Nijigahara Holograph

Nijigahara Holograph Inio Asano




Resenhas - Nikigahara Holograph


20 encontrados | exibindo 16 a 20
1 | 2


Rittes 30/01/2017

Borboletas filosóficas
Depois de ouvir rasgados elogios a este trabalho de Inio Asano, confesso que me surpreendi com a dificuldade em ler e entender plenamente Nijigahara Holograph. Como sou um leitor esporádico de mangás e fã confesso de narrativas mais lineares como Akira e Lobo Solitário, talvez a deficiência seja minha, mas é um quadrinho bem diferente do usual. Seja na maneira multifacetada de se contar a história, que se entrelaça num vai e vém temporal de deixar qualquer um doido, seja por sua violência e niilismo. Talvez, as dificuldades de Asano, por ter se declarado publicamente como transgênero, acabem transparecendo na angústia que permeia toda a história. Um mangá para poucos, mas que deve impactar muitos.
comentários(0)comente



Alex 25/01/2017

Quebra-cabeça confuso e violento
Parece que o autor pegou uma história linear e a dividiu em várias peças, jogando-as aleatoriamente na história, como um quebra-cabeça mesmo, para que o leitor descubra o que está acontecendo. A releitura é obrigatória para entender a obra. O enredo é PESADÍSSIMO: envolve morte, suicídio, estupro, facadas, bullying, humor negro...

Obra apenas recomendada para quem gosta do estilo história complexa-confusa-quebra-cabeça. Não me agradou. Achei superestimado...
comentários(0)comente



Luciano 07/01/2017

Indiferença, crueldade e confronto com o passado
Uma história cruel entre alunos de uma escola com passados perturbadores. Achei confuso, os balões atravessam quadros que já passaram, os recortes de tempo são perdidos na história e me perdi mais de uma vez. Mas ainda assim é provocador. É uma história perturbadora e cruel que enfatiza o que existe de pior nas pessoas. A indiferença é dolorosa e os eventos mais terríveis poderiam ter sido evitados com um pouco de compaixão, vai ver que é isso que a história quer passar. A arte, pra variar, muito bonita. Personagens com expressões e rostos bem distintos.
comentários(0)comente



Tiago 06/01/2017

Ótimo enredo, papel ruim e custo relativamente alto
Nijigahara holograph é um mangá de Inio Asano, serializado originalmente na revista Quick Japan entre os anos de 2003 a 2005.

O enredo de Nijigahara Holograph é o ponto principal da obra, exigindo atenção do leitor para os mínimos detalhes. Para uma melhor compreensão é indicado reler a obra mais uma ou duas vezes.

O trabalho editorial da JBC está de parabéns e a publicação tem um apelo gráfico que chama atenção logo de cara, com a capa preta e detalhes em amarelo, a lombada toda amarela com as letras pretas fica muito bonita na estante o destacando dos outros mangás. A segunda capa é um show a parte, toda preta com várias borboletas amarelas, assim como na terceira capa.

Em contrassenso a isso está a qualidade do papel (sempre ele) e a encadernação, pelo menos da minha edição, não foi muito boa. Achei o papel offset com baixa gramatura e transparente, chegando a me incomodar em alguns momentos. Como comparação, nesse caso uso outro mangá do Inio Asano, Solanin, onde a editora L&PM utilizou papel offset de maior gramatura e sem transparências e o prazer da leitura foi maior do que N. Holograph. Por ser um volume único e com preço um pouco elevado, a JBC poderia ter usado um papel um pouco melhor, ponto negativo. Após retirar o mangá do saquinho, notei que ele estava com o miolo um pouco ondulado. Esse é um dos únicos mangás que possuo que está ondulado e não é problema na armazenagem na minha casa, pois todos os meus outros mangás e livros não apresentam.

O ótimo enredo e a arte mais realista e detalhada de Asano conferem um bom entretenimento para quem gosta desse tipo de história com elementos mais psicológicos e menos mainstream. Os detalhes da edição são um charme, mas o papel transparente e a encadernação aliado ao preço de capa do mangá são os ponto negativos e que deixam o custo/benefício não muito atraente.
comentários(0)comente



João Felipe 24/11/2016

Uma Leitura Poderosa
Nijigahara Holograph tem um enredo complexo que se desenrola minunciosamente, e requer atenção total do leitor, mas não somente isto, a releitura é quase obrigatória.
Particularmente foi uma leitura muito prazerosa.
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 16 a 20
1 | 2