Garota-Ranho #01

Garota-Ranho #01 Leslie Hung...


Compartilhe


Resenhas - Garotaranho


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Gabe | @gabereader 09/10/2018

Você quer uma graphic muito louca? Aqui temos!
Vamos conhecer a Lottie, blogueira de moda super famosa de Los Angeles, compartilha sua vida de luxo nas redes sociais e dá dicas infalíveis em seu blog, uma vida perfeita! Mas o que as pessoas não imaginam é o que acontece por trás dos filtros, fotos, roupas caras..

Lottie tomou um chute de seu ex, ela não possui amigas de verdade, suas companheiras de moda são muito superficiais e chatas e como se não bastasse Lottie tem um probleminha de saúde bem incômodo.

Lottie precisa ainda lidar com uma ex-estagiária louca e obcecada por ela e que está saindo com seu ex namorado. Loucura! Em meio a isso ela conhece uma garota misteriosa, a qual parece ser perfeita, uma amiga maravilhosa mas algo estranho acontece e Lottie passa de blogueira à talvez, uma assassina!!

Gente, minha resenha ta coerente? kkkkk essa história é pura loucura. Confesso que tive uns problemas as vezes com a quantidade de fatos acontecendo, mas no geral é uma leitura simples. Não há nada demais na história, porém ela vai lhe render umas boas risadas e uns momentos de "caaaara o que está acontecendo aqui???" no melhor estilo do O'Malley. Pra quem não sabe ele é o mesmo criador de "Scott Pilgrim" e do meu xodozinho "Repeteco"

Garota-Ranho não chega nem perto da qualidade de Repeteco ou da mensagem que a história passa. Esse quadrinho acaba do nada nos deixando cheios de dúvidas e sedentos pela continuação, que eu espero que não demore!! A edição é muito bonita e os traços são bem marcantes, as cores dão um destaque e tom mais vibrante na história casando totalmente com a proposta da graphic.

Recomendo a leitura, dei 3,5 pois não é daquelas GNs que vão mudar minha vida haha mas vale a pena se aventurar.
comentários(0)comente



Debyh 04/10/2018

Quadrinhos! Eu gosto muito de livros em quadrinhos (nenhuma novidade) e este vem com essa coisa boa de ser de um autor o qual já li outros livros, então eu meio que fui sem saber de nada da história, mas confiando no autor mesmo.
Lottie é uma blogueira de moda famosa, e vive de internet e glamour. Porém na vida fora da web ela esconde uma terrível alergia que sempre a deixa com o nariz escorrendo, o que a sempre deixa constrangida. Então quando uma outra blogueira descobre algumas coisas da vida Lottie ela sente que começa a ser perseguida e tudo aos poucos começa a dar errado. Ou Lottie está imaginando as coisas?

(resenha completa: http://euinsisto.com.br/garota-ranho-1-bryan-lee-omalley-e-leslie-hung/ )

site: http://euinsisto.com.br/garota-ranho-1-bryan-lee-omalley-e-leslie-hung/
comentários(0)comente



Larissa 29/08/2018

Blog Por Livros Incríveis
Quem não queria ter a vida perfeita de uma blogueira de moda bem sucedida, não é mesmo? Mas nem tudo é o que aparenta, que o diga Lottie Person, blogueira super famosa e antenada que esconde um grande segredo: um número sem fim de alergias que a fazem estar com o nariz escorrendo constantemente. Isso sem falar na sua ex-estagiária stalker que quer se tornar uma nova versão dela, seu ex namorado que está com uma garota mais nova, na sua nova e misteriosa amiga Caroline e um possível homicídio. É, vida de blogueira não é fácil mas até que rende uma boa HQ.

Garota-Ranho ou Snotgril na língua original foi o meu primeiro contato com o trabalho de Bryan Lee, autor de Scott Pilgrim que é um sucesso no mundo dos quadrinhos. Contando os bastidores da vida de uma blogueira de sucesso, a premissa da HQ é bastante interessante, apesar do título literal e meio duvidoso. Quase como uma sátira ao estereótipo da blogueira padrão, a trama conta com diversas recriações de elementos e situações desse mundo da blogosfera o que a tornou uma história bem diferente das demais obras que li recentemente, tanto pela abordagem criativa do tema quanto pela identificação gerada.


