofendi, apesar de não ter sido essa a minha intenção, já que tenho conhecimento de seu livro Redenção, não li completo, mas tava gostando do que li... e confesso que até uma certa admiração por sua pessoa e pelo seu trabalho no blog literário... Mas uma vez ressalto que não vim aqui lhe criticar.


Robson 15/02/2015minha estante
Ok Pedro


Juliana 23/03/2015minha estante
Falou tudo que eu penso! Mas ao contrário de vocês, não fui tão boazinha e dei apenas duas estrelas. rsrs




Anna Laitano 05/02/2015

Um livro que não é apenas bom
Confesso que decidi passar este livro na frente de outras leituras por ele ser curtinho, e também porque a diagramação chamou atenção. Mas o que encontrei me deixou muito positivamente surpresa.

Eu não conhecia o autor, então não sabia bem o que esperar. Também, por eu já estar com 20 anos, estava receosa com o que encontraria de um escritor de 17. Drama adolescente? Gosto, mas não estava no clima pra isso, no momento. Arrisquei mesmo assim.

Mas logo digo: se você também está com essa mesma cisma, pode se tranquilizar neste instante!

Rafael é um rapaz maduro, com uma visão de mundo bem legal, um bom domínio com as palavras e um carisma que se percebe facilmente em sua escrita. Ler suas crônicas é, de fato, como conversar com um amigo. Você se identificará com aquelas histórias e esse nível de empatia imediata te fará ler o livro inteiro em questão de horas. Porque com a linguagem fácil, o jeito descontraído, as perguntas que o autor faz pontualmente e trazem – ainda mais – o interlocutor para dentro do texto, é impossível não sentir quase como se vocês se conhecessem há tempos.

A diagramação é um caso à parte, porque está tão caprichada que merece um parágrafo apenas para ser elogiada. Sério, é visualmente prazeroso virar as páginas do livro! É verdade, porém, que eu ainda preferiria uma fonte mais padrão para o corpo do texto em si, porque às vezes minhas vista problemática estranhava um pouco, especialmente depois de algum tempo lendo. Mas, mesmo assim, a fonte utilizada não chega a ser desconfortável para a leitura e não tira, de forma alguma, pontos da estética do produto final.

Agora, por que eu disse que o livro não é apenas bom? Porque, acreditem ou não, este livro também é importante. Sim, importante! Porque o autor é um romântico. Com certeza ele fará sucesso entre as meninas, mas, acima de tudo, lembrará ao público feminino que nem todo homem é um safado patológico, e que você não precisa se contentar com alguém que te trate apenas 'mais ou menos'. Ao mesmo tempo, o frenesi que o livro com certeza causará entre as garotas, mostrará também aos rapazes que ser romântico compensa, ajudando a derrubar aquele mito de que canalhice é atributo inerente ao homem. Na época em que vivemos, com certeza precisamos de mais homens que disseminem esse tipo de ideias e, por isso, aplaudo autor e editora aqui.

Em resumo, este é um livro perfeito para ler quando precisar de um up no ânimo, para presentear as amigas, ou até mesmo para ficar simplesmente folheando com admiração. Esta foi, sem dúvida, uma aposta acertada, que ainda causará muitos suspiros pelo Brasil. Então, jogue qualquer dúvida que você ainda possa ter de lado e corra para a livraria mais próxima para tirar suas conclusões também!

site: www.tecendopalavras.com.br
Bells 08/02/2015minha estante
Já adicionei o livro na minha meta de leitura do ano, mais depois dessa resenha eu to necessitando urgentemente esse livro.




Bianca.Bombassaro 12/12/2020

Na época que li (12/13 anos) amei, é uma leitura simples, agradável.
Como outros livro que li na época fala sobre assuntos da pré-adolescência de um jeito super divertido, palavras fáceis, uma leitura muito boa.
O jeito que ele é apresentado, dentro, também é lindo, cada detalhe...
comentários(0)comente



Chrys 03/02/2015

Despretencioso e perfeito
A caixa de lançamentos de janeiro mal chegou e eu já peguei o livro do Rafa para "dar uma espiadinha" e puft, acabei com ele em algumas horas!

O livro está lindo, a diagramação perfeita a modo de pensarmos que estamos realmente lendo o diário do Rafa.

Abordando teoricamente assuntos pertinentes apenas à adolescência, me vi com 33 anos adorando os conselhos de um garoto de 17! O Rafa falou muitas verdades de uma forma tão simples, que não tem como não atingir você, leitor! Terminei a leitura com inúmeras marcações de trechos.

Achei a ideia do livro e seu enfoque tão maravilhosos, que tiro o chapéu para o Rafa, para a Editora e para todos os envolvidos neste projeto! É exatamente do que os jovens de hoje precisam, de alguém influente, de sua idade, propagando bons exemplos. Foi exatamente isso que o Rafa se mostrou através do livro, ser um bom garoto.

E se você está pensando: "Ah, já passei dessa idade, bobagem ler", está totalmente enganado(a) e posso provar.

Nesta obra, o Rafa fala de perdão, de que devemos perdoar as pessoas e a si mesmo quando uma história não deu certo, porque ao contrário do que pensamos, não foi só apenas a outra pessoa que mudou, nós também mudamos, diariamente, inevitavelmente.

A ilusão e a rapidez com que nos iludimos também é tema aqui e o Rafa fala disso de uma maneira tão suave, que é impossível não dar razão a ele! Criamos mesmo expectativas (sim, falo por mim também) desde o primeiro encontro, de modo a muitas vezes nos apaixonarmos pela pessoa que idealizamos e não por aquela que estamos conhecendo, mesmo porque, tlvez nem tenhamos tido tempo para isso!

E, para mim, o assunto mais tocante e mais importante que ele apresentou, está entitulado como "Sonhos e caminhos". Além de em alguns capítulos anteriores o Rafa mostrar que todo dia é uma chance nova e que devemos ter objetivo para poder alcançar sonhos, temos vários caminhos, várias alternativas para chegar em algum lugar. Alguns que parecem ser mais compridos e desanimadores e outros que muitas vezes parecem um atalho, mas que na verdade, sem que percebamos, nos levam de volta ao início! Fugir do difícil nem sempre é encurtar o caminho, nem mesmo ser esperto.

Já ouviram falar que a pressa é a inimiga da perfeição? então!

Enfim, só posso dizer que o Autor conseguiu de forma minimalista nos dar temas essenciais para refletir, quer você tenha 13, 23 ou 33! Eu adorei e recomendo!

site: http://www.todasascoisasdomeumundo.com.br/2015/02/resenha-diario-de-um-adolescente.html
silvanasartori 04/02/2015minha estante
Recebi a minha caixa da novo conceito também e tenho que te confessar que eu comecei a dar uma folheada não só no livro dele, mas no Eu fico Loko também e sinceramente eu amei. Já estou agendando para ler, porque eu achei hilário.




Thay (@apilhadathay) 14/02/2015

MUITO BOM!!
"Parece que é reflexo de todo mundo dizer "eu te amo", de maneira muito fácil. Como se fosse um espirro. As garotas acabam falando isso muito cedo pros caras e os cara acabam respondendo o mesmo só para conseguir o que eles querem. Não dê valor a um "eu te amo" qualquer, dê valor às atitudes que demonstrem isso. E claro, não se esqueça do mais importante: SE VOCÊ TEM PRINCÍPIOS, NÃO OS ABANDONE... Você merece ser feliz o tempo todo." (p. 29)

A situação é esta: li o livro de crônicas do Rafa, literalmente, em uma hora e meia.
Não há outra palavra para descrevê-lo: é FOFO, ao cúmulo. Eu o adiantei, na fila de leituras, por ser mais breve e de fácil aproximação, pelo que eu verificara nas primeiras páginas. Ademais, visualmente, o livro ficou perfeito - excelente diagramação e trabalho de capa, um trabalho caprichoso da NC, como sempre.

"... pior que a TPM é não ter quem você gosta por perto. Por isso trate bem a sua namorada quando ela estiver naqueles dias - e quando não estiver também. (...) ela saberá agradecer e perceber como você foi um cara legal quando ela precisou. Aí, em um dia que tiver sido uma m..., ela vai estar lá pra te apoiar também e retribuir toda a atenção que você deu quando ela precisou." (p. 33)

Visto que eu não conhecia, nem o Rafa, nem seu trabalho, não criei muita expectativa, apenas caí na leitura. Eis que, em 24 crônicas, ele disse tantas coisas que a gente quer e/ou precisa ouvir de vez em SEMPRE. Super! Ri, chorei, e senti alguns tapas na cara da minha sociedade. Curiosamente, ele também fala de expectativas.

"... se você quer criar alguma coisa, não crie expectativas, crie galinhas. Se tudo der errado, pelo menos, você terá ovos." (p. 41)

Aqui, você não vai encontrar um adolescente de 17 anos se lamentando da vida que não dá certo, das paixonites que não engrenaram, ou de ainda não ter decidido que carreira seguir, sob o olhar duro dos pais. Neste livro, o que encontrará é o Rafael Moreira, um adolescente de 17 anos com uma visão interessante, madura mesmo, da vida, sociedade, namoro, perda e carreira, até TPM! Um jovem que demonstra um profundo amor pela família e que sempre dar apresentar, em poucas palavras, aquele sacode de que você precisa para sair da fossa e dar a volta por cima em qualquer situação.

"... ganhar seu dinheirinho é bom, ser reconhecido, ter futuro na carreira também deve ser. Mas ser infeliz na profissão... Acho que não tem grana que conserte isso." (p. 82)

O meu livro está repleto de post-its, com mensagens bacanas, algumas que podem conferir no meu insta e outras em meio a esta resenha. Sim, ele fará mais sucesso entre as meninas do que entre os meninos, porque os meninos de hoje não acreditam que ainda vale a pena ser romântico. Mas está aí o Rafael para provar que ser gentil com a garota não está fora de moda, está apenas fora de algumas cabeças.
Recomendado, e com nota 5.
Thay (@apilhadathay) 24/02/2015minha estante
Estou sorteando, no Instagram, um exemplar:
@thisgomez84




cotonho72 14/02/2015

Bom!!!
Eu não estava muito empolgado em ler esse livro, pois não conhecia o autor e como não leio muitas crônicas e a sinopse não me despertou aquela curiosidade, as minhas expectativas eram baixas, mas depois de ler uma resenha positiva no blog Entre Palcos e Livros, me animei e resolvi passar na frente de algumas leituras.
Rafael Moreira tem apenas 17 anos e ficou conhecido pela fanpage Me Apaixonei, quem tem mais de 1 milhão e 800 mil curtidas, onde fala de assuntos pertinentes a vida de adolescente.
As suas crônicas são relacionadas ao amor, amizade, família, orgulho, ciúmes, perdão e por ai vai, assim de uma maneira bem humorada e simples ele consegue envolver o leitor a cada assunto abordado.
O que me agradou muito na leitura e até me surpreendeu, foi a maturidade, seriedade e sinceridade do Rafael, com uma visão muito boa do mundo e do futuro sem ilusões. Eu sempre menciono que uma boa estrutura familiar é tudo na vida de uma pessoa e vemos isso na família do Rafael e achei bem legal o relato da sua mãe no final do livro, mostrando que nada é por acaso.
Como ele é um adolescente ainda, claramente romântico e já tem um grande público, gostei muito de ver que as pessoas que ele pode influenciar estão recebendo conselhos que com certeza podem ajudar, pois dos seus erros ele tirou lições importantes e aprendeu com eles.
A leitura flui bem e lemos o livro em poucas horas, a diagramação é legal e contem algumas ilustrações, recomendo com certeza a leitura.

“Óbvio que não há nada de errado em sonhar, criar planos e coisas do tipo. Mas fazer isso esperando que outra pessoa aja do modo como você imagina que ela deveria... isso sim é criar um problema. Ainda mais quando você acabou de conhecer um cara. Aí está um passo errado. Página 16.”

“Coloque sua felicidade em primeiro lugar em qualquer relacionamento que você começar. Se os dois fizerem isso ao entrar no relacionamento, os dois serão felizes por muito, muito tempo. Página 20.”

site: devoradordeletras.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Mari 21/02/2015

"Eu sempre fui um cara apaixonado. Claro, meu canal no YouTube se chama Me Apaixonei, e eu nunca fui de fazer propaganda enganosa."

Rafael Moreira tem mais de 2 milhões de seguidores em suas redes sociais. Com a página Me Apaixonei - que tem mais de 1 milhão de curtidas -, Rafael compartilha suas experiências amorosas, até que criou o canal homônimo no Youtube, onde pode atrair mais seguidores, em sua maioria, admiradoras. Eu não conhecia o Rafael Moreira até a Bienal de SP de 2014. Eu já tinha voltado para o Rio, mas uma amiga me mandou uma mensagem mostrando como estava o estande da Novo Conceito naquele dia por causa dele e do Christian Figueiredo (sobre ele falaremos amanhã em uma outra resenha). A primeira coisa que pensei foi que eu, provavelmente, era um ET por não conhecer nenhum dos dois, mas depois pensei na possibilidade de ter um livro deles (afinal, eles estavam no estande de uma Editora, na Bienal do Livro) e logo veio a notícia de que ambos seriam publicados juntamente com a certeza de que seria um sucesso. E eu não estava errada.

"Uma amizade verdadeira é aquela que enfrenta qualquer barreira e, às vezes, por mais que você se distancie daquela pessoa, quando a vê, parece que nada mudou."

Diário de Um Adolescente, que já tem mais de 30 mil livros vendidos só na pré-venda, começa com um prólogo chamado Amizade, que foi escrito por Christian Figueiredo. As palavras dele mostram como a amizade dos dois é forte, além de deixar uma mensagem aos leitores sobre confiança e simplicidade.

"Não existe nada de fofo em parar sua vida por outra pessoa, ainda mais por uma decepção amorosa."

Rafael fala abertamente sobre seus relacionamentos, além de contar situações engraçadas - ou não - e mostra uma visão masculina que , com certeza, vai agradar suas leitoras. Ele fala direcionado à elas. Aconselha a serem elas mesmas independente do cara que elas gostam. Admite coisas que, convenhamos, a maioria dos homens não fala por vergonha ou até medo de admitir para não passar vergonha. É legal acompanhar a forma espontânea com a qual ele narra os fatos e não pense que é uma leitura boa só poder ter sido escrita por um garoto de 17 anos. O livro traz uma leitura interessante com crônicas que nos levam a refletir e não uma história corrida.

"Você merece ser feliz o tempo todo."

Como o título já nos "avisa", o assunto principal desse livro é o amor, mas não pense que para por aí. Rafael sabe a importância que tem para suas fãs e usa isso de uma maneira quase que inédita: ao invés de se vangloriar por ser conhecido e querer parecer um cara super descolado, ele tenta fazer com que as leitoras do livro entendam como cada um é especial a sua maneira e nenhum cara é digno de sofrimento se ele não te dá valor. Ele diz ter medo, ser orgulhoso em alguns momentos, inseguro em outros e, principalmente, não tenta mostrar ser o que não é. É fácil perceber a franqueza em sua narrativa e como ela influenciará os leitores da mesma idade que precisam esquecer essa moda de "parecer mais do que ser".

"Sempre que você olhar para os lados, para o acostamento ou para o outro lado da estrada, vai notar que alguém estará voltando. Que alguém estará buscando um novo caminho. E que mais alguém estará perdido... mas não desanime. Não se perca!"

