Lúcifer E Outros Subprodutos do Medo

Lúcifer E Outros Subprodutos do Medo Whisner Fraga




Resenhas - Lúcifer E Outros Subprodutos do Medo


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Sandaime 21/04/2022

Resenha escrita por mim aos 14 anos kkk
Lúcifer e outros sub produtos do medo é um livro de mini e micro contos escrito por Whisner Fraga, autor nacional
Minha experiência com esse livro foi extremamente ruim. Foi o único livro que eu dei menos de 3 estrelas na minha vida.
A maioria dos contos são com uma linguagem extremamente robusta, por isso não gostei. Mini e micro contos já são difíceis de entender pois possuem final aberto e são muito curtos, escrever com uma linguagem assim só vai piorar o entendimento.
Não consegui entender nada, e quando entendia, o autor vinha com mais de 5 linhas que fazia com que eu ficasse ainda mais confuso.
Foi difícil achar algum conto que eu realmente conseguia entender.
Teve contos de 1 frase (esses eu conseguia entender) mas os outros, a cada uma palavra que eu já tinha ouvido falar e aprendido, o autor vinha com 10 que eu nunca tinha ouvido falar.
Acho que foi por causa da minha idade (quase 15), porém, não justifica. No momento, estou lendo um livro clássico e estou conseguindo compreender e me envolver com a história.
Enfim, para menores de 20 anos vai ser difícil entender alguma coisa, ou até mesmo para maiores de 20.

Atualização atual:

Basicamante eu era burro e não entendi nada e sinceramente não tenho vontade de reler.
comentários(0)comente



Penalux 23/10/2017

Entendendo o medo
A vida humana é repleta de medos, e muito se tem falado sobre esta emoção. Há quem pense que é ela a mais limitadora mazela humana, que corta os sonhos bem na raiz, com sua brutalidade de incapacitar os seres na busca pelas suas realizações.
Whisner Fraga cria recortes de pensamentos para compor os microcontos de “Lúcifer e outros subprodutos do medo”. Na obra são explorados os medos nas suas diferentes manifestações, na primeira história intitulada “História da Literatura” um eu lírico feminino expõe ao leitor os medos que a incapacitaram de vivenciar uma história de amor no passado, ainda que ela o tenha desejando intensamente. A narradora foi paralisada pela insegurança de talvez vir a ser julgada pelos outros, demonstrando que o medo foi um gatilho para o nascimento de demais angústias como arrependimento.
No conto “Confronto” o medo é explorado nas reflexões de um pai, que tropeça em suas inseguranças, ao contato com seu filho recém-nascido, como se a fragilidade daquela criança, representasse para ele uma delicadeza, ainda não bem compreendida, mas que poderia ser rompida visto sua inaptidão para tratar de um ser tão pequeno. Há ainda o medo da morte, quando ela se mostra eminente, há o medo profissional e diversas subcamadas originadas deste pequeno “Lúcifer”.
O escritor adere-se com esta obra no campo daqueles autores que acreditam no mimetismo da escrita, encontrado na conjunção de textos e palavras bem escolhidas, um campo no qual é possível despertar sensibilidades, quanto mais as ideias que se pretendem transmitir são compreendidas e analisadas,
“Lúcifer e outros subprodutos do medo” é um convite a compreender o medo por meio de narrativas que passeiam pelos temas da paternidade, da morte, dos amores fracassados, sendo que é na própria percepção da situações de diferentes histórias que o homem constrói um entendimento que o pode libertar das limitações impostas por suas próprias emoções.
comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR