Terra do Sol

Terra do Sol Eliana Portella




Resenhas - Terra do Sol


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Inspirações Paralelas 15/09/2019

Uma viagem entre amor, indecisões, mazelas humanas e relacionamentos conflituosos.
Ler Terra do Sol foi para mim, saborear um banquete requintado, luxuoso e notório, ao mesmo tempo em que passeava por uma feira gastronômica regional. O paralelismo aqui, é apenas para ilustrar o sentimento durante a leitura. Eliana Portella encanta com maestria os olhos vorazes e mentes sedentas dos leitores, ao entregar a humanidade um romance permeado de sabores, cores e drama, equilibrados, medidos na dose certa.

A obra leva o leitor ao mundo das passarelas, das missões médicas, das paixões proibidas, dos romances reais, do amor possível e da realidade nua e crua tal qual ela é, todavia, sem perder a poesia e a magia que a vida apresenta em pequenos vieses .

Terra do Sol é um livro para quem tem coragem de encarar a vida real com seus sabores e dissabores, pois lidar com o romance, o amor , a vitória, a fé, o riso e o sucesso é fácil. Em contrapartida, deparar-se com as mazelas humanas em suas mais variadas vertentes é como um choque de realidade num mundo de sonhos. A autora parece fazer um paralelo de amor e dor de forma singular, captando a alegria e o sofrimento em cada personagem levando o leitor a experimentar esses sabores todos e ainda sentir-se satisfeito!

Resenha completa em Blog Inspirações Paralelas

site: https://inspiracoesparalelas.wordpress.com/2019/09/02/resenha-terra-do-sol/
comentários(0)comente



Cristina.Rodrigues 24/08/2019

Terra do sol
Simplesmente sensacional. Foi uma experiência gratificante ler essa história que se passa em um cenário pouco vivenciado pelos escritores: As terras lindas e misteriosas do Amazonas.
Leitura envolvente e apaixonante
Eliana Portella 24/08/2019minha estante
Sua leitura é sempre um privilégio e sua opinião um presente de valor incalculável.
Gratidão imensa!
Beijos




Priscila Debly 29/06/2019

Maravilhoso romance
"Quando os lábios se separaram a paixão e a volúpia já tomavam conta de seu corpo"
RESENHA
Terra do sol é um romance que conta a história de amor e paixão e nos faz navegar na trama que aquece o coração. No inicio da narrativa encontramos o casal Dimitry e Natasha, médicos pesquisadores soviéticos que vêm para o Brasil, com destino ao Amazonas, e desbravam o avanço da medicina e da indústria química. Conforme o tempo passa, eles são presenteados com um filho, Yuri, nascido no Brasil e com características físicas dos pais: loiro de olhos azuis.
O destino se encarrega de levar a Natasha, mãe de Yuri, e após a morte dela, o menino é criado pela babá Iara, uma índia belíssima e que já tinha uma filha chamada Moara (de outro casamento). Iara cai nas graças de Dimitry e juntos formam uma família linda. O tempo passa e ambos se mudam para São Paulo, pois o médico terá que trabalhar na capital.
Os irmãos de criação, Yuri e Moara, têm laços afetivos um pelo outro e desenvolvem um amor puro um pelo outro, vale lembrar que os dois não são irmãos de sangue. Moara, a jovem belíssima, na idade da juventude explode de amor pelo irmão de criação e se declara para Yuri que também está apaixonado por ela.
Mas os destinos de ambos são totalmente opostos: Yuri, que estudara medicina, segue seu caminho para as causas humanitária e sonha em ajudar a MM (Médicos do Mundo) e consegue ir para Moçambique, pois o moço tem um coração imenso e preserva os valores humanos, além de amar a simplicidade.

"De repente ela estava totalmente vestida, penteada e maquiada, pronta para o primeiro de muitos teste que faria em sua vida. Olhou-se no espelho e quase não se reconheceu, parecia mais velha, mais alta e mais magra, mas decidida e infinitamente mais bonita! Gostou!" (Moara)

Já Moara torna-se uma modelo lindíssima e conceituada no mundo da moda, viaja pelo mundo todo e vive no glamour, luxuria e fama. Uma verdadeira estrela da moda. Mesmo tornando-se uma celebridade, ela nutre a paixão pelo irmão de criação Yuri e espera ele voltar da missão dele para ambos se casaram. Os dois fazem juras de amor e se deliciam na paixão ardente antes dele ir viajar para Moçambique.
O destino é impiedoso com o casal, além de separá-los, coloca algumas pessoas e sonhos à frente de seus caminhos, tornando quase impossível que ambos possam ficar juntos, alguns empecilhos mostram outras surpresas para ambos que os fazem sentir e viver uma vida que nunca havia sonhado antes...
Mesmo com Yuri indeciso se quer ou não retornar ao Brasil, a jovem Iara espera por ele com o desejo de que ambos possam se casar.
O problema aqui é: será que Iara renunciará sua carreira de modelo e de luxo para ficar ao lado de Yuri em Moçambique e viver na simplicidade? Ou, o jovem Yuri deixará de lado seu sonho de atuar como médico humanitário e largará a MM em Moçambique para viver ao lado de Iara?

?Nem sempre o desejo e o amor caminham juntos?

O livro de Eliana Portella tem suas nuances singelas de amor e paixão que deixam qualquer leitor de queixo caído. Com uma leitura fluida e prazerosa fui arrebatada pela 449 páginas de uma só vez, tem uma diagramação linda, é dividido por 43 capítulos. Vivenciei as cenas de amor, paixão e sexo que são dadas pelo casal e me senti envolvida igual as personagens. Em vários momentos torci para elas serem felizes, pois em cada página vivi experiência nova.
A história é carregada de adjetivos que enriquecem a obra, naveguei nos pontos turísticos que a personagem Moara vivenciava com sua agência Realize, seja na França ou em Nova York, degustei os pratos incríveis e me senti plena nos restaurantes luxuosíssimos.
Já com o personagem Yuri vivenciei suas lutas pelos doentes e a falta de infraestrutura que existe em alguns lugares de Moçambique, me solidarizei com as ações feitas pelos Médicos do Mundo.


terra-sol

"Não precisou de muita imaginação para saber a intenção do escroto"

Um fato que me deixou bastante surpresa e fiquei extremamente feliz foi a personagem Iara, mãe de Moara, logo no início do livro, ela enfrentou um abuso sexual extremamente grave, e sua vingança contra o homem me fez acreditar que as mulheres são poderosas e não abaixam a cabeça para nada.
O final da história me mostrou que às vezes o que desejamos muito, quando ainda somos jovens, nem sempre é uma boa opção, os impulsos do coração e da razão devem ser controlados, pois só há felicidade quando temos a certeza que nossa vida não será controlada por outras pessoas. Razão e emoção devem andar juntas e equilibradas.
Com certeza absoluta os personagens Iara, Moara e Yuri ficarão para sempre em meu coração.

"Nem sempre a sombra é escuridão, nem sempre o sol é calor, nem sempre a luz ilumina. Às vezes, ainda que raramente, o silêncio fala mais que mil palavras, e os perdidos no infinito parecem ter encontrado o real significado do viver".
Eliana Portella 29/06/2019minha estante
Li e reli essa resenha linda, repleta de emoção e sensibilidade, e ainda não encontrei as palavras certas para agradecer de maneira tão intensa quanto sincera.
Simplesmente maravilhosa!
Super obrigada! ????????




Estrella 23/07/2018

Fabuloso
Venho mais uma vez, comentar um livro maravilhoso! Nossa aventura começa na Amazônia, quando Dmitry e Natasha, dois médicos pesquisadores russos que vieram para o Brasil. Aqui eles se estabelecem e acrescentam mais um membro a família - Yuri o filho do casal. Iara vem fazer parte dessa família sendo babá do pequeno enquanto os pais estão trabalhando. Em um determinado momento ambos os cônjuges de Iara e Dmitry morrem devido a febre amarela, depois de alguns messes Iara se muda para casa de Dmitry levando sua pequena Moara com a missão de criar ambos os órfãos e encantando o coração de Dmitry no processo. Vemos com o passar dos anos a aproximação e amor entre Yuri e Moara onde eles terão que enfrentar várias barreiras a fim de viver seu amor.

"Dmitry viu tristeza tomar o lugar da excitação, percebeu o constrangimento de Yara e sentiu-se perverso por colocá-la naquela situação. Então ela o amava? Desejava-o? e ele ali cheio de cuidados!"

Os personagem têm uma criação muito boa e apresenta qualidades fortes, determinadas, apaixonadas dentre outras. Moara começa sendo uma chata (sério, dava até raiva rsrsrsrs) mas com o passar dos anos ela começa a melhorar um pouco sua personalidade de moça mimada e se torna uma mulher melhor. Amei a coragem e determinação de Iara, fiquei feliz da vida quando ela deu o troco (leiam que vocês vão entender kkkk) achei que, por ela passar pelo que ela passou, teria algum tipo de trauma mas para minha surpresa ela consegue dar a volta por cima....

Quer saber mais sobre esse livro incrível passa lá no Blog ;)

site: http://www.livrosdeelite.com.br/2018/07/resenha-terra-do-sol-eliana-portella.html
Eliana Portella 20/03/2019minha estante
Que lindaaa!!! Super obrigada pela oportunidade de conhecer o meu trabalho e pelo carinho em resenhar!!!
Um beijo enorme




Helô Delgado 16/03/2017

Poderia acontecer com você...
O livro é a terceira obra da autora Eliana Portella, ambientado, no início, na região Norte do país. A história é dividida em duas partes: livro um e livro dois. O livro um aborda parte dos acontecimentos da vida de Iara, a índia que faz trabalhos domésticos para o casal soviéticos que veio trabalhar no Brasil. Ela fica encarregada pela criação de Yuri, enquanto os pais estão exercendo sua profissão, e o menino se aproxima de sua filha, Moara. Após algumas complicações, Iara e Dmitry se envolvem e passam a viver como um casal, o que faz com que Yuri e Moara sejam criados como irmãos.