Três assuntos importantes que Rafael aborda também são perdão, sonhos e escolhas. Ele trata dos três assuntos em momentos diferentes mas podemos ver ligação entre eles fácil: o autor afirma que devemos sim correr atrás e acreditar em nossos sonhos, mas antes devemos aceitar as consequências dos nossos atos. A vida é feita de escolhas e os resultados dela só vem depois de decisões nossas. Não adianta ficar se lamentando, querendo colocar a culpa em algo ou tentar mudar depois que já fez. Nós julgamos as coisas boas e ruins para nós mesmos agora, se elas são realmente o que pensamos, só saberemos com o tempo e devemos aceitar isso diariamente sem nos iludir criando expectativas de mudanças repentinas.

"Cada um de nós tem sua própria guerra pessoal, e precisamos vencer com honra."

[...]

LEIA A RESENHA COMPLETA: http://www.magialiteraria.net/2015/02/resenha-diario-de-um-adolescente.html
comentários(0)comente



Lu 23/04/2015

Diário de um Adolescente Apaixonado
Li o livro para ver o que minha filha anda lendo.
O autor esteve em Curitiba lançando o livro e minha filha queria ir para pegar autógrafo.
Acabei junto com meu marido levando ela, e como vejo o quanto elá gosta do Rafa fiquei curiosa em ler o livro e ver do que se trata.
Realmente achava que o livro não era apropriado para ela (12 anos) e muito fraco.
Posso dizer que estava enganada, livro bem para a idade e me surpreendeu com valores que são destacados no livro, o que influencia muito os adolescentes!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ana Luiza 14/02/2015

Resenha do blog Mademoiselle Loves Books
Apesar de não fazer absolutamente nenhuma ideia de quem Rafael Moreira era, fiquei com vontade de ler Diário de um Adolescente Apaixonado desde que soube do lançamento do livro. Pela sinopse, essa parecia ser uma obra despretensiosa e leve, o tipo de leitura que estava precisando, por isso, assim que o livro chegou e vi que, além de curtinho, ele tem uma diagramação super caprichada, acabei passando-o na frente de outras leituras sem pensar duas vezes.

“A decepção que você passou pode ter deixado cicatrizes doloridas, que às vezes ardem, te fazem chorar e levam seu sono embora. Mas uma vez alguém me disse que todos nós somos guerreiros, e que nenhum guerreiro entra para a história sem cicatrizes das batalhas travadas. Cada um de nós tem sua própria guerra pessoal, e precisamos vencê-la com honra. E para isso é preciso humildade para reconhecermos nossos erros.” Pág. 11

Diário de um Adolescente Apaixonado acabou superando minhas expectativas e sendo uma leitura simplesmente deliciosa, além de bastante rápida. A obra é muito divertida e a maneira íntima e honesta com que o autor conduz a narrativa passa a impressão de que o leitor está conversando com um velho amigo. O Rafa (olha a intimidade, gente rs) escreve de maneira muito simpática e não só nos conta sobre suas experiências ou fala do modo como ele vê a vida, mas também nos alerta e nos aconselha, o que intensifica ainda mais todo o ar de camaradagem da obra.

Em 24 crônicas curtinhas, o Rafa fala de namoro, amizade, família, escola, futuro, escolhas, perdas, tristezas, felicidades e amor, claro, além de muito mais. Minha crônica favorita foi a “Mulher na TPM”, que, em minha opinião, todo homem deveria ler! O Rafa é um fofo e aconselha seu leitor masculino a ser mais paciente durante esse período, seja com a namorada, as amigas, a mãe, as tias, ou até mesmo a professora. Eu achei muito interessante ele parar para falar disso, afinal, TPM é chato tanto para a gente como para vocês, mas nós não fazemos de propósito e adoramos quando vocês são compreensivos.

A personalidade do Rafa transborda através de suas palavras, o rapaz é muito fofo, maduro, seguro de si, sensível, além de ter uma personalidade forte e decidida. Mas o Rafa é “gente como a gente”, é tão honesto que expõe os seus defeitos e vergonhas também com muita naturalidade, usando os seus erros e inseguranças para inspirar os leitores. O autor não força uma lição de moral e sim convida o leitor a reflexão e a mudança através de seus relatos pessoais. Outro detalhe que adorei é que, apesar de ser sempre divertido, o Rafa soube muito bem ser brincalhão e sério nas horas, e assuntos, certos.

