A salvação do belo

A salvação do belo Byung-Chul Han




Resenhas - A Salvação do Belo


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Jacque Spotto 29/09/2020

Esse livro faz refletir a respeito sobre "o que é o belo?"
Beleza é tudo aquilo que gostamos de primeiro impacto ou vai além da simples harmonia estética que nos agrada aos olhos? O belo nos faz refletir ou não? É apenas para um contentamento momentâneo? O que se designa "belo" na atualidade?

Muitas dessas perguntas que rodam nossas mentes é bem elaborada nesse "pequeno grande" livro de Byung-Chul Han. Para o filósofo, o belo na atualidade está perdendo seu sentido e se tornando mais uma forma de consumo do que de contemplação. O belo se tornou um simples material de consumo e com isso ele se tornou vazio, que tenta apenas agradar aos olhos.



site: https://www.instagram.com/a_lusotopia
comentários(0)comente



Fernanda.Kaschuk 29/12/2019

A redescoberta do sensível na modernidade supérflua.
Han é um filósofo contemporâneo que busca respostas na filosofia, na arte e na psicanálise para as problemáticas atuais, primordialmente as de cunho político e estético. Esse texto assim como muitos outros assinados por Han, traz severas críticas a transparência e supervelocidade da sociedade em que vivemos, onde há uma mera exposição e uma fútil admiração através do "like", o que ele chama nesse texto de "estética do liso" uma imagem polida e sem distância estética, objetiva e transparente em seu objetivo (o like). A arte de hoje não procura a redenção ou gerar inspiração, mas apenas o valor capital ou lucro. A otimização das redes sociais, a aceleração das reações (like) dilui o tempo de apreciação estética (do sentir e do sentido), assim formando uma impossibilidade de lembrança, reminiscência do belo.
Na sociedade do capital, do lucro e a velocidade, só o afeto salva.
comentários(0)comente



Fernanda.Fernanda 02/09/2020

Fenomenal
Livro curto que mostra as diferentes formas de ver a beleza e como ela se dissolve e perde o sentido ao longo do tempo em razão da forma explícita que ela é posta ou "alisada"/padronizada pela sociedade. Fenomenal é pouco.
comentários(0)comente



Elk 30/08/2020

Aprenda o que não é belo, para poder apreciar o que é belo
Terceiro livro que leio do autor Byung Chu-Han, e a cada livro que vou lendo, entendo que possuem uma constância, como se fossem um único livro e que estivessem divididos entre si.
Pois bem, "A Salvação do Belo" é um livro que evoca o Belo, obviamente. No início, Byung faz uma crítica à modernidade cibernética e às artes lisas, após isto, ele traz pensamentos de filósofos consagrados para debater sobre o que não é belo, dando diferentes parâmetros sobre o mesmo assunto. Por fim, ele finalmente diz o que é o Belo, como ele é em forma e essência, além de dar dicas de como apreciá-lo.

A escrita é boa, o autor têm um excelente vocabulário e seus argumentos são muito objetivos. Indo sempre ao ponto, à finalidade das coisas. Por isso são tão curtos, porém, são essenciais e é isto que interessa.
comentários(0)comente



Caio.Henrique 16/08/2019

A beleza não é mercadoria
Recomendo fortemente para todos e todas que buscam fugir um pouco da realidade, se entrando a si mesmo. Foi essa a sensação que tive ao terminar de ler o livro. Byung-Chul Han é um sopro de esperança e inspiração diante um mundo onde o belo se transforma em mercadora .
comentários(0)comente



eagorarenato 23/03/2020

Eu enrolei pra caramba pra terminar de ler esse livro curto por motivos de: o que ele tem de conteúdo pra fazer refletir é muito grande e porque eu não queria que ele acabasse. Fala sobre como o belo está associado ao liso e como o objeto mais erótico que temos acesso exemplifica isso. A tela lisa dos smartphones produz a facilidade máxima de resolver qualquer ação num deslizar dos dedos numa tela lisa. É fácil comprar com um toque. Deslizar sobre a tela é tão prazeroso que não conseguimos mais nos afastar dela. Fotos com imagens de corpos lisos enchem essas telas. É preciso salvar o belo v dessa velocidade deslizante da falta de atrito. É preciso pausar para contemplar o belo.
comentários(0)comente



Barb 06/05/2020

Um livro sobre o belo e o hoje
O belo, a beleza, o firmar contrato com os olhos num objeto que te rouba o tempo, o ego. E os preenche. Mas com o quê?
?Sem ferimento na?o ha? nem poesia nem arte
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7