Essa primeira parte tem uma narrativa mais rápida, recheada de ambientes típicos da Amazônia, em que você consegue imaginar com clareza de detalhes sucintos e pertinentes, como é o dia-a-dia de um médico e uma índia dona de casa. Pouco depois eles se mudam para São Paulo, onde acompanhamos a adaptação de Iara, que nunca havia saído do seu lar, em uma cidade de pedra e muito movimentada como a capital paulista.

No segundo livro, embarcamos no ponto de vista de Moara e Yuri. Irmãos de criação, sempre foram muito próximos. Yuri sonha em seguir os passos do pai: se formar em medicina e viajar a trabalho para outro país em condições precárias, onde poderá fazer o bem para pessoas que realmente precisam de auxílio. Moara, por sua vez, está indecisa sobre seu futuro e não encara o meio-irmão como parente, alimenta uma paixão secreta desde menina. Ela tem noção do tabu que teria que enfrentar caso resolvesse levar adiante seu grande desejo de poder amar Yuri como um homem, entretanto, isso não a impede de agir quando percebe que poderá perder o contato com ele.

Essa segunda parte é mais extensa; aprofundada na questão do amor entre irmãos e nas escolhas de vida de cada um. A autora aborda com delicadeza o "incesto", entre aspas porque não é realmente um incesto, e faz com que o leitor fique bem dividido quanto às atitudes dos personagens. Tem hora que você quer que fiquem juntos, tem hora que tem certeza absoluta que seria uma péssima ideia.

Diferente dos romances que estão transbordando nas livrarias nos dias atuais, Terra do Sol se destaca por ser uma leitura original. Nele você não irá encontrar aquela fórmula de romance clichê que sempre segue a mesma receita: paixão + amor + problema = final feliz. Muito pelo contrário, é uma leitura madura, de casais totalmente palpáveis, que erram, que crescem, que amadurecem, que sofrem, que se desesperam, que se arrependem, que sabem abrir mão quando é necessário. Esqueça macho alfa e mocinha coitadinha. Deleite-se com a realidade.

Os personagens desse livro não são aqueles que você sonha em um dia poderia conhecer, ou que a situação nunca poderia acontecer com você. Iara, Dmitry, Yuri e Moara poderiam muito bem ser seus vizinhos, ou fazer parte da sua família, tamanha a credibilidade passada pela autora. Não foi atoa que escolhi esse livro como uma das melhores leituras que fiz no ano passado.

Deixando o enredo e os personagens de lado, a diagramação do livro está simples e muito delicada. As folhas são amareladas e a fonte num bom tamanho. Ele possui alguns erros na edição impressa que pode incomodar. Alguns leitores podem considerar o livro extenso, mas é bem escrito, coerente e fluido. Você nem percebe a velocidade em que está lendo. Como o forte da trama é a credibilidade da história, não espere encontrar finais completamente felizes, talvez não seja exatamente o que você gostaria de encontrar. Para mim, essa é a razão do livro ser ainda mais interessante, nem sempre os finais são felizes, a vida não é fácil.

Indico a leitura para todos que gostam de romances diferenciados dos clichês que pipocam nas estantes. Você não irá se arrepender.

*Resenha publicada no blog I Love my Books

site: http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2017/03/resenha-terra-do-sol.html
Eliana Portella 27/04/2017minha estante
Helô, novamente agradeço de coração por essa resenha maravilhosa! Muito obrigada pelo carinho e lealdade!
Um grande beijo




leiturasecafe 11/01/2017

Resenha: Terra do Sol (Eliana Portella)
Para começar à falar do livro, primeiramente preciso dizer que foi a própria autora quem o indicou para mim e minhas amigas durante nossa visita à Bienal desse ano. Sim, é verdade, eu também não acreditaria se me contassem, mas enfim, foi muito legal conhecê-la e ter um livro autografado. Então, para mim, o romance dessa leitura começou antes mesmo de lê-lo.
...
Um romance cheio de entretenimento e cenas picantes do início ao fim, te faz parar para imaginar os personagens com mais detalhes, já que a beleza de Iara é descrita tantas vezes com uma paixão sem igual. Uma índia linda e dona de um corpo perfeito.
E é claro que eu também me apaixonei por ela, não por seus atributos físicos, mas sim por sua força. Pela maneira como ela vê o mundo, cheia de delicadeza, por sua coragem de se apaixonar e expor seu amor, sem medo e sem receio, pela atitude de seguir o homem da sua vida para uma terra distante, longe da família e dos seus iguais. Sua simplicidade diante de mulheres estudadas que nunca a intimidaram, sua sede de aprender e estudar que mostrou o quão ela é capaz e inteligente. E em meio a uma era onde as mulheres buscam sua independência, Iara foi ainda mais cativante ao assumir seu desejo destemido de cuidar da casa e da família. Ah, e o amor com que ela se dedica a sua filha Moara, ao marido Dmitry e ao filho dele, Yuri, é digna de muito respeito.
E já que a vida é cheia de altos e baixos, acontecimentos terríveis levam o brilho dos olhos de Iara embora. E aí a gente sofre com ela, e para um pouco a leitura para refletir e chorar. Até então, tudo foi esperado com o andar das leituras, mas eu realmente me surpreendi com a volta por cima da personagem. Foi simplesmente PERFEITO. Daí então, amei Iara.
O livro é cheio de acontecimentos, os anos passam, o romance de Iara e Dmitry logo dão lugar a um novo romance, não tão novo, já que as leituras nos levam a esperar que o amor do jovem casal de irmãos cresça junto com eles, e que na verdade, não são irmãos, não de sangue. Uma loucura para explicar, mas bem mais fácil de sentir com o passar das páginas.
Ah, também tenho que dizer, que em meio a tantos personagens que fazem parte dessa estória, espero que todas as mulheres tenham um Enrico em suas vidas ou pelo menos tenham conhecido um. Meu coração com certeza bateu mais rápido nas páginas em que ele apareceu.
Não desmerecendo Yuri, de jeito nenhum, amar Yuri é muito fácil, principalmente por sua vocação e sua humanidade. Um verdadeiro exemplo de amor ao próximo, literalmente mais amor ao próximo do que a si mesmo. Deixar o conforto do seu lar e sua família para atuar como Médico do Mundo, cuidando de pessoas desconhecidas num país pobre e necessitado é razão de muito orgulho para os seus pais, mas de desespero para uma irmã apaixonada.
Moara também me surpreendeu, uma menina que cresceu mimada por todos e cheia de sonhos e caprichos, ao ter a oportunidade de um universo novo aos seus pés de uma hora para outra, com passarelas, outdoors, comerciais, viagens e muito luxo, mostrou ter herdado a força de Iara. Diante de tudo o que a faria ser uma mulher esnobe, ela demonstra a sua maturidade repentina, seu respeito pelas pessoas e seu crescimento profissional cheio de comprometimento e satisfação. Claro que ela nunca negou sua paixão pelo luxo que a carreira repentina lhe trouxe nem sua felicidade nas passarelas, e foi Enrico que a fez perceber isso.
Do mais, a amizade tem seu papel fundamental em toda trama, com vários personagens que te envolvem com suas características únicas e que chegam para ficar. A vida segue seu fluxo e você escolhe se torce para o coração ou para a razão. E eu honestamente, adorei o desenrolar...
Mas que Iara é a minha maior inspiração do livro, isso sim, preciso reforçar.
...
Quanto a edição e revisão do livro, tive alguns problemas com a leitura, já que ele apresenta muitos erros como a falta do travessão antes das falas dos personagens nos primeiros capítulos que pareceu ter sido corrigido, mas que volta a faltar em alguns outros. Faltam letras em algumas palavras e há outras com a escrita errada. Erros que preciso reforçar, da editora e não da escritora. Mas a capa é realmente bela.
comentários(0)comente



Nadja Moreno - Blog Escrev'Arte 04/12/2016

Livro denso!!! Leia até o final!
Normalmente eu não me prendo muito às sinopses para escolher ler um livro. Em geral eu faço uma junção entre título, capa, sinopse e comentários sobre uma obra para me decidir ler ou não. O motivo pode ser muito bem expressado por esta obra: a sinopse apresenta apenas uma pequena parte de tudo que o leitor vivencia nestas páginas! Mas muito pequena mesmo… Incrível quantas histórias, começos, continuações e finais cabem em 450 páginas. É um livro bastante denso! Leitor: não se prenda à sinopse!

O casal Dmitry e Natasha desembarcam no Brasil em 1976. Um tempo depois Natasha tem um filho, Yuri, e a jovem Iara, mãe de Moara, torna-se sua ajudante. Mais um tempo se passa, Dmitry fica viúvo e a índia Iara passa a ser mais do que uma ajudante, uma colaboradora. A história deste novo casal vai se desenrolando e somos apresentados a uma relação de muito amor, cumplicidade, muitos problemas e superações, amizades traídas e vingança. Alguns fortes acontecimentos na vida deste casal chegam a surpreender e arrepiar. Mas no fim, suas vidas vão se acertando e o amor sempre fala mais alto.

Neste ponto você, leitor, pode achar que eu estou contando demais e dando spoilers mais do que permitidos. Mas não. O lindo amor de Dmitry e Iara é apenas o plano de fundo para a grande história do livro. Em Terra do Sol acompanhamos a trajetória de vida, os acertos, os erros, as descobertas, o amadurecimento, os amores e os dissabores de Moara e Yuri. O filho de Dmitry e a filha de Iara.

Yuri quer ser médico, como os pais. Moara ainda não sabe bem o que quer ser, mas a sua beleza única e estonteante determina por ela: torna-se modelo. Mas os dois, ainda que tomando caminhos extremamente opostos, nutrem um sentimento que deve ser escondido de todos e que os consome. Não há um só dia que este sentimento não os sobressalte, que não os guie…

Mas, assim como na ‘vida real’, as coisas nem sempre são como gostaríamos que fosse e “querer” algo não é a única condição para que aconteça. Na verdade, acontece mais o que não queremos do que o que desejamos, ou pelo menos aquilo que acreditamos desejar. Nestes termos, Terra do Sol é uma grade história. Fala de vida, de escolhas, de desilusões, de vitórias e de amores.

Minha opinião sobre a trama: Inicialmente eu tive a impressão de que as coisas aconteciam rápido demais. Em poucas dezenas de páginas tanta coisa já compunha a história que me pareceu que iria faltar profundidade na trama até completarem as 450 páginas. Outro detalhe é que me pareceu, ainda que muito sutilmente, haver uma certa caracterização do Brasil como país pobre e de terceiro mundo. Em geral eu detesto este tipo de insinuação. A felicidade é que isso foi só um breve sentimento, bem no comecinho do livro, e esta sensação se dissipou completamente no decorrer da trama. Ufa! À medida que a leitura fluía, fui entendendo que esta primeira parte era a elaboração do cenário ideal para entendermos tudo o que viria a seguir. Este foi o livro 1.

No livro 2 a cadência da história torna-se ideal, o desenrolar é mais detalhado e o envolvimento do leitor com a trama se torna palpável. Impossível não se envolver com os personagens principais – Moara e Yuri – e sentir com eles, temer com eles e se alegrar com eles. De fato a autora conseguiu criar personagens bem distintos, com personalidade bem marcada e que apresentaram, no decorrer dos capítulos, um crescer notável na maturidade, embora sem perder sua essência. Gosto muito quando os personagens têm atitudes e perfis reais como os que encontrei nesta história.

E na terceira última parte de Terra do Sol o leitor vivencia tomadas de decisões duras mas necessárias, abordadas pela autora de forma a convencer que era assim mesmo que tudo deveria acontecer, ainda que pudéssemos desejar alguma outra coisa para o desenvolvimento, páginas atrás. Seus argumentos são convincentes. Compartilhamos as decisões dos personagens sem ressalvas.

Eliana Portella sem dúvida é uma mente apaixonada e feliz. Sua escrita envolve e emociona. A história de Terra do Sol é fluída, com altos e baixos na medida certa, apresenta personagens reais e proporciona ao leitor sensações que vão desde a risada gostosa até a sensação de tristeza e dor. Enfim, é uma obra que merece ser lida!

Em se tratando da edição, mais uma vez a Coerência apresenta uma obra com capa lindíssima, que está muito dentro da história. Achei muitíssimo bacana o perfil do casal da capa. Quando ler a história, vai notar que eles representam mais de um casal do livro. Todos eles se encaixariam perfeitamente nesta capa! No miolo, só me incomodou um pouco a diagramação, que apresentou falhas de travessão em vários diálogos e não inseriu nem um pequeno espaço sequer quando da troca de foco da narrativa dentro de um mesmo capítulo. Estávamos com Moara no Brasil e no parágrafo imediatamente abaixo já nos encontrávamos em Moçambique com Yuri. Acho que pelo menos uma indicação que haveria esta transação de foco seria bacana. Fica como dica para as próximas edições do livro.

Na minha avaliação geral, é o livro ideal para corações apaixonados e para os amantes de um bom romance. Vale a pena ser lido! Vale a pena conhecer a história de Dmitry, Natasha, Iara, Yuri, Moara e outros mais, tão importantes quanto estes. Leia Terra do Sol!

site: http://www.escrevarte.com.br/2016/10/resenha-terra-do-sol-de-eliana-portella-editora-coerencia.html
Eliana Portella 06/12/2016minha estante
Oi! Vim agradecer mais uma vez por essa resenha maravilhosa. É muito gratificante saber que a sua leitura analisou tão bem o meu trabalho. Faz valer a pena cada linha escrita.
Um beijo enorme!




ClauClau 05/10/2016

Terra do Sol
Resenha


Olá turminha boa de leitura, mais uma estória emocionante e arrebatadora de autora nacional e o da vez é Terra do Sol um romance da autora Eliana Portella. Esse é o primeiro livro da Eliana que leio e gostei muito da forma da escrita, forte e delicada. A capa do livro é apaixonante e sedutora, nos apresentando um casal ao pôr do sol!
Magnifico!!!

Ah o amor... como decifrar essa palavra tão carregada de emoção e por muitas vezes tão confusa?
Saberíamos decifra-lo? Seria ele um sentimento forte e arrasador ou sereno e benevolente?
O amor é egoísta ou nos faz pessoas melhores que pode nos fazer abrir mão do outro para que ele seja feliz...será?

Essa é a proposta desse romance que nos mostrará várias facetas do amor, onde não existe certo nem errado!
Alguém seria capaz de explicar esse sentimento e sua complexidade ou existi uma fórmula para explica-lo?

Então, esteja convidado a se encantar com essa estória tão comovente que nos envolverá a tal ponto que não saberemos para quem torcer ou apoiar!

Tudo começa quando um jovem casal de médicos pesquisadores Dmitry e Natasha desembarcam no Brasil juntamente com uma comitiva de médicos pesquisadores enviados pelo governo soviético, atraídos pela riqueza das espécies de plantas medicinais que crescem abundantes na floresta amazônica. O tempo previsto de permanência era de 2 anos, mas a sedução pelo clima tropical e pela beleza do local arrebatou o coração do jovem casal e decidiram permanecer no Brasil. No decorrer de 2 anos o casal teve 1 filho de nome Yuri e por terem uma vida de trabalho muita intensa precisaram que alguém cuidasse de seu pequeno e foi assim que conheceram Iara uma bela índia do local que passou a cuidar de Yuri. Os dias passavam quentes, alegres e calmos, mas seis anos após o nascimento do filho, Natasha foi acometida pela febre amarela e veio a falecer deixando Dmitry desorientado, acontece que a sombra da morte visitou também a casa de Iara e seu marido também faleceu, deixando-a sozinha para criar a filha Moara.
Após a morte do marido Iara foi morar com a filha na casa de Dmitry para poder cuidar melhor de Yuri, a convivência foi os aproximando e ele pode perceber que Iara além de ser uma bela mulher ela tinha uma alegria contagiante pela vida. Dois mundos diferentes, ele patrão ela empregada, mas nada disso foi capaz de impedir a aproximação, o envolvimento e o desejo de estarem juntos e a partir de então começaram um romance cheio de amor e cumplicidade, ali, na Terra do Sol.
Yuri e Moara estavam sempre juntos eram como irmãos inseparáveis e Dmitry era tão encantado pela menina que a adotou e desde então ela passou de enteada a filha, irmã de Yuri.
Para Yuri, Moara era sua irmãzinha e ele a tratava com todo carinho e atenção, mas Moara sentia por ele algo diferente!
Os anos foram passando...Dmitry e Iara mudaram para São Paulo, para que ele expandisse profissionalmente e para dar uma educação melhor para os filhos. Acontece que entre os novos amigos de trabalho de Dmitry um deles ficou completamente enfeitiçado pela beleza e encantos de Iara e ele não descansaria enquanto não tivesse o que mais queria...Iara.
Enquanto isso as crianças cresciam, Yuri tornou-se um belo rapaz, estudioso e amoroso que cobria a irmã de carinho e atenção. Moara era dona de uma beleza estonteante, mimada, voluntariosa e que nutria por Yuri um amor louco e sempre dizia que eles não eram irmãos.
Namoradas? Moara espantava todas que cruzavam o caminho de Yuri.

Tudo começou a mudar para Yuri quando ele percebeu que sua irmã não era mais uma menina e tinha se tornado uma bela mulher segura e decidida, pois ao vê-la desfilando e dominando as passarelas percebeu a confusão de seus sentimentos e a partir de então teria que lutar contra um sentimento difícil e perigoso, pois um era suavidade e o outro intensidade. Foi então que ele decidiu realizar um desejo antigo, ingressar como médico voluntário em uma ONG “Os Médicos do Mundo” e assim ficar longe de Moara e controlar o desejo proibido!

Conseguirá Yuri lutar contra essa descoberta tão perigosa e incerta e Moara permitirá que seu grande amor cruze o Oceano e a deixa sem respostas para seus sentimentos?
E o que Dmitry e Iara, farão ao descobrir o que está acontecendo entre seus filhos?

Uma trama narrada em 3ª pessoa com um cenário belíssimo e detalhado no ponto certo que foi capaz de me levar á sonhar e sentir o sol na pele ao mesmo tempo a caricia dos ventos no cabelo. Personagens fortes e delicados, senti-os tão reais que tinha a certeza de conhecê-los.
Que beleza de estória, essa é uma obra cativante escrita com muita elegância e muito reflexiva que apresenta várias formas de amor com seus encontros e desencontros com pitadas de bem-me-quer e malmequer, que também nos apresenta a face da ganância, do ódio, da vingança, da violência contra a mulher e dos perigos das drogas, mas fala também do valor da amizade e seu poder, do amor em todos os lugares em toda sua plenitude.
Obrigada Eliana Portella por essa obra tão instigante que foi capaz de me surpreender e espantar também, então posso afirmar que foi muito bem contada!


Parabéns Eliana pelo trabalho tão bem feito e para Editora Coerência por acreditar na literatura nacional.

Recomendadíssimo!

Vamos apoiar a literatura nacional!

Terra do Sol
Autora- Eliana Portella
Editora Coerência
Pag.449
Ano 2016
ISBN 978-85-92572-12-9
Capa-Décio Gomes
Diagramação-Bruno Lira
Revisão-Evelyn Santana
Gênero-Literatura Nacional/Romance Contemporâneo
Fonte-Boa com espaçamentos adequados.
Gramatura e espessura do papel- Perfeitos


É isso, beijos e tchau!



comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 03/10/2016

Existem momentos na vida da gente que ficam para sempre na memória, marcam por um motivo ou outro, mas sempre fica aquela lembrança boa unido a um instante que não volta. Estou falando da minha primeira experiência lendo um livro da autora Eliana Portella, Maria. Sempre que me perguntam por um livro que eu indicaria, “Maria” me vem à cabeça, mas agora depois do término da leitura de Terra do Sol, eu folgo em dizer que tenho outro livro de Eliana Portella para indicar como uma ótima leitura.

A escrita da autora é familiar, não só por nos transportar para dentro do livro, como também por nos apresentar um lar, uma família, desde sua primeira união, até depois de filhos e netos. Eliana nos coloca à prova ao contar uma história completa, desde o amor que acontece por um acaso do destino, até o enlace do amor filial, fraternal e por fim, carnal.

O livro Terra do Sol é dividido em três partes e escrito em terceira pessoa. Logo de cara somos apresentados ao casal que figura na sinopse, que acaba tendo um papel muito importante, porém não é o foco principal da trama. Não quero falar muito sobre a história em si, até para não estragar o contexto, e acho que se comentar agora o que iria falar posso dar um spoiler sem querer. Então falemos de Yuri e Moara...

Moara é filha de Iara — a babá e mãe de criação de Yuri —, e sempre foi criada cheia de mimos e com todas as suas vontades satisfeitas. Já Yuri é um rapaz que pensa mais no outros do que em si, seu maior desejo é fazer um mundo melhor; doce, meigo e sempre disposto a ajudar, ele trata Moara como uma princesa, talvez isso a tenha estragado um pouco, a tornando uma garota mimada e voluntariosa, sempre querendo que seus desejos sejam realizados de pronto. Ela acredita que Yuri é o homem da sua vida, seu amor, mesmo que perante a lei e no papel, eles sejam irmãos.

Devo confessar que Moara não foi uma das minhas personagens favoritas — não gosto de meninas que se acham mais importantes do que realmente são —, mas ao longo da narrativa eu pude entender sua personalidade forte, e foi notável seu crescimento durante o desenrolar da trama. Todos os personagens são desenvolvidos de uma maneira que fica perceptível a passagem do tempo e a evolução de suas personalidades.
Minha personagem preferida é e sempre será Iara. Que mulher forte, apaixonante, linda, doce e sábia. Eu não sei se no lugar dela, e passando pelo que ela passou, teria o sangue frio de me manter tão firme, mesmo machucada por dentro, sempre com um sorriso e um gesto de carinho. Não tente deduzir o que aconteceu com Iara pelo que eu disse, leia e você irá entender do que eu estou falando.

Só tenho a tecer elogios ao livro Terra do Sol, cada página virada é mais envolvente que a anterior, e foi quase impossível largar a leitura, mesmo que fosse para fazer até o essencial, como comer. (Risos)

Eliana Portella tem em suas mãos um dom maravilhoso, sabe criar famílias tão ricas e com características marcantes, sabe descrever um cenário que não tem como a imaginação não visualizar nos detalhes. Sabe emocionar com temas fortes, seduzir com um universo desejado por muitos, e acima de tudo, fazer a gente pensar na nossa vida e nos joga na cara uma realidade bem aquém de risos e glórias.

Terra de sol não foi uma surpresa para mim, eu já sabia, ao iniciar a leitura, que encontraria tudo que encontrei por lá. Sabia que iria me emocionar; que choraria; que riria; que teria emoções para lá de conflitantes, mas tinha a certeza que terminaria a leitura com um sorriso no rosto e a sensação de que vale a pena ler autores nacionais, vale à pena ler os livros da Eliana Portella, porque ela sabe o que faz, e faz com maestria.
Ah, um aparte: Eliana Portella, obrigada, eu merecia aquele final!
Recomendo a leitura!

site: http://www.sempreromantica.com.br/2016/10/terra-do-sol-eliana-portella.html
comentários(0)comente



Coruja Literária 19/07/2016

Amor! Palavrinha poderosa que confunde a muitos nessa Terra e cada um tem a sua própria definição do que é o "Amor". Para você querido leitor o que é o Amor? Em que lugar o Amor se encontra na sua vida?