Contendo 136 páginas, a leitura da graphic não tem nada de difícil mas é um pouco confusa por conta dos encerramentos abruptos dos capítulos, coisa que me deixava um pouco perdida sobre o que estava acontecendo. Afora isso, O'Malley administra muito bem os tons de mistério, superficialidade e porque não? - loucura que a história contém, nos prendendo principalmente pelo suspense e pelos momentos de bom humor.

Lottie, assim como 90% dos personagens apresentados nesse primeiro volume, são e vivem em um mundo de muita superficialidade o que torna interessante ver a personagem nos seus momentos de privacidade onde surgem partes dela que não são demonstradas em seu mundo perfeito, como sua enorme insegurança por conta de suas alergias, seu alívio ao encontrar uma amiga com quem possa ser, ao menos um pouco, ela mesma, sua falta de memória para nomes (o que a faz dar apelidos muito específicos para as pessoas), assim como é interessante ver como todas essas questões afetam o seu lado psicológico.

Publicado pelo selo Quadrinhos na Cia., a tradução ficou por conta de Érico Assis e as belíssimas ilustrações por Leslie Hung que possui traços bastante únicos, delicados e até mesmo refinados. Com quadros soltos e páginas duplas que não seguem um padrão propriamente dito, os recortes podem causar um pouco de confusão nos leitores menos atentos mas nada que realmente atrapalhe a leitura. Colorido por Mickey Quinn, a obra possui cores vivas e vibrantes que tornam as páginas uma arte por si só.

Cheia de gírias da internet, ironia, sarcasmo e referências pop, Garota-Ranho faz um panorama muito bem humorado e da vida aparentemente perfeita de uma blogueira, sem deixar de lado o mistério e também um pouco de criticismo sobre a vida nas redes sociais. Já no seu segundo volume no país de origem, o drama da blogueira ranhenta deu sim uma leitura rápida e boa.

Leia mais em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com/2018/08/hqs13-garota-ranho-vol1-bryan-lee.html
comentários(0)comente



Pedro 26/08/2018

Lottie Person é uma conhecida blogueira de moda que no auge dos seus 25 anos tem uma vida incrível. Uma vida de dar inveja pra seus milhões de seguidores nas redes sociais e no blog em que escreve. Mas a realidade de Lottie é bem diferente daquela que é mostrada no mundo virtual.

Confira a RESENHA COMPLETA + FOTOS no link abaixo! (Blog do Pedro Gabriel)

site: http://www.blogpedrogabriel.com/2018/08/resenha-garota-ranho-de-bryan-lee.html
comentários(0)comente



Felipe Miranda 25/08/2018

Garota-Ranho #01 por @ohmydogestolcombigods
A discussão do momento, a nível mundial, gira em torno de empreendedorismo, redes sociais e depressão. Sabe aquela velha questão sobre a vida online ser uma farsa maquiada para vender a perfeição? Bem, enquanto empresas usam digital influencers para fazer negócios, jovens (e adultos também, viu?) se vêem inundados de conteúdo por todos os lados. Um conteúdo que parece sussurrar o quanto suas vidas são miseráveis e bem distantes da realidade incrível de viagens, roupas e relacionamentos perfeitos. O primeiro volume da série Garota Ranho é muito sobre isso: não saber o que fazer com a própria vida enquanto o mundo todo parece estar sendo bem sucedido em absolutamente tudo. Há uma pressão sobre isso.

Lottie Person poderia ser qualquer um de nós, mas ela tem milhares de seguidores nas redes sociais. Mais que isso, ela é uma influencer do mundo da moda. As pessoas querem saber onde ela está, o que ela veste e o que comeu no jantar. Para se ter uma ideia, a protagonista dessa história possui uma estagiária para auxiliá-la nessa missão. O que ninguém sabe é que Lottie está longe de ser tão impecável como suas fotos a apresentam. No decorrer das páginas conhecemos uma garota frágil e solitária. Um tanto que fútil, mas ainda assim humana. Não se engane, o autor personificou a patricinha classe AA com todos os estereótipos possíveis, mas ao mostrar a vida real da personagem, a HQ nos guia por uma série de problemas que despertam certa empatia no leitor. É uma relação dúbia na verdade.

As melhores amigas de Lottie também são desse universo instagramável e parece que cada uma delas está mais preocupada em acumular likes que bons momentos juntas. Cada uma pertence a universo/nicho diferente. É muito engraçado acompanhar, por exemplo, a blogueira no “modo casamento”.

A popularidade online não se repete na rotina diária da Garota Ranho, aliás o título do quadrinho se dá pelo fato de Lottie ter uma alergia sinistra que a faz expelir um muco nasal infinito quando está nervosa ou ansiosa. Se a tradução fosse em termos nordestinos seria algo semelhante a Garota Catarro.

Lottie é ansiosa, insegura e instável. Solidão combina com o que vi e li de seu comportamento. Além de perder o namorado para uma garota fora dos padrões imaginados por ela como aceitáveis para substituí-la, ela se tornou cobaia de um tratamento com medicamentos experimentais. Tudo vale quando falamos de saúde? Os riscos são pontuais…

O que guia o enredo é o surgimento de uma anônima misteriosa disposta a se tornar famosa com a ajuda de Lottie. A história cresce com o envolvimento das duas e um crime na calada da noite. Entre stalkeadas e eventos sociais constrangedores, algo de perigoso passa a se fazer presente. O medo que se instaura muda o tom do quadrinho e tudo caminha rápido para um desfecho de deixar qualquer um ansioso pela continuação.

Os traços são a lá animes japoneses e as cores vibrantes – como um desfile de grife tende a ser. A linguagem é a que usamos nas redes sociais, repleta de abreviaturas e estrangeirismos. Fácil de ler e se identificar por toda a atmosfera construída e pensada nos mínimos detalhes. Vale ressaltar que Garota Ranho aborda assuntos bem pontuais como sexualidade e drogas. O erotismo está em muitos diálogos e entrelinhas que não devem passar despercebidas, já que são a cereja do bolo.

site: http://www.ohmydogestolcombigods.com.br/2018/08/garota-ranho-e-hq-sobre-vida-real-redes-sociais-e-depressao.html
comentários(0)comente



Delirium Nerd 21/08/2018

Garota-Ranho
Garota-Ranho, tradução do título original Snot Girl, é um quadrinho ilustrado pela Leslie Hung, com roteiro de Bryan Lee O'Malley e cores de Mickey Quinn. Com uma equipe incrível de artistas, esse volume é lindo de se folhear, com cenas bem glamourosas, perfeitas para descrever a vida fashionista que a protagonista Lottie leva. O traço de Leslie Hung é super expressivo e as cores vibrantes de Mickey Quinn conversam muito bem com o universo apresentado.

Muitos devem conhecer Bryan Lee pelo seu quadrinho “Scott Pilgrim” e do mais recente “Repeteco”, ambos também publicados pela Companhia das Letras. É bom ver que história tem o ritmo dinâmico e característico de outras obras do autor, apresentando em poucas páginas muitas camadas de complexidade nos personagens. Ninguém aqui é o que parece ser e esse é um ótimo ponto de partida para uma história que gira em torno da imagem falsa construída por cada.

Rapidamente somos apresentados para a enorme distância que há entre o que as redes sociais mostram e como realmente é a vida desses "digital influencers" por trás das câmeras. É fácil se irritar com a superficialidade de Lottie e de suas amigas, dando aquela sensação mista de amor e ódio pelas atitudes tomadas pelo grupo. As dinâmicas tolas dos personagens, e a terrível alergia que assola a protagonista, envolvem de maneira tão simples que é quase um choque quando tudo começa a tomar um rumo de suspense e perseguição. Com uma perspectiva bastante unilateral de Lottie, ficamos tão confusos quanto ela com o desenrolar dos acontecimentos.

Esse é o primeiro volume de uma história que promete ser bem surpreendente e certamente uma coleção digna de ser iniciada. Aguardamos ansiosamente os próximos capítulos e é bom lembrar que o quadrinho está sendo lançado primeiro no exterior, então cuidado com spoilers!

site: https://www.instagram.com/p/BmjMp-3H4oG/
comentários(0)comente



Laís - Mania de Livro 09/08/2018

[#resenhamaniadelivro] Garota-ranho – Bryan Lee O’Malley, Leslie Hung com Mickey Quinn
[#resenhamaniadelivro] Garota-ranho – Bryan Lee O’Malley, Leslie Hung com Mickey Quinn

Garota-ranho é uma série em quadrinhos que conta a história da blogueira Lottie Person. Em seu blog sobre moda e beleza, ela vive uma vida de perfeição e aparências. Claro que tudo não passa de uma grande ilusão, afinal, nada é completamente perfeito e ninguém consegue ser feliz o tempo todo. Na verdade, na vida real, Lottie é uma mulher cheia de problemas e com muitas inseguranças.

Lottie é uma personagem fictícia, mas me arrisco a dizer que todo mundo conhece uma pessoa assim: alguém que finge viver em um mundo completamente perfeito. A impressão foi que os autores construíram uma sátira sobre pessoas que vivem como personagens, então essa HQ se tornou, pra mim, um prato cheio pra gente conversar sobre o consumo desenfreado desse tipo de conteúdo que, muitas vezes – sejamos sinceros – não nos agrega em nada, apenas nos ilude.

Sobre a HQ em si, gostei bastante! A personagem está enfrentando alguns problemas em sua vida pessoal e se mostra muito vulnerável, fraca e insegurança, chega a dar dó. Problemas com o namorado, dificuldade de lidar com as amizades, a vida de aparência no virtual que difere completamente do real, sem falar de alguns problemas de saúde que realmente ferram com ela. Mas o sorriso no rosto na hora de tirar uma selfie tá em dia!

Eu gostei especialmente do gancho que os autores criaram quando a Lottie começa a seriamente se questionar sobre a sua sanidade. Acho que a continuação promete ser bem bacana, to curiosa pra saber como os autores vão abordar isso nos próximos quadrinhos. Tenho certeza que Garota-ranho irá proporcionar uma boa reflexão a qualquer um que ler e se permitir ver além do que a história diz superficialmente.

As ilustrações são um show a parte: traços fortes e cores bem marcantes. Essa HQ me surpreendeu muito!

site: https://www.instagram.com/_maniadelivro/
comentários(0)comente



Rosana 18/07/2018

Esperava mais...
Snotgirl vai contar meio que os bastidores da vida de uma blogueira fashion famosa, a Lottie. Ela parece ser plenamente feliz e ter uma vida perfeita, mas sabemos que nem tudo são flores. Lottie acaba fazendo uma nova amizade e seu segredo vem à tona, ela tem um alergia extrema que tenta esconder à todo custo. As duas resolvem sair juntas, e em meio à uma de suas crises de sinusite, Lottie testemunha a morte de sua mais nova amiga, ou pelo menos, era isso que ela pensava.

Essa HQ tinha tudo para ser ótima, o plot bem interessante, ilustrações impecáveis. Porém, achei o desenvolvimento fraco e as personagens insuportáveis. Também achei que quiseram apressar as coisas no final, alguns assuntos parecem ter sido esquecidos. Personagens foram apresentados, mas sem qualquer aprofundamento. Tudo parece raso e superficial, talvez essa seja a ideia da HQ, mostrar como realmente é esse mundo de blogueiro famoso. Apesar da ideia ser boa, é meio triste pensar que a vida dessas pessoas sejam assim.

Não achei que foi um grande primeiro volume de uma série de HQ's, eu queria muito mais, queria saber sobre os personagens, queria saber o que se passa na cabeça da Lottie. A inseguraça dela ultrapassa qualquer nível de normalidade, grande parte por conta de suas alergias, acredito. Outra questão, eu não consegui me conectar com nenhum dos personagens.

Parece que todos os personagens querem saber se a grama do vizinho é mais verde, sabe? Por exemplo: ah, se eu estivesse fazendo talo coisa eu seria mais feliz, se eu tivesse a roupa tal a felicidade viria fácil. Coisas assim! Sei que atualmente é tudo na base das aparências, mas talvez a HQ esteja aí para abrir nossos olhos.

Enfim, achei o primeiro volume bem fraco, apesar de tratar temas relevantes. Quero ler o próximo volume para ver se vão melhorar algo ou até aprofundar os personagens e os assuntos. Também quero ver como vai ser o desenvolvimento do mistério da amiga morta (ou não) Tirando tudo isso, as ilustrações são lindas, cores vibrantes e cheia de detalhes, vale super a pena dar uma olhada.

site: http://www.tudoquemotiva.com/2017/12/snotgirl-vol-1-green-hair-dont-care.html
comentários(0)comente



C. Aguiar 15/07/2018

Lottie é uma blogueira de moda que aparentemente vive uma vida incrível, uma vida que toda garota sonha em ter. Nas redes sociais e em seu blog, Lottie é perfeita! Tudo em sua vida é incrivelmente perfeito e invejável, mas a realidade é bem diferente disso.
Na vida real a garota sofre de severas alergias, o que faz com que seu nariz esteja sempre escorrendo e ela tenta esconder isso das pessoas de todas as formas possíveis.

Lottie tem sérios problemas no quesito amoroso. Quando ela descobre que sua antiga estagiária está namorado seu ex-namorado, ela começa a surtar. Como diabos ele está namorado alguém tão comum quanto ela?
Lottie fica surtada quando percebe que Charlene está tentando imitá-la. Quem essa garota pensa que é? Talvez Lottie seja obrigada a colocar essa garota em seu devido lugar.

Lottie não está apenas com problemas amorosos, ela não consegue lembrar o nome das pessoas e acha melhor chamá-las por apelidos que ela sempre inventa, a maioria das pessoas próximas a ela são superficiais e importam-se apenas com a aparência. Então por que ela não pode chamá-los por apelidos?

A garota sente que ninguém a conhece de verdade, mas algo começa a mudar quando ela conhece Caroline.
Caroline parece ser uma garota legal (apelido Cool Girl), Lottie nota que quando está com Caroline pode ser ela mesma, mas as coisas ficam um tanto quanto estranhas.

Após ir no alergista e trocar seu remédio par algo experimental, Lottie acha que está enlouquecendo e que talvez, apenas talvez tenha cometido assassinato (?) E se ela for mesmo uma assassina?
E se Caroline não for quem ela imagina que seja? Muitos mistérios surgem nesse primeiro volume!

A narrativa vai misturando suspense/mistério, loucura e muita superficialidade. Embarcamos em uma história onde as coisas mexem com o leitor a ponto de imaginarmos se aquilo aconteceu mesmo de verdade ou trata-se apenas de um efeito colateral do remédio para alergia. E se tudo aquilo não passar de uma alucinação do remédio?

Essa é a primeira edição da série Garota-Ranho e está sendo lançada pela editora Quadrinhos na Cia. O exemplar tem um belo acabamento e após acabar a leitura é possível ver diversos esboços da ilustradora e vários mini-postêrs.
As ilustrações estão maravilhosas e com certeza vale muito a pena investir nessa história.
Estou muito empolgada com a continuação, espero que seja lançada em breve.

O mesmo autor que escreveu Scott Pilgrim, também foi responsável por criar essa história. Então se você gosta do trabalho dele, sugiro dar uma olhada nesse quadrinho.

Outra coisa maravilhosa que vale ressaltar: A edição brasileira contém os 5 PRIMEIROS VOLUMES da série americana!
Eu fui ler os quadrinhos em inglês para confirmar, pois cada hq americano contem no máximo 30 páginas, mas o primeiro volume da edição brasileira contém 136 páginas. Então basicamente você estará levando vários volumes em apenas um, ou seja, vale a pena o investimento.

site: http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9