“E este capítulo terminou sério demais. É que, quando o assunto envolve o coração, é melhor não brincar muito.” Pág. 21

Uma obra rápida (eu a li na hora do almoço!), despretensiosa, muito cativante e divertida, e que também nos leva a pensar e ter outro olhar sobre certas coisas, Diário de um Adolescente Apaixonado é um livro muito fofo! É impossível não se identificar com a maioria das crônicas e ser conquistado pela escrita honesta e simpática do autor. Eu adorei Diário de um Adolescente Apaixonado e pretendo repetir a leitura daqui há algum tempo, além de conferir, claro, as próximas obras do Rafa.

A edição também não deixa a desejar. A diagramação é divina, cheia de detalhes fofos, bem divertida e jovial, assim como o livro em geral. Não encontrei nenhum erro e gostei do tamanho e tipo de fonte. A capa é uma gracinha e combina perfeitamente com a obra.

“Comece a escolher a segunda opção pra sua vida, transforme todas as barreiras que você encontrar pela frente em trampolins e treine saltos cada vez mais elaborados. Não vai ser fácil, muito menos rápido. Mas a recompensa pode ser o mundo.” Pág. 67

site: http://www.mademoisellelovesbooks.com/2015/02/resenha-diario-de-um-adolescente.html
comentários(0)comente



Elis 17/02/2015

Se tive horas de leituras boas foi nesse dia, pois li esse e o livro do amigo dele. O Rafa, é aquele garoto encantador que não sei porque as meninas acham que ele só poderia ser amigo, sério mesmo, acho que sempre fui mais coração que visão na escola. Quando somos novos, pensamos no mais belo e forte, no garanhão. Mas não creio que seja sempre assim. O caso é que cada adolescente tem a sua visão do mundo e agimos conforme achamos que estamos certos.

O Rafa, se revela uma pessoa incrível e mostra que temos momentos complicados na escola e fora dela. Cheguei a encher os olhos de lágrimas no capítulo que ele fala da família, me emocionei mesmo. Já posso dizer? que ele é o que quase toda garota inteligente procura. É, não é só os garotos que sofrem nessa fase, creio que muitas garotas tenham problemas maiores ainda. Mas o modo como ele entende as gurias é lindo. Ele dá conselhos aos garotos de como se comportarem e lições que tirou da sua própria história.

Além desse capítulo da família, algo que eu curti foi o capítulo da briga com a namorada por mensagens. Hoje em dia cada vez mais frequente, no entanto aposto que muitos rapazes não pensaram em se desculpar dessa maneira. Mulher realmente é um bicho complicado. Você que está numa fase difícil, pensando bobeiras ou não consegue se impor e viver cada dia feliz, como diz o Rafa, vá atrás desse livro, pois tenho certeza que irá se identificar e aprender muito com ele.

Se todos os jovens pudessem se expressar dessa maneira, mostrar que na verdade muito do que fazem é consequência de coisas impensadas ou por medo de fazer besteira, iriam ser adultos seguros de si, sem medo de falar dos próprios sentimentos. Se descobrir, é o caminho. E educação é a palavra, tanto quanto o respeito. Amigo que é amigo, como diz o Rafa, a gente guarda no lado esquerdo do peito, como diz a música. E rir e brincar junto, não é o mesmo que magoar só de sacanagem. E moças, não maltratem o coração de quem vocês não tem interesse ou não dão valor.

Gosto das decisões que o escritor tomou para sua vida e da sua força. Cada um encontra essas respostas dentro de si mesmo. Por isso espero mesmo, que esse novo escritor, não pare por aí. Pois eu quero saber mais das suas histórias. Uma leitura leve, rápida e encantadora. E que a meu ver, também deveria estar em todas as escolas.

Nota: No blog vai ao ar dia 21_02_2015. ;)

site: http://amagiareal.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Isabele Canha 28/02/2015

Resenha: Diário de um Adolescente Apaixonado - Rafael Moreira
Depois da leitura de Eu Fico Loko, que foi ótima, decidi ler o livro do Rafa que também é um dos meus youtubers favoritos. Achei que esse livro seria na mesma pegada que o do Chris, algo descontraído e muito divertido. Mas o que achei no meio dessas paginas foi completamente diferente do que eu esperava, ao passo que o livro também conta experiencias de um adolescente de maneira divertida, Rafa decidiu seguir um caminho completamente diferente. Ele usa as historias para aconselhar os leitores, dar dicas e muitas vezes nos colocar para cima.

É insano como alguém tão novo como ele, já tenha tanta sabedoria. Ele é um rapaz muito cabeça e muito do bem. Ao longo da leitura você se sente cada vez mais próxima do Rafa, e poder ver, pelo menos um pouquinho que seja, o mundo pelos olhos dele é incrível.

Cada cronica é uma sensação diferente, um aprendizado diferente. Devorei esse livro em poucas horas, e no meio dele peguei diversas frases lindas, que é algo que eu amo fazer.

Vou levar esses aprendizados para sempre comigo, sem duvidas, Rafa definitivamente me fez ver algumas coisas de modo diferente, me fez começar a dar valor as coisas pequenas. Isso é algo que eu valorizei muito nesse livro, é incrível como ele consegue nos cativar tão rápido com seu jeitinho.

Outro ponto que eu tinha que destacar nesse livro foi o cuidado que a editora teve com a edição dele. A capa, cada uma das folhas e a diagramação estão incríveis. O livro já é uma delicia de se ler, e com um cuidado e um carinho tão grande quanto esse, fica melhor ainda!

Dou 4 estrelas ao livro, recomendo muito a todas as idades. Dê uma chance ao livro, assim como ele me surpreendeu, também vai surpreender você.
comentários(0)comente



Lily Freitas 02/03/2015

Diário de um Adolescente Apaixonado
Em Diário de um Adolescente Apaixonado Rafael vai contar de forma bem divertida e descontraída os amores e desamores da adolescente, o sofrimento de amar e não ser correspondido, a importância da amizade e como a família é um pilar fundamental pra qualquer pessoa.

É um livro muito direto com linguagem super jovem e que por ser muito simples e engraçado vai agradar em cheio os jovens e adolescentes, pois o Rafael conta os diversos assuntos que afligem esse mundo jovem. E nada melhor do que quando se é adolescente perceber que não é só você que sofre por amor e que é perseguido por aquele grupo descolado da escola.

Quando vamos nos perdendo nas páginas do livro notamos que as desventuras do mudo jovem não mudaram muito, já que, amores não correspondidos e corações partidos fazem parte de todas as gerações nas diferentes décadas do mundo. O que na realidade mudou foi à velocidade de comunicação. Como eu gostaria de ter Whatsapp para arrasar com meu namorado adolescente quando ele quebrava meu coração.

O livro do Rafael também tem dicas bacanas sobre família, ele fala também de perdão e dos sonhos. É uma parte do livro que me fez refletir e perceber que com o passar do tempo abandonamos muitos desses sonhos ou em prol dos filhos ou da própria família. A vida real dos adultos não é tão descomprometida e fantasiosa como à que imaginamos quando somos adolescentes. Mas no geral o livro é muito engraçado e divertido com altas dicas para quem se aventurar a lê-lo. #ficaadicadiariodeumadolescenteapaixonado


site: http://www.fernandameireles.com/2015/03/coluna-da-lilian-freitas-diario-de-um.html
comentários(0)comente



Lariss 04/03/2015

Amo!
"Tudo que o homem um dia tocou perdeu a perfeição."
Maravilhoso! Não tem bem uma história sequente, mas cada palavra que o Rafa escreveu mexeu muito comigo. Me identifiquei em vários momentos, principalmente ao perceber que proferimos a mesma religião. Livro adorável!
comentários(0)comente



45 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3