O Hobbit

O Hobbit J. R. R. Tolkien




Resenhas - O Hobbit


770 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Aline Cavalcante 21/06/2017

O Hobbit
Uma livro maravilhoso! A cada página me dava mais vontade de ler e tristeza por saber que já iria acabar rs
Uma leitura leve e fascinante, super recomendo! Um dos meus favoritos!
comentários(0)comente



isa.dantas 17/06/2017

Uma aventura simplesmente deliciosa!
comentários(0)comente



João Felipe 12/06/2017

Primeira Visita
Em minha primeira experiência lendo "Tolkien", me senti em outro mundo, mesmo tento familiaridade com o gênero literatura fantástica,"O Hobbit" se tornou um dos meus livros preferidos do gênero. A escrita é encantadora e os personagens marcantes, contendo a maioria personalidades memoráveis.
comentários(0)comente



Mari 07/06/2017

O Hobbit
A leitura desse livro me transportou pra minha infância, onde a imaginação não tem limites e o mundo pode ser palco de seres fantásticos e encantadores. Descobri que Tolkien é isso tudo mesmo que falam e que para me referir à ele posso retirar alguns adjetivos de seu próprio livro, tais como O Magnífico e O Tremendo, pois suas palavras abalaram as minhas estruturas literárias que agora se enriquecem com as aventuras e desventuras do querido Senhor Bilbo Bolseiro, de Bolsão, Sob a Colina, Vila dos Hobbits.

"Numa toca no chão vivia um Hobbit" E foi assim que tudo começou...
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



thais.moore 05/06/2017

Fantasia bem escrita, e só.
Um livro que eu acho que deveria ser lido por todos antes de iniciarem O Senhor dos anéis.

A história começa com Bilbo Bolseiro vivendo pacatamente em sua toca, quando chega o mago Gandolf e o convida para uma aventura . Mesmo Bilbo negando, Gandalf leva 13 anões até a toca de Bilbo e ele acaba aceitando e partindo em uma aventura atrás do tesouro dos anões que está sendo guardado por um grande dragao ( Smaug). A partir daí eles passam por muitas coisas e muitas situações perigosas envolvendo elfos, orcs, trolls, homens que viram ursos, homens comuns entre outros seres, fazendo lá amigos e inimigos.

Achei a história interessante e bem escrita, Tolkien consegue construir um belo cenário de fantasia .

A leitura não me deixou aquela sensação de que é sensacional , mas recomendo pra que gosta de fantasia e que quer ler o Senhor dos anéis.
comentários(0)comente



Mrs Luna 03/06/2017

Amável *-*
O Hobbit é uma aventura épica que antecede as aventuras vividas por Frodo e Sam em O Senhor dos Anéis. Nele conta a história de Bilbo Bolseiro, onde após uma visita do mago Gandalf, o cinzento tem sua vida completamente mudada ao aceitar ir para uma aventura com os anões, já que Hobbits como ele não saem por ai se aventurando.
É uma história maravilhosa e cheia de detalhes maravilhosos, com a escrita e o mundo maravilhoso criado por Tolkien.
A citação desse livro que mais gosto é a seguinte:
“Tudo o que temos de decidir é o que fazer com o tempo que nos é dado” – Gandalf, o Cinzento
A edição está muito linda com algumas ilustrações lindas e um mapa da Terra Média, parabéns WMF Martins Fontes a edição está maravilhosa.

site: https://sunofposeidon.wordpress.com/2017/05/30/o-hobbit-j-r-r-tolkien/
comentários(0)comente



Lucas Furlan - Valeu, Gutenberg! 31/05/2017

O começo de tudo
"O hobbit" é o livro que eu mais li na vida. É impossível não admirar as aventuras de Bilbo Bolseiro (ao lado de Gandalf e da comitiva de anões liderada por Thorin Escudo de Carvalho) para recuperar os tesouros roubados pelo dragão Smaug.

"O hobbit" foi publicado antes de "O senhor dos anéis" e tem um tom bem mais infantil do que a obra mais famosa de Tolkien, mas isso não impede que adultos se divirtam com o livro. Aliás, se alguém não sabe, é nele que é narrado como Bilbo encontra o "Um anel".

J. R. R. Tolkien era um grande contador de histórias e, na minha humilde opinião, pecou em apenas dois pontos: a quantidade exagerada de anões (são treze) e a participação de Bilbo na "Batalha dos cinco exércitos". Mas isso não é motivo para não ler "O hobbit". Ele é um clássico fundamental da literatura de fantasia.

(resenha completa no blog)

site: www.valeugutenberg.wordpress.com
comentários(0)comente



Sarah 30/05/2017

Excelente
O estilo de escrita de Tolkien é fascinante: descreve cenas com a medida certa de detalhes, não te deixa confuso em relação aos personagens - quem é quem e quem falou o quê - e te surpreende diversas vezes. O universo criado por ele é simplesmente incrível. Todos os detalhes se harmonizam e fazem sentido dentro do mundo ficcional. A história, contada pelo ponto de vista de Bilbo Bolseiro, conta aventuras experienciadas pelo hobbit juntamente com treze anões e Gandalf.
comentários(0)comente



Thais Cristina 19/05/2017

Divertido e bem detalhista
Por nunca ter assistido o filme, me preocupei em ler primeiro, e confesso que não sinto a curiosidade de assisti-lo, até por que já ouvi boatos de que o filme não tem nada a ver haha.
Nos detalhes desta obra destaco o Bilbo que é um personagem divertido, e sedentário, me identificava muito. Mas em certas partes achei um tanto maçante! Os anões sempre quando se reuniam em determinado lugar era descrito o que eles comiam, as coisas que eles faziam, as músicas que eles cantavam, fora as músicas descritas haha (considero que o autor era bem genial em criar tudo isso).
Achei super da hora o mapa no livro que dava para ir localizando por onde eles passavam, melhor ainda o alfabeto em runas. Sim, fiz questão de aprender.
Apesar de muitos detalhes minuciosos a leitura foi rápida, mas em alguns pontos se tornava repetitiva e maçante.
comentários(0)comente



Mateus.Soares 14/05/2017

Fantástico
Quando comecei a ler literatura algum tempo atrás, percebi que eu não consigo ler algo que não me prenda, algo que eu "julgo" não ter qualidade. Quando me deparei com esse livro que li e me deliciei do começo ao FIM, todas as coisas maravilhosas que já ouvi ou li a respeito de J. R. R. Tolkien me pareceu verdadeiras.

Começando pela história que apesar de obviamente ser um livro destinados a crianças a mesma oferece ensinamentos para pessoas de todas as idades, ela começa com Bilbo um individuo de uma pequena raça chamada "hobbit", sem capacidade físicas extraordinárias, sem inteligência extraordinária mas aparentemente com uma sorte extraordinária, entra dentro de uma aventura perigosa largando sua casa confortável, seu armazém lotado de comida e sua vizinhança "legal" para acompanhar anões e um mago em uma aventura inesperada.

O maior ensinamento do livro pode ser tirado desse trecho, Bilbo conseguiu se desfazer das coisas que ele tanto amava e prezava para experimentar algo novo, algo que ele não sabia o que esperar, algo que tiraria ele do conforto, algo que o desafiasse e para isso ele usou toda a sua coragem e ousadia. As pessoas temem desafios, sair da zona de conforto sempre parece muito amedrontante, como Smaug o dragão, porém precisamos ter coragem, precisamos "dar a cara pra bater", na diversas situações da nossa vida.
A respeito do desenvolvimento da história e dos personagens fica claro o talento do Tolkien, cada personagem tem uma personalidade própria desenvolvida com atenção e carinho, suas inteligências e características são completamente destacada dos demais. Conflitos entre eles ocorrem e grandes ensinamentos podem ser tirados dos mesmos.

A Terra Média é um universo rico e instigante, com raças maravilhosas como elfos, anões, orks, hobbits, águias enormes, lobos que falam, seres que se transformam dentre outras, tudo ambientado em uma época antiga que muitas vezes é citada como o passado do nosso mundo o Planeta Terra.

Com um universo rico em detalhes, personagens e situações emocionantes J. R. R. Tolkien conseguiu iniciar sua série de livros maravilhosos muito bem, tornando um livro de trezentas paginas deliciosamente pequeno e fazendo-nos pensar o quanto sortudos somos por viver na mesma época que ele.

thais.moore 03/06/2017minha estante
undefined




MiojoGeek 11/05/2017

Resenha Miojo
#ohobbit de #jrrtolkien todo mundo já conhece, seja pelos filmes adaptados para o cinema, ou o texto original publicado em mais de treze idiomas. A editora #martinsfontes , traz para o Brasil, a adaptação ilustrada por #davidwenzel e #charlesdixon . Eu particularmente não curti muito, achei que a adaptação do texto ficou confusa em alguns pontos, e em outros, não foi bem sintetizada, poluindo as páginas com texto em excesso para um quadrinho e, acabando por vazar textos para outros quadros de forma mal orientada. As ilustrações, lembram o desenho longa metragem de 1978 do Senhor das Anéis. Faltou alguém balancear melhor o brilho e contraste, as ilustrações são bem escuras e saturadas durante a maior parte da HQ. Enfim, apesar de ver todos esses problemas, mesmo sendo fã do Tolkien, e tendo consumido bem dizer tudo dele que saiu por aqui. Uma noite, resolvi pegar essa HQ, e ler para a minha sobrinha de dois anos dormir, já que a história é considerado um clássico infantil. Para minha surpresa, ela ficou fascinada. No dia seguinte, minha irmã me enviava áudios no WhatsApp perguntando por que fui inventar de contar essa história para Alice (minha sobrinha), pois ela havia passado a tarde inteira pedindo pra minha irmã contar pra ela historinhas do RÓPITI, que é como ela fala. E de lá pra cá, sempre que a vejo ela pede que eu conte mais alguma daquelas aventuras pra ela. Por toda essa experiência proporcionada por essa HQ, minha nota é 8/10. Se você tem um filhote perto de você, compre com fé.

site: https://www.instagram.com/p/BSZwqRchPK6/?taken-by=miojogeek
comentários(0)comente



Letícia Santos 29/04/2017

O namô vai me matar quando ler essa resenha, mas a verdade é que: eu não gostei de "O Hobbit". É, eu disse isso mesmo. E já prevejo fãs de Tolkien querendo vir aqui me esganar (ou, no mínimo, fechando a aba nesse momento) mas, sério, não é pra mim.

O Bilbo é um personagem incrível, claro. Mas o enredo em si eu achei um tanto maçante, sabe? A comitiva ficava uma semana na casa de fulano, aí era descrito o que eles comiam, as coisas que eles faziam, as músicas que eles cantavam, e aí tinha umas 20 páginas só disso. Depois eles, sei lá, entravam na floresta ou numa caverna, e adivinha? Ficavam uma semana lá, e tudo era descrito, de novo. E isso acontecia em cada lugar que eles paravam durante a jornada. Parecia que nunca iriam chegar a lugar nenhum, eu já tava querendo que o Smaug se materializasse no ar e fosse até eles, porque nunca vi montanha tão longe.

Outra coisa, é que eu me perdia totalmente nos cenários e descrições. Era mais ou menos assim: o contra-forte ficava no braço leste da montanha, depois de pegar a trilha sul subindo a cordilheira e descendo no vale. Tipo, oi? Eu sei que é burrice minha, mas caramba, que negócio confuso.

Os anões são guerreiros, muito fodas, mas também são o alívio cômico, então acaba ficando uma coisa meio boba. Numa hora eles tão lutando pra cacete, na outra tão fazendo piadinha idiota ou tropeçando nos próprios pés.

Assim, eu sabia que a historia tinha sido escrita pros filhos do Tolkien, mas eu acabei com muita expectativa por causa dos filmes e do que eu já sabia sobre a Terra Média no geral, então achei que seria mais profundo e acabei me decepcionando um pouco com isso. Tem menos a ver com a história e mais comigo mesma.

Dito isso, se você tem expectativas ou ficou curioso só por causa dos filmes, aqui vai meu conselho: vá devagar, coisinha! "O Hobbit" é o livro perfeito pra começar a conhecer a Terra Média (tipo o be-a-bá mesmo) mas, por si só, não anima. Desculpa aí, sociedade.
Rodrigo 02/05/2017minha estante
Concordo em partes. Na verdade eu achei tudo muito simplório. Apesar do livro ser bem escrito de uma forma simples e sem rodeios, o enredo em si não anima tanto. No final das contas é um bom livro, mas não é aconselhável vir com altas expectativas.
PS.: Se você achou esse livro massante, imagino o que deve achar dos livros do Martim Kkkk.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabi 14/04/2017

Um mundo de fantasia
Primeira coisa a ser feita: leia O Hobbit antes de O Senhor dos Anéis. O que eu fiz? Li O Senhor dos Anéis primeiro. Sou uma completa idiota, mas... enfim...
Independente da ordem que se leia, uma coisa é certa: a apresentação e narrativas são totalmente diferentes. Eu ouso a dizer que parecem histórias escritas por pessoas distintas.
A apresentação dos personagens e cenários (e até das batalhas) é feita de maneira bem leve e, por muitas vezes, me senti em uma roda de crianças como espectadora, ouvindo um velhinho contar esta história.
Tudo é de fácil entendimento, os seres, as coisas, tudo tem uma explicação fácil e lógica de serem ou existirem.
A linguagem é simples, melódica e harmoniosa, mas em nenhum momento deu sono. Tampouco senti a leitura arrastada, muito pelo contrário.
Fiquei realmente surpresa e um pouco nostálgica com este livro.
Recomendo a todos!
comentários(0)comente



770 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |