Inevitável Destino

Inevitável Destino Alissa Nayer




Resenhas - Inevitável Destino


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Malucas Por Romances 18/03/2017

Amei Maurício, já a Débora....
Oie gente! Hoje vou falar de Inevitável Destino, da autora Alissa Nayer, publicado em e-book na amazon. É o meu primeiro contato com a escrita da autora e estou a tempos querendo ler algum livro dela. Com o lançamento do livro a autora me enviou o e-book para resenha para dizer aqui o que achei. Amei Maurício, mas Débora nem tanto. Vem descobrir nessa resenha o por quê.

"Quero agarrá-la e sentir seu cheiro bom de perto. Quero sentir suas curvas sob minhas palmas, sua pele sob a minha língua, vê-la se arrepiar com meu gesto e pedir por mais."

Inevitável Destino conta a história do casal Maurício e Débora. Maurício foi um adolescente gordinho e sempre sofreu bullying na sua escola. Depois de uma overdose da batata frita (sim, comeu até passar mal) ele vai parar no hospital, e com isso ele sabe que tem que mudar seus hábitos alimentares ou vai morrer antes do 30. Se passa 10 anos e ele encontra Débora, a menina que sempre praticava o bullying com ele e a mais bonita da escola. Só que agora ele não é mais aquele garotinho gorduchinho no ensino médio (música baba baby da Kelly Key aqui), ele agora tem uma vida regrada, vai academia e cuida da sua alimentação, já Débora não é a mais magrinha de antigamente e está mais curvilínea ( parece que o jogo virou, não é mesmo?). Maurício ainda tem essa magoa do passado por ter sofrido bullying e pensa em dar o troco em Débora, mas não contava que seu amor de adolescente estava adormecido no seu coração.

Maurício foi o personagem que mais me cativou na história. A primeiro momento você pensa que ele será de certa forma aquele mocinho que vai ferrar com tudo, mas que nada. Desde do início perdoei Maurício, cada vez que ele relatava sua adolescência queria esganar Débora. O gatão cresceu e a primeiro momento ele vai querer sim se vingar, mas o amor vai falar mais forte. Maurício é aquele mocinho que vai te fazer dar várias gargalhadas e pensar: menino lava essa boca, pra que tanto palavrão! Mas seu lado romântico é que vai fazer você ficar caidinha por esse personagem.


Já Débora não posso falar a mesma coisa de Maurício. A princípio achei Débora um máximo. Mesmo ela sendo gordinha ela não liga para os que os outros falam e se arrepende só do que não fez ( acho que tem música assim também). Mas com o passar da leitura fiquei esperando algo dela que não veio, como as desculpas para o Maurício por ter destratado dele na adolescência. Sei que já se passaram 10 anos, mas acho que Débora não mereceu nem a metade do esforço de Maurício. Sim, estou apaixonada por Maurício, me deixa.

"Eu a amava. Eu odiava amá-la."

Os personagens secundários aparecem pouco, mas quando aparecem é para nos deixar com gostinho de quero mais para o próximo livro. Os amigos de Maurício vão estar lá para botar na cabecinha dele de não fazer essa burrada que é de se vingar de Débora, que são Vinicius e Heitor. A série deve ser a história de cada amigo e acho que o próximo livro será de Vinicius, o amigo personal trainer que sempre tem uma palavra amiga, fazendo casal com Lara prima de Débora. Uma personagem que achei que foi esquecida foi a ex do Maurício, no começo ela aparece como a ex louca que não quer aceitar o fim, mas que aceita muito rapidamente, já que some do livro. Esperei uma ex louca pra atrapalhar a vida do casal que sempre gostamos de ler nos livros, mas não foi isso que aconteceu.


Leia o post completo em: http://malucaspor-romances.blogspot.com/2017/03/resenha-inevitavel-destino-serie.html#ixzz4bhKczmiL

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2017/03/resenha-inevitavel-destino-serie.html
comentários(0)comente



Paula 15/03/2017

Amor inevitável
“A melhor atitude que uma pessoa pode tomar é reconhecer os próprios erros e tentar consertá-los”. (mãe da Débora)

Quero começar essa resenha confessando e me penitenciando por ainda não ter lido nada da Alissa Nayer até então. Vários livros estão na minha lista de leitura e já em minha biblioteca, contudo, por vários motivos, ainda não conhecia sua escrita, mesmo que com várias referências extremamente positivas acerca do trabalho dela. E pessoal, posso afirmar, sem medo de errar que comecei com chave de ouro ao escolher Inevitável Destino para abrir as portas do paraíso.
A escrita da Alissa é encantadora e envolvente. É fluida, clara, objetiva, sagaz, perspicaz, inteligente. Esse livro nos traz uma pitada de vários ingredientes que, quando misturados, culminam em uma receita rica em tudo que o leitor do gênero se satisfaz. Tem humor, romance, uma pitada generosa de sensualidade, muito, mas muito amor. Mas então qual o diferencial? Alissa propõe a reflexão de temas interessantes, de composição de um casal que foge a regra. Propõe que pensemos fora da caixa, mas sem tornar algo enfadonho, exatamente o oposto disso. O casal é tão envolvente e a escrita é tão sedutoramente inteligente, que nos faz pensar nos temas propostos de maneira leve e muitas vezes engraçada.
Mas vamos falar desse casal que me conquistou? Maurício é um homem que sofreu muito em sua adolescência e precisou tomar decisões um tanto drásticas por vários motivos, incluindo de saúde. É um homem de parar o trânsito e provocar um acidente, tamanha sua beleza (suspiros mais que audíveis aqui!!). É um homem que não consegue envolver-se emocionalmente a ponto de se entregar a um amor avassalador como o que sentiu em sua adolescência. Rígido em algumas posturas, por reflexo de tudo que viveu em seu passado, mas ao mesmo tempo leve e dotado de um senso de humor interessante. O que chama atenção em Maurício é como tem a capacidade de mascarar e sublimar um amor, que somente se deu conta que não ficou no passado, quando esse passado resolve voltar e se fazer mais que presente. Quando se vê diante dessa situação, depara-se com emoções conflitantes, que o fazem ficar temeroso em relação a suas decisões e escolhas afetivas.
Já Débora é uma mulher com uma beleza não convencional segundo os padrões atuais de beleza, mas em minha opinião, uma mulher linda. Além da beleza física, sua determinação, autoestima e autoconfiança são complementos para o pacote que a transformam em uma mulher instigante e dotada de um imenso poder de sedução. Essas características encantam Maurício e reforçam a incerteza sobre suas escolhas. Ela é uma mulher tão bem resolvida profissionalmente, mas ainda com muitas questões pessoais a trabalhar. Tornou-se, assim como Maurício, uma pessoa marcada por experiências não tão positivas em um período crucial como a adolescência.

“O passar do tempo e as coisas que vivi e aprendi me ensinaram a ser uma mulher forte, que não se intimida por olhares profundos e encara tudo com coragem”. (Débora).

O encontro entre eles foi algo tão inesperado que parece realmente intercessão do destino para corrigir algo que tenha ficado em aberto no passado. O reencontro ocorre em uma condição profissional, que, em função do perfil extremamente ético de Débora, acompanhado de um ceticismo em relação ao real interesse de Maurício, impedem que ela ceda às insistentes investidas dele. E olha, preciso dizer que admiro essa determinação dela, diante de tamanha beleza...

“Faz tempo que não me sinto assim, tão bem, com uma mulher. Faz tempo que não sinto que é tão... certo”. (Maurício).

Mas é claro que essa pseudo resistência de Débora ia vir por terra. Impossível resistir aos encantos de Maurício com toda essa certeza. E o tão esperado (e desejado) encontro acontece. Preciso dizer que vibrei quando ela finalmente cedeu e deu uma chance de conhecer melhor esse homem tão persistente. Embora Maurício ainda travasse uma guerra interna sobre as conflituosas emoções e dúvidas sobre qual a melhor conduta em relação à Débora, foi inevitável reconhecer os encantos dessa mulher tão resolvida e determinada. Com isso, aquilo que estava adormecido, ressurgiu com força total, arrebatando Maurício de tal maneira, que provocou uma entrega instantânea.

“Gosto da promessa implícita de que ficaremos juntos mais vezes” (Mauricio)

Com Débora não foi tão diferente. Embora ela não tivesse nenhum sentimento reprimido por ele, foi inevitável a entrega a essa nova relação, diante de toda a persistência e romantismo de Maurício. Algo que nem passava por sua cabeça que fizesse parte do repertório de um homem tão másculo. Mas sim, Maurício é romântico e se entrega plenamente ao sentimento. Para Débora isso soava ao mesmo tempo seguro e perigoso, já que ele se tornou seu calcanhar de Aquiles; o que para ela era quase inadmissível de assumir, pois sempre foi autossuficiente e segura, especialmente quando deu seu grito de liberdade, assinando sua carta de alforria pós-adolescência.
Evidentemente que esse amor precisava ser testado. Quando os segredos foram revelados, de uma forma tão inesperada para ambos, sentimentos como mágoa, decepção e arrependimento se fizeram presentes, ameaçando um sentimento ainda tão incipiente aparentemente. Será que eles seriam capazes de se perdoar?
A partir de momento em que ambos se colocaram no lugar do outro, buscando uma relação empática que facilitasse a compreensão do que foi vivenciado por cada um no passado e no momento atual, foram capazes de exercitar o perdão em suas diversas manifestações. E percebermos o crescimento dos personagens é um dos momentos mais mágicos desse livro, sendo primorosamente descrito pela Alissa. E o que é a forma que o Mauricio encontra para pedir perdão e declarar, tão abertamente o seu amor por Débora? Tudo bem, preciso confessar: fui às lágrimas... Linda demais a forma desprendida com que ele fala abertamente sobre um sentimento tão pleno, sem medo nenhum de exposição.
Enfim, esse livro foi de um grande ensinamento. Com sua linguagem fácil e leve, a Alissa me fez refletir sobre as conjecturas do amor em suas mais diversas formas. Ela me permitiu pensar na importância de respeitar o diferente, de como o preconceito pode deixar marcas severas. Mas acima de tudo, a mensagem que Alissa nos traz é que o amor não possui uma fórmula, um padrão, que independe de estereótipos. O livro reforça a minha crença de que o amor suplanta as trivialidades, que ele necessita ser semeado com confiança, reconhecimento, empatia para nos dar segurança. O amor somente será pleno se formos capazes de nos autoconhecermos, de nos perdoar e perdoar o outro. É um livro sobre relacionamentos, fraquezas humanas, mas acima de tudo, um livro sobre a capacidade de resiliência e o amor sublime.

“Nenhuma lembrança ruim é maior do que eu sinto por você, Débora”. (Mauricio).
comentários(0)comente



Renata 22/03/2017

Leve, divertido, fofo e apaixonante!
Dizer que estou apaixonada por essa história é pouco. Depois de ler alguns livros com drama mais pesado, me deparo com essa lindeza aqui, com um romance leve e divertido, que me fez ficar ligada a cada acontecimento que ele trazia.

Aqui nós somos apresentados aos protagonistas Maurício e Débora, que se conheceram na adolescência, mas que só agora o destino deu um empurrãozinho para juntá-los.
Quem vê Maurício hoje nem imagina que esse super gato, lindo e sarado teve obesidade quando adolescente, e por conta disso sofreu muito bullying . Hoje ele não costuma ter relacionamentos duradouros, e logo de cara vamos conhecer uma ex sua que não está aceitando muito bem o término deles.

Débora é uma fisioterapeuta super decidida e satisfeita com sua aparência física. Ela chutou o balde após terminar o ensino médio, e acabou não cursando a faculdade de Direito que era o sonho de seus pais, e decidiu parar de ficar se privando de comer aquilo que tinha vontade, pois sua mãe sempre foi rígida com sua alimentação.


site: Resenha completa em: https://blogeverythingbutthebooks.com/2017/03/21/resenha-inevitavel-destino-de-alissa-nayer-alissanayer/https://blogeverythingbutthebooks.com/2017/03/21/resenha-inevitavel-destino-de-alissa-nayer-alissanayer/
comentários(0)comente



Maravilhosas Descobertas 22/03/2017

INEVITÁVEL DESTINO, DE ALISSA NAYER
Maurício é dono de um corpo sarado, malhado, um homem muito bonito que chama atenção por onde passa, bom isso também acontecia antes (há dez anos atrás), só que pelos motivos contrários (ele era gordinho, e sofria bullying na escola).

Débora é dona de um corpo cheio de curvas, gordinha assumida, totalmente mulherão, segura, dona de si e como ela mesma diz "gostosa". Cheia de atitude, ela esbanja personalidade. Antes magra, sujeita às vontades dos pais, agora dona de si e de suas vontades.

"Tanto tempo se passou e eu pensei que tivesse te superado, mas o destino deu um jeito de te colocar na minha vida novamente e me provar que eu estava errado."

O reencontro entre eles se dá logo após uma loucura que Maurício faz na academia, o nosso mocinho exagera nos pesos e se machuca precisando ser socorrido. Ele a reconhece de imediato, mesmo notando a diferença em seu corpo, mas ela por sua vez não parece reconhecê-lo. Ele vê ali a oportunidade de vingança, já que ela feriu seus sentimentos e seu ego antes. Os papéis se inverteram, e ele fica tentado a dar o troco. Ma seis que há um problema (ou solução), seu coração também a reconhece e será ele que ditará o rumo dessa história.

"A melhor decisão partirá do seu coração. Deixe-o tomar as rédeas."

Maurício se apaixonou por Débora desde a primeira vez em que a viu, mas ele nunca foi correspondido, muito pelo contrário, ela ainda o machucava com o seu desprezo. Dez anos se passaram, muitas coisas aconteceram, e ambos estão diferentes do que eram antes. Ele depois de passar mal e ir parar no hospital decidi dar um novo rumo a sua vida. Ela também mudou e ambos estão muito bem resolvidos com suas vidas.

O destino resolve dar aquele empurrãozinho e faz com que passado e presente se encontrem. Caberá à Maurício resolver o que ele quer, a vingança ou o amor. O que será que ele escolherá? Bom, só lendo para descobrir e se apaixonar e divertir nessa descoberta.
Ah e se preparem para conhecer também (além dos personagens principais): Vinícius e Heitor (melhores amigos de Maurício), Amanda (irmã de Maurício), Lara (prima de Débora), entre outros que nos encantam quando aparecem.

"A melhor atitude que uma pessoa pode tomar é reconhecer os próprios erros e tentar consertá-los."

Alissa traz aos nossos olhos um romance lindo e envolvente!!!
Em seu primeiro da Série Destino, Alissa nos encanta com o amor de Maurício por Débora. Uma comédia romântica leve e muito gostosa de se ler, onde as risadas são garantidas com a briga entre os anjinhos (do bem e do mal tentando persuadir o nosso mocinho), as músicas sertanejas ao decorrer da história, os pensamentos de ambos (aqueles que não se devem ser ditos) e até mesmo a língua afiada de ambos quando querem se provocar.

"O que eu sinto por você despertou após dez anos de sono profundo. Sempre esteve aqui... Sempre esteve e não tenho dúvidas de que sempre estará."

A capa ficou maravilhosa e define em uma imagem o que vem por aí. A diagramação é um show a parte, já que está um arraso! Detalhes lindos em cada início de capítulo (um panda nos olha e nos encanta) e em cada rodapé. A história é contada por ambos, o que nos mostra os dois pontos de vista. O enredo é apaixonante, mostrando que mesmo sofrendo humilhações e tendo uma parte da sua vida marcada por alguns problemas, ainda assim você pode e terá sempre dois caminhos a seguir, basta escolher um deles. E o melhor e mais sábio ensinamento: A melhor escolha será sempre a do coração!!!

"É como se ele fosse tudo o que eu consigo enxergar, sentir, ouvir, querer."


Curiosidade:
Sabe aquele gostinho de quero mais?! Pois é, você sentirá ele aqui nesse romance.
Mas não se preocupe, porque a autora já nos contou que em breve teremos mais, pois a Série Destino contará com três livros na seguinte ordem:

Inevitável Destino, que traz a história de Maurício e Débora.
Reféns do Destino, que trará a história de Vinícius.
Armadilhas do Destino, que trará a história de Heitor.

Ficou curiosa (o) e quer ouvir e curtir a Playlist do Livro?! Então (Clique Aqui)

"Não tem jeito. É como se já estivesse escrito. É inevitável."



site: http://www.maravilhosasdescobertas.com.br/2017/03/inevitavel-destino-de-alissa-nayer.html
comentários(0)comente



dayukie 23/03/2017

Inevitável Destino é um livro que aborda um tema complicado e que muitos livros quando abordam esse tema, acaba me fazendo chorar. No entanto, a autora trabalhou o tema de uma forma compreensível, mas que te fizesse rir e ficar encantado.
Maurício era um garoto que sofreu bullying na sua adolescência devido ao seu peso. Além de sofrer por isso, ainda tinha uma paixonite pela garota bonita e que muitos queriam ter, é aquela história do garoto “feinho” não ser notado pela garota mais “popular” da escola. Depois de sofrer uma decepção e comer em excesso causando um grande alerta quanto a problemas de saúde, ele mudou seus hábitos alimentares e começou a se exercitar, consequentemente o transformando em um homem bonito e desejado.
Depois de terminar mais um relacionamento e estar irritado com o rumo que as coisas tomaram, Maurício acaba se ferindo na academia e sendo atendido pela nova fisioterapeuta do SPA da sua irmã, o que ele não esperava era reencontrar a sua paixão da adolescência, a Débora. Em meio a um turbilhão de sentimentos, ele decide se vingar de todos os momentos em que a Débora ignorou no ensino médio, ele só não estava preparado para lidar com os sentimentos que ainda existiam dentro dele.
Em meio a uma conquista que te faz suspirar e sorrir, momentos estranhos, constrangedores e românticos, Mauricio consegue se aproximar efetivamente da Débora e ter os melhores momentos com a garota que ele sempre amou. No entanto, quando a verdade é revelada, Maurício ainda vai lutar e mostrar que merece estar com a Débora e acima de tudo, que a ama independente do objetivo inicial dele.
Sinceramente, a Débora conseguiu me irritar um pouco. Maurício errou em iniciar algo com ela, tendo um objetivo ruim, a vingança, mas em nenhum momento ele se mostrou efetivamente disposto a colocar em prática. No entanto, mesmo que a Débora tenha mostrado que realmente esqueceu de boa parte do que ocorreu no ensino médio, ela não abriu a chance de conversar com o Maurício, apesar dele ter mostrado inicialmente que existia um “motivo” para que a vingança fosse ocorrer, ela simplesmente fugiu pensando somente nos sentimentos dela. Foi necessário alguém lhe falar que o bullying traz enormes consequências para ela querer dar uma chance de ouvir o que o Maurício tinha a dizer. E sim, o Mauricio também me irritou bastante com isso. Acredito verdadeiramente que ele estava magoado com tudo o que ocorreu com ele e as consequências, no entanto, foi um ato infantil da parte dele, causando assim um novo ponto. Os pandas. A autora me cativou com os pandas, mostrando junto ao decorrer do livro o amadurecimento do Maurício, mesmo que ele tenha iniciado de uma forma errada e infantil, ele foi amadurecendo e os sentimentos do casal também foi durante o processo e isso me cativou verdadeiramente.
Abordar um tema complicado como o bullying, suas consequências e que pode sim marcar a vida de uma pessoa foi de enorme grandiosidade e importância para a construção do livro.
Além disso, a capa do livro está linda, com uma revisão maravilhosa e os pequenos pandas se destacando ali. A cada capítulo uma nova sensação, uma nova lição e principalmente, o ensinamento de que você deve amar a si mesmo, independente do que os outros esperam de você. Senti falta de um detalhamento sobre como foi a vida de ambos longe um do outro, ainda não descobri qual o trabalho do Maurício e como a Débora encarou a família, indo contra o que eles desejavam e fazendo por fim as suas vontades. No entanto, ainda sim é um livro lindo e gostoso de se ler e te faz refletir sobre muitas coisas. Vale a pena a leitura pelas risadas, suspiros e lições.

site: https://goo.gl/ZkUM66
comentários(0)comente



Celia 11/11/2017

Maurício é uma figura
Maurício é uma figura . A Débora uma chata, que em nenhum momento se desculpa por ter sido uma idiota no passado . Maurício merecia 5 estrelas, mas a Débora retirou 1,5 da pontuação. Nota :3,5
comentários(0)comente



Meu Vício em Livros 07/04/2019

Bom
Maurício e os amigos são maravilhosos! Já a Débora deixou a desejar pelo fato de se fazer se vítima. Drama Queen!!!! Tudo bem a revolta quando descobre a vingança, mas e depois? Faltou pedir desculpas pq o q o Maurício passou não foi fácil não! Tanto amor depois de 10 anos também não me convenceu, mas gostei da premissa, da escrita e dos personagens secundários. Vale o investimento.
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7