Terra do Sol é um livro que vai falar sobre várias formas de amor e de amar, o livro é divido em três partes onde primeiro conheceremos a história de Dmitry e Iara, segundo encontros e desencontros amorosos e terceiro só lendo para saber rsrs...

Dmitry vêm da Rússia se aventurar nas terras brasileiras junto a sua esposa Natasha e acabam se apaixonando pelas riquezas da nossa terra e resolvem ficar mais do que o programado, Natasha acaba engravidando e decide que a criança nascerá no Brasil e dá a luz a Yuri que é criado com a ajuda de Iara uma índia que se tornou amiga do casal. Dmitry acaba perdendo sua esposa para uma doença fatal e cogita voltar para sua terra natal e ficar ao lado de sua família mas ao ver que Yuri já se encontra adaptado e com amigos já na Terra do Sol e decidi que irá ficar no Brasil e com a ajuda de Iara que também perdeu seu marido e ficou apenas com a pequena Moara irá criar seu filho e com o tempo o amor surgi na vida de Dmitry e Iara que resolvem assumir esse romance e ficarem juntos, Dmitry arruma as documentações necessárias para que possa viver permanentemente no Brasil e se muda com Iara e as crianças para São Paulo para que possam ter uma boa educação.

Yuri e Moara são criados desde pequenos como irmão, Dmitry até concretizou a adoção da pequena indiazinha mas Moara nunca se considerou irmã de Yuri e vivia dizendo que quando crescessem eles iriam casar. Eles cresceram Yuri desde o Ensino Médio já sonhava em estudar medicina e ir trabalhar na MM (Médicos do Mundo) bem diferente do que Moara sonhava ser, que era ser uma cantora famosa. Moara nunca deixou de amar seu "irmão" e imaginou que Yuri acabaria não indo para a MM trabalhar até que ele revelou que faria um estágio de dois anos na MM de Moçambique, Moara se declarou para ele e tentou a todo custo fazê-lo mudar de idéia mas sem sucesso, Yuri prometeu que passaria rápido e logo estaria de volta para ficar com ela. Moara enquanto seu "irmão" estava fora começou a trabalhar como modelo e aos poucos ia ganhando fama e ficando com sua agenda lotada, a vida de ambos seguiram caminhos totalmente oposto mas Moara acreditava que o amor que sentiam um pelo outro seria capaz de superar essas diferenças, fora que ainda tinha o fato de que eram irmão mas Moara já havia pesquisado e visto que tinha uma maneira de reverter a adoção e ai começam a viver suas vidas e sempre que Yuri vinha para o Brasil passavam o tempo todo juntos, mas será que esse amor irá sobreviver a distância e tanta diferenças entre eles?

Eliana Portella traz uma história apaixonante, envolvente e instigante. A todo momento você fica imaginando como essa história irá acabar torcendo para que tudo dê certo no final, ela traz personagem com personalidades marcante que te deixará encantada, fora os personagem secundários como Tinae que é melhor amiga de Moara e companheira de passarela, Maria Clara a chefe de Yuri que no começo se mostra irritante e depois te conquista com sua história e dedicação pela MM e entre outros personagens que você irá se apaixonar.

Terra do Sol é um romance de tirar o folego, a entrega dos personagens ao amor, as formas com que cada um lida com o amor, as dificuldades que encontram e a superação é incrível, um enredo bem trabalhado que te prende do ínicio ao fim da leitura, não leu ainda? Tá esperando o que?

site: www.corujaliteraria.com
Eliana Portella 19/07/2016minha estante
Ai meu Deus! Quanta gratidão!
Super obrigada! Um beijo enorme ??


Eliana Portella 16/09/2016minha estante
Muito, mas muito obrigada!
De coração para coração!
E espero continuar correspondendo e merecendo cada elogio!
Um beijo enorme ???




Sandra.almeida 08/07/2016

Terra do Sol, um livro envolvente
Dois medicos soviéticos, Natasha e Dmitry, vem para a Amazonia como pesquisadores e se apaixonam pelo nosso país. Eles tem um filho , Yuri que é criado por Iara, uma jovem india que tambem tem uma filha , a linda Moara. Iara ganha um papel importante na vida de Dmitry e Yuri, ela passa a ser protagonista rapidamente e nos surpreende com sua beleza, astucia e um imenso amor. As crianças crescem como irmãos e suas escolhas traçam seus destinos.
Gostei muito.
Eliana Portella 19/07/2016minha estante
Fico lisongeado por agradar uma leitora como você! Muito obrigada! Beijo grande??


Sandra.almeida 02/08/2016minha estante
???????


Eliana Portella 03/08/2016minha estante
Sandra, querida, vc é uma leitora inteligente e refinada! Qualquer elogio de sua parte me deixa lisonjeada! Obrigada pelo carinho de sempre! Beijo


Sandra.almeida 07/08/2016minha estante
:) amei o livro, parabens




11 encontrados | exibindo 1 